Inspeção encontrou quase 100 falhas de segurança nos Kamov

José Coelho / Lusa

Helicóptero Kamov Ka-32A-11BC da frota da Protecção Civil no combate a um incêndio

Helicóptero Kamov Ka-32A-11BC da frota da Protecção Civil no combate a um incêndio

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) concluiu que existiram “falhas notórias” nos procedimentos que asseguram que os helicópteros Kamov de combate a incêndios respeitam os requisitos para operarem em segurança.

De acordo com um documento da IGAI, a que o Público teve acesso, são três os altos dirigentes da Autoridade Nacional de Proteção Civil responsáveis por “99 deficiências – tecnicamente chamadas ‘situações de não conformidade’ – no controlo de cinco helicópteros Kamov”, propriedade do Estado.

Entre os responsáveis está o presidente que se demitiu a 5 de setembro, Francisco Grave Pereira.

Segundo o Público, a análise técnica da documentação das aeronaves foi feita pela Inspeção Geral da Força Aérea, que prestou apoio técnico aos instrutores da IGAI e que, com base nessa avaliação, conclui que existiram “falhas notórias na esfera da gestão da aeronavegabilidade” por parte da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

As deficiências que a Força Aérea imputa aos responsáveis da proteção civil foram divididas em várias categorias, sendo que a maioria das “situações de não conformidade”, de 64 de 99, diz respeito a falhas no controlo do tempo de vida dos componentes instalados nos helicópteros, o que implica que pode ter havido peças usadas depois de esgotado o seu tempo de vida útil.

Outra das anomalias mais detetadas, neste caso 16 vezes, tem que ver com o “controlo ineficaz do processo de manutenção”, o que, de acordo com o jornal, pode ter levado à instalação nos Kamov de componentes que não cumpriam os requisitos.

Foram também detetados problemas na configuração do programa informativo que regista ao pormenor todas as ações de manutenção e no preenchimento do mesmo, avança o jornal.

À Lusa, fonte do Ministério da Administração Interna revelou que o relatório da IGAI tem “caráter sigiloso”, escusando-se a fazer qualquer comentário.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Pois, pois…
    Mas andavam por aí alguns palermas a dizer que a culpa era da ministra… e que os parasitas incompetentes da Protecção Civil eram uns santinhos!…

  2. cinco helicópteros Kamov”, propriedade do Estado? Só para pagar arranjos mas quem os opera são entidades privadas que recebem balúrdios para andarem a apagar fogos, é mesmo o Pais da vergonha onde temos estes pagos por nós arranjos pagos por nós contribuintes mas empresas privadas a ganhar balúrdios no resto.
    Ainda gostava de saber porque não são os militares a terem estes no seu poder e irem apagar fogos em vez de se pagar milhões para estas empresas privadas.

  3. Esta dos Kamov que até à data praticamente pouco fizeram e estão constantemente avariados, 99 parece ter sido a quantidade de falhas detetadas nos aparelhos dá para perguntar que espécie de negócio foi esse, se compraram aparelhos a sério ou se eram apenas brinquedos para crianças, pelo que se tem ouvido dizer nem peças existem para substituição, quando muitos vêm por vezes para aqui chacotear sobre a compra dos submarinos à Alemanha que até funcionam o que terão então para nos dizer sobre esta dos Kamov que os russos despacharam para sucata.

RESPONDER

Europa alarga restrições. Alemanha limita festas, Eslováquia em emergência e Itália não facilita

Os país europeus estão a anunciar novas medidas restritivas contra a covid-19, num altura em que o número de infeções voltou a aumentar e o inverno está a chegar. De acodo com o Diário de Notícias, …

Jogos da seleção com Espanha e Suécia vão ter adeptos nas bancadas

Os próximos jogos da seleção portuguesa frente à Espanha e à Suécia, no estádio Alvalade XXI, foram autorizados a receber público, revelou, esta terça-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "No jogo de preparação entre as …

Santos Silva rejeita apoio a Ana Gomes (e diz que polémica com embaixador dos EUA foi ultrapassada)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, falou, em entrevista à TVI24 esta terça-feira, sobre a aprovação do Orçamento de Estado para 2021 e as eleições presidenciais e desvalorizou a polémica com o embaixador …

Santa Clara-Gil Vicente vai ser o primeiro jogo da I Liga com público

O jogo entre o Santa Clara e o Gil Vicente, da terceira jornada da I Liga, vai ter uma assistência de mil pessoas, sendo o primeiro jogo profissional da época a ter público no estádio …

Uma rara "anomalia climática" agravou a 1.ª Guerra e a gripe espanhola

Uma equipa de cientistas descobriu uma anomalia climática que ocorre uma vez em cada 100 anos durante a I Guerra Mundial, que provavelmente aumentou a mortalidade durante a guerra e a pandemia de gripe nos …

Marcelo defende que "ninguém lhe perdoaria" se permitisse agora uma crise política

O Presidente da República defende que "ninguém lhe perdoaria" se permitisse a criação de condições para uma crise política no atual contexto de crise sanitária e consequente crise económica. Marcelo Rebelo de Sousa defendeu esta …

"Cada qual no seu lugar". Jerónimo avisa Marcelo que “tudo tem limites” nos poderes presidenciais

O secretário-geral do PCP avisou Marcelo Rebelo de Sousa que “tudo tem limites” quanto aos poderes presidenciais, face aos sucessivos apelos para a viabilização do Orçamento do Estado de 2021 pela esquerda ou pelo PSD. “Cada …

Ferro Rodrigues não aceita projeto de lei do Chega por inconstitucionalidade

O projeto de lei do Chega para limitar o cargo de primeiro-ministro e outros governantes apenas a portadores de nacionalidade portuguesa originária foi rejeitado pela Assembleia da República devido a inconstitucionalidade. O despacho do presidente da …

Os cientistas já sabem porque é que alguns sapos têm uns olhos "enormes"

Os cientistas acabam de descobrir porque é que alguns sapos têm os olhos enormes comparativamente com a dimensão do seu corpo. De acordo com uma nova investigação, cujos resultados foram recentemente publicados na revista científica …

Morreu o emir do Kuwait, Sabah Al-Ahmad Al-Sabah, aos 91 anos

O emir do Kuwait, xeque Sabah Al-Ahmad Al-Sabah, morreu esta terça-feira aos 91 anos nos Estados Unidos, onde estava desde julho a receber tratamento médico, anunciou a corte do emirado. "É com grande tristeza e dor …