Everjets reclama 8 milhões de euros ao Estado por dois Kamovs parados

Nuno André Ferreira / Lusa

Um helicóptero Kamov combate o fogo em São Pedro do Sul, Viseu

Um helicóptero Kamov combate o fogo em São Pedro do Sul, Viseu

A Everjets reclama oito milhões de euros à Autoridade Nacional de Proteção Civil, alegando incumprimento em 40% da parte do Estado no contrato dos helicópteros Kamov, e já acionou o tribunal arbitral para resolver o diferendo.

O presidente do Conselho de Administração da Everjets, empresa que venceu o concurso público internacional para a operação e manutenção destes helicópteros de combate a incêndios florestais, explicou à agência Lusa que dos cinco Kamov inicialmente contratados, apenas três estão operacionais, porque um está avariado e o outro despenhou-se.

“A ANPC deve oito milhões de euros à Everjets. Assinamos contrato para operar cinco Kamov e só estão a voar três, só estamos a receber de três. Os outros dois continuam parados, numa situação sem fim à vista” adiantou o responsável.

“Estamos em tribunal a reclamar oito milhões de euros que são nossos, numa ação no tribunal arbitral por incumprimento contratual”, explicou Ricardo Dias.

A Everjets foi a empresa que ganhou, em 2015, o concurso público internacional de operação e manutenção dos helicópteros Kamov do Estado para quatro anos, num valor superior a 46 milhões de euros.

Em resposta escrita enviada à Lusa, o Ministério da Administração Interna diz que “a ANPC tomou conhecimento da constituição de tribunal arbitral, estando a decorrer o prazo para a Everjets apresentar a respetiva Petição Inicial, pelo que, neste momento se desconhece os montantes que a Everjets virá alegar”.

“A ANPC tem um contrato assinado com a Everjets relativo à frota Kamov, no qual está previsto que qualquer diferendo será dirimido em tribunal arbitral”, afirma o MAI na mesma resposta, acrescentando que a posição da ANPC “constará da contestação a ser apresentada em tribunal arbitral”.

O presidente da Everjets relatou que havia um acordo com o anterior Governo para a reparação dos dois Kamov inoperacionais.

Foi sempre negociado entre as partes, que se iriam arranjar os outros dois Kamov de imediato. A Everjets foi alimentando este monstro de incumprimento por parte do Estado, a acreditar que o Estado iria arranjar os helicópteros e iniciar o pagamento. O que nunca se verificou”, alega a Everjets.

“Houve mudança de governo, houve mudança de intenções e tivemos de iniciar um procedimento arbitral contra o Estado”, salientou Ricardo Dias.

O Orçamento do Estado para este ano tem previsto uma verba de cerca de 10 milhões de euros para a reparação dos dois helicópteros pesados que se encontram inoperacionais.

Contudo, o gabinete do secretário de Estado apenas refere que o tempo de reparação é de cerca de quatro meses, não avançando com qualquer data para o início da reparação.

O concurso de aquisição e manutenção dos helicópteros do Estado, o maior do género em Portugal, envolveu em 2015 um negócio de 196 milhões de euros envolvido em suspeita após as investigações do caso Vistos Gold.

Entre as suspeitas a envolver o negócio encontra-se a entrega do contrato de operação dos helicópteros à Everjets, que ganhou parte do concurso, num total de 90 milhões de euros – mas que nunca levantou o caderno de encargos.

Em junho de 2015, apenas um dos cinco Kamov do Estado estava operacional, revelou então uma nota da ANPC, segundo a qual duas das aeronaves iriam ser reparadas em “curto espaço de tempo” e as outras duas requeriam intervenções mais profundas.

O ano passado, a Inspeção-Geral da Administração Interna concluiu que existiram “falhas notórias” nos procedimentos que asseguram que os helicópteros Kamov de combate a incêndios respeitam os requisitos para operarem em segurança, depois de uma inspecção ter encontrado quase 100 falhas de segurança nos Kamov.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Gostava de saber quem são os donos da Empresa Everjets.
    É que os incêndios em Portugal, tornaram-se num grande negócio.

    • complementado com o deste que tem a verba no orçamento mas está à espera do primeiro incendio para levar 4 meses a reparar o meio de combate… que deverá então estar pronto para os incendios de 2018…

      • Como?
        O concurso manhoso (e ruinoso!) com a Everjets foi feito pelo governo anterior (pela mão do “famoso” Miguel Macedo!), e, se antes estava tudo “bem”, depois de ganharem o concurso, os helicópteros já estavam todos avariados!…
        Agora querem é “mamar!…
        Se (com a Heliportugal) as coisas já não estavam muito bem, agora, depois de muitos milhões gastos, tudo ficou bem pior…
        Além disso, a Heliportugal está a processar o Estado (e provavelmente vai ganhar tal foi a “enormidade” da burla feita pelo M. Macedo e a Everjets)!…
        .
        ‘O Presidente da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) demitiu-se na sequência do relatório da Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) sobre os helicópteros Kamov. Esse documento, classificado pelo Ministério da Administração Interna (MAI) como “reservado”, foi enviado para o Ministério Público. Foram detetadas violações graves de deveres no processo de transferência de seis Kamov para a empresa Everjets – com enormes custos para o Estado, mas também na gestão da extinção da Empresa de Meios Aéreos (EMA), apurou a VISÃO’
        http://visao.sapo.pt/actualidade/portugal/2016-09-06-Negocio-dos-Kamov-custou-348-milhoes-de-euros-e-uma-cabeca

  2. Estes famosos Kamov parece-me que vão ficar famosos sobretudo na qualidade e por este andar brevemente terão lugar em qualquer ferro-velho deste país.

RESPONDER

Ana Rita Cavaco ataca plano de inverno (e duvida que Marcelo "tenha ficado mais sossegado")

Ana Rita Cavaco reuniu-se com Marcelo Rebelo de Sousa, mas duvida que o Presidente tenha ficado mais tranquilo após ter ouvido os representantes do setor da Saúde, no Palácio de Belém. Ana Rita Cavaco, presidente da …

Nuno Mendes, "hábil como Ronaldinho"

  Portal conceituado destaca o jovem lateral do Sporting e cita Cristiano Ronaldo... várias vezes. Gigantes europeus atentos à evolução do jogador. Nuno Mendes é o foco de um artigo do portal Goal, embora Ronaldo (e Ronaldinho) …

Irão e Rússia estarão a tentar interferir nas presidenciais dos EUA

O diretor nacional dos serviços de informação dos Estados Unidos disse na quarta-feira que Irão e Rússia obtiveram informações dos eleitores norte-americanos e que estão a tentar interferir nas eleições presidenciais de 3 de novembro. "Queremos …

Cientistas revertem a doença de Parkinson em ratos

Uma equipa de cientistas conseguiu reverter totalmente a doença de Parkinson em ratos. Os animais deixaram de apresentar sintomas e recuperaram neurónios. A doença de Parkinson resulta da redução dos níveis de uma substância que funciona …

Entrevista a Carlos Cueva, autor de estudo inédito sobre os jogos à porta fechada

Carlos Cueva, 34 anos e professor na Universidade de Alicante há seis anos. Estudou em Inglaterra, onde completou um doutoramento em Economia. O ensino e a investigação ocupam o seu tempo. É especialista em investigação …

Ministro da Saúde do Brasil infetado com covid-19

Eduardo Pazuello, ministro da Saúde brasileiro, está infetado. Também esta quarta-feira, o governante foi admoestado por Jair Bolsonaro, que negou haver intenção do Brasil comprar 46 milhões de doses de vacina chinesa. O ministro da Saúde …

PSD vai votar contra o OE2021. PS acusa Rio de abandonar defesa do "interesse nacional"

O secretário-geral adjunto socialista disse esta quarta-feira que não surpreende o voto contra do PSD à proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), considerando, no entanto, que Rui Rio “deixou cair” o valor do …

As vacas preferem interagir cara a cara com as pessoas. Ficam mais relaxadas

Um novo estudo descobriu que as vacas preferem interagir com os seres humanos cara a cara e que ficam os animais ficam mais relaxados com este tipo de interação do que quando ouvem uma voz …

Marcelo promulga diploma que reduz debates europeus para dois por semestre

O Presidente da República promulgou o diploma aprovado por PS e PSD que reduz os debates europeus no parlamento para dois por semestre, depois de ter vetado uma primeira versão que previa apenas um por …

Poderia o gato de Schrödinger existir na vida real? A Ciência pode responder em breve

Poderia o gato de Schrödinger existir na vida real? Uma equipa de investigadores propõe uma experiência que pode resolver essa questão espinhosa de uma vez por todas. Já alguma vez esteve em mais de um sítio …