Apenas um dos cinco Kamov do Estado está operacional

Pedro Aragão / Wikimedia

Helicóptero Kamov Ka-32A-11BC da frota da Protecção Civil, baseado em Faro

Helicóptero Kamov Ka-32A-11BC da frota da Protecção Civil, baseado em Faro

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) informou hoje que apenas um dos cinco helicópteros Kamov da frota do Estado está operacional e não garante a entrada de outras duas aeronaves no dispositivo de combate a incêndios deste ano.

“Neste momento está apenas em condições de plena operacionalidade um dos cinco Kamov da frota do Estado”, refere a ANPC, adiantando que duas aeronaves vão ser reparadas num “curto espaço de tempo” e as outras duas requerem intervenções mais profundas, “não sendo possível garantir a sua entrada no atual dispositivo”.

Para compensar a falta destes meios, a Proteção Civil sublinha que foram adotadas medidas alternativas que “passam pela antecipação da entrada de meios aéreos no dispositivo, nomeadamente helicópteros ligeiros e aviões bombardeios médios”.

Em comunicado, a ANPC garante que está a diligenciar no sentido de reforçar ainda mais o dispositivo com meios aéreos que permitam “minimizar o impacto da indisponibilidade dos helicópteros Kamov”.

Esta situação com os helicópteros deve-se, segundo a ANPC, com o processo de transferência, iniciado em março, dos Kamov para a empresa Everjets, que ganhou o concurso público de operação e manutenção dos aparelhos para os próximos quatro anos.

Durante este processo, a ANPC detetou “não conformidades graves no estado das aeronaves“, que ditaram “a impossibilidade de os helicópteros estarem em plena condição de serem operados”.

A Proteção Civil realça que todos os aparelhos “inspecionados necessitaram ou necessitam de intervenções técnicas”.

“Dada a gravidade da matéria apurada, esta Autoridade irá agir por todos os meios ao seu dispor para defesa e garantir do interesse patrimonial do Estado”, sustenta.

Fonte oficial da ANPC disse à Lusa que “no limite” poderá ser interposta uma ação judicial, mas não especificou contra que entidade.

No comunicado, a ANPC refere também que o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF) prevê um total de 49 meios aéreos para a época mais crítica em fogos, entre 01 de julho e 30 de setembro.

A fase “Bravo”, que está a decorrer até 30 de junho, prevê o empenhamento de 30 meios aéreos desde 15 de junho, segundo o DECIF.

A agência Lusa contactou a ANPC sobre o número de meios aéreos atualmente operacionais no combate aos fogos, mas não obteve, até ao momento, qualquer resposta.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Estão a falar de incêndios florestais ?? Portugal, é um paraíso para quem está “ligado” a esta industria dos incêndios florestais. Sim, eu disse industria porque pelo que se vê repetidamente na comunicação social, é mesmo disso que se trata. Um lobbie dos incêndios que não há forma de ser investigado e posto a descoberto. INVESTIGUE-SE até á exaustão, este sorvedouro de dinheiros públicos. Expliquem-me: Em 19.000 (19 mil) incêndios florestais ocorridos na Europa, em países da bacia do mediterrâneo (Portugal, Espanha, França, Itália e Grécia) 10.000 (10 mil) acontecem em Portugal. Mas não é tudo, para quem tem duvidas, compare as áreas territoriais de cada país e chegue-se a uma conclusão.

RESPONDER

Elon Musk doou 1.000 ventiladores a hospitais (mas eram do tipo errado)

Nos últimos dias, Elon Musk, CEO da Tesla, recebeu muitos elogios por ter doado mil ventiladores a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Porém, os ventiladores não eram do …

Coronavírus pode replicar-se na boca e nariz durante uma semana antes de infetar pulmões

O coronavírus pode permanecer e replicar-se na boca e no nariz durante uma semana antes de infetar aos pulmões, à traqueia e aos brônquios, revela um estudo, que mostra igualmente que é expulso do organismo …

PSP vai utilizar câmaras portáteis em drones no estado de emergência

A PSP vai utilizar 20 câmaras portáteis de videovigilância, 18 das quais vão ser instaladas em ‘drones’, durante o estado de emergência devido à pandemia de covid-19, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna …

Em Nova Iorque, prisioneiros são usados para cavar valas comuns

Nova Iorque está a oferecer seis dólares por hora e material de proteção individual aos prisioneiros de Rikers Island que aceitem ajudar a cavar valas comuns. Projeções da Fundação Gates apontam que, em Nova Iorque, o …

EUA estará a pagar para desviar carregamentos de máscaras adquiridas por França

As autoridades francesas estão a acusar os Estados Unidos de terem pago para desviar um carregamento de máscaras faciais oriundo da China. Este episódio é apenas mais um na saga sobre a escassez de máscaras de …

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados antecipadamente para prevenir a propagação da pandemia de covid-19 no meio prisional, revelou esta quinta-feira a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, em declarações à RTP3. A …

OMS e EUA ponderam alargar recomendação para uso de máscaras

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com covid-19, disse esta quinta-feira o presidente do grupo de especialistas que vai discutir o …

Covid-19. Mais de 95% das vítimas mortais na Europa tinham mais de 60 anos

O diretor regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, revelou esta quinta-fera que mais de 95% das vítimas mortais da covid-19 na Europa têm mais de 60 anos de idade. Em …

Curva portuguesa mostra abrandamento de novos casos (mas é preciso "cautela")

Portugal tem assistido desde o dia 25 de março a um abrandamento do aumento percentual diário de novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Barómetro Covid-19 da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Segundo Carla …

"Ganhámos a primeira batalha". Presidente renova estado de emergência

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou oficialmente a renovação do estado de emergência nesta quinta-feira por mais quinze dias, prolongando-se este estado de exceção até 17 de abril. Numa mensagem ao país a …