Apenas um dos cinco Kamov do Estado está operacional

Pedro Aragão / Wikimedia

Helicóptero Kamov Ka-32A-11BC da frota da Protecção Civil, baseado em Faro

Helicóptero Kamov Ka-32A-11BC da frota da Protecção Civil, baseado em Faro

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) informou hoje que apenas um dos cinco helicópteros Kamov da frota do Estado está operacional e não garante a entrada de outras duas aeronaves no dispositivo de combate a incêndios deste ano.

“Neste momento está apenas em condições de plena operacionalidade um dos cinco Kamov da frota do Estado”, refere a ANPC, adiantando que duas aeronaves vão ser reparadas num “curto espaço de tempo” e as outras duas requerem intervenções mais profundas, “não sendo possível garantir a sua entrada no atual dispositivo”.

Para compensar a falta destes meios, a Proteção Civil sublinha que foram adotadas medidas alternativas que “passam pela antecipação da entrada de meios aéreos no dispositivo, nomeadamente helicópteros ligeiros e aviões bombardeios médios”.

Em comunicado, a ANPC garante que está a diligenciar no sentido de reforçar ainda mais o dispositivo com meios aéreos que permitam “minimizar o impacto da indisponibilidade dos helicópteros Kamov”.

Esta situação com os helicópteros deve-se, segundo a ANPC, com o processo de transferência, iniciado em março, dos Kamov para a empresa Everjets, que ganhou o concurso público de operação e manutenção dos aparelhos para os próximos quatro anos.

Durante este processo, a ANPC detetou “não conformidades graves no estado das aeronaves“, que ditaram “a impossibilidade de os helicópteros estarem em plena condição de serem operados”.

A Proteção Civil realça que todos os aparelhos “inspecionados necessitaram ou necessitam de intervenções técnicas”.

“Dada a gravidade da matéria apurada, esta Autoridade irá agir por todos os meios ao seu dispor para defesa e garantir do interesse patrimonial do Estado”, sustenta.

Fonte oficial da ANPC disse à Lusa que “no limite” poderá ser interposta uma ação judicial, mas não especificou contra que entidade.

No comunicado, a ANPC refere também que o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF) prevê um total de 49 meios aéreos para a época mais crítica em fogos, entre 01 de julho e 30 de setembro.

A fase “Bravo”, que está a decorrer até 30 de junho, prevê o empenhamento de 30 meios aéreos desde 15 de junho, segundo o DECIF.

A agência Lusa contactou a ANPC sobre o número de meios aéreos atualmente operacionais no combate aos fogos, mas não obteve, até ao momento, qualquer resposta.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Estão a falar de incêndios florestais ?? Portugal, é um paraíso para quem está “ligado” a esta industria dos incêndios florestais. Sim, eu disse industria porque pelo que se vê repetidamente na comunicação social, é mesmo disso que se trata. Um lobbie dos incêndios que não há forma de ser investigado e posto a descoberto. INVESTIGUE-SE até á exaustão, este sorvedouro de dinheiros públicos. Expliquem-me: Em 19.000 (19 mil) incêndios florestais ocorridos na Europa, em países da bacia do mediterrâneo (Portugal, Espanha, França, Itália e Grécia) 10.000 (10 mil) acontecem em Portugal. Mas não é tudo, para quem tem duvidas, compare as áreas territoriais de cada país e chegue-se a uma conclusão.

RESPONDER

Asteróide "sorrateiro" pregou um susto à NASA e quase colidiu com a Terra em julho

Em finais de julho, um asteróide do tamanho de um campo de futebol pregou um susto à NASA quando passou a apenas 65.0175 quilómetros da Terra. Foi a maior rocha espacial a passar tão perto …

Vem aí o Dia 0. A Austrália vai ficar sem água (e pode não ser a única)

O Dia 0 está a chegar e a Austrália está prestes a ficar sem água. Os cientistas dizem que este é um aviso para todas as outras regiões em redor do mundo. Este dia vai marcar …

Mujahid é a misteriosa figura por detrás da propaganda talibã (mas pode nem ser real)

Zabihullah Mujahid pode não ser um nome reconhecido pelas pessoas, mas a verdade é que tudo aquilo que ele diz é escutado atentamente por todo o mundo. Mujahid é o porta-voz dos talibãs há 12 anos …

O rapper, a mulher adúltera, a caçadeira e a PIDE feminista. Polémica com videoclip de Valete

Numa altura em que continuam a contar-se as mulheres que morrem vítimas de violência doméstica, o último videoclip de Valete, um dos rappers mais reconhecidos do país, está a causar polémica. Há quem considere que faz …

Milhares de milhões de pássaros desapareceram dos EUA

Um quarto de todos os pássaros dos EUA desapareceram desde 1970, segundo uma pesquisa publicada esta quinta-feira na revista Science, que dá conta de uma perda de biodiversidade contabilizada em 30% da população total de …

Cruzeiro "exclusivamente para britânicos" levanta polémica

Uma brochura que prometia viagens de cruzeiro exclusivas para britânicos levou várias pessoas a queixarem-se da Saga, uma empresa especializada em serviços para clientes com mais de 50 anos. A empresa já remeteu as culpas …

Começou à "invasão" da Área 51. Já há detidos e até um festival

Pelo menos 75 pessoas já chegaram à Área 51, uma base militar secreta dos Estados Unidos, em resposta a um evento criado no Facebook. Milhão e meio de pessoas combinaram invadir esta sexta-feira esta zona misteriosa …

Guantánamo é a prisão mais cara do mundo: 13 milhões de dólares por prisioneiro

Guantánamo é a prisão mais cara do mundo. Para manter as instalações a funcionar, cada prisioneiro custa 13 milhões de dólares ao Estado norte-americano. A prisão de segurança máxima de ADX Florence, em Colorado, nos Estados …

Gabriela foi morta pelo ex-marido e os colegas convocaram uma vigília por ela

Gabriela Monteiro, de 46 anos, foi morta pelo seu ex-marido, junto ao Tribunal de Braga. O Theatro Circo, onde trabalhava há uma década, convocou uma vigília por ela. O homem esfaqueou a mulher no peito e pescoço …

Multinacional paga "subsídio" a funcionários que forem de bicicleta para o trabalho

Uma multinacional com presença em Portugal vai implementar uma iniciativa que passa por pagar uma espécie de subsídio aos trabalhadores que se desloquem para o trabalho de bicicleta. A medida da Liberty Seguros vai entrar em …