Europeias. PSD dispara e aproxima-se do PS nas intenções de voto

PSD / Flickr

O eurodeputado social-democrata Paulo Rangel

Está cada vez mais renhida a disputa entre PS e PSD pela vitória nas europeias de 26 de maio, mostra a nova sondagem da Aximage.

Os socialistas, cuja lista é encabeçada por Pedro Marques, mantêm os 34,1% das intenções de voto já registados em fevereiro, enquanto a candidatura social-democrata, que é protagonizada por Paulo Rangel, ganha mais de quatro pontos para se fixar nos 29,1%.

Esta subida é ainda mais expressiva tendo em conta que na sondagem de janeiro o PSD não ia além de 19,8%. Em apenas dois meses, os sociais-democratas subiram perto de 10 pontos percentuais para um crescimento de quase 50% nas intenções de voto, de acordo com a sondagem encomendada para o Jornal de Negócios.

Este é o primeiro estudo da Aximage que mede em pleno o efeito eleitoral da confirmação de Paulo Rangel como cabeça de lista pela terceira vez consecutiva, já que só a 7 de fevereiro foi oficializada a recandidatura. Desde então, o eurodeputado tem pautado as intervenções públicas com duras críticas ao Governo do PS e, em particular, ao ex-ministro do Planeamento Pedro Marques.

Entre os partidos atualmente representados no Parlamento Europeu, além do PSD, só a CDU ganha força. A aliança entre PCP e Verdes sobe quase 1 ponto para 9,2%. Bloco de Esquerda e CDS caem respetivamente para 7,6% e 7,3%. Aliança (2%) e PAN (1,9%) surgem quase empatados.

A correspondência destes números em assentos parlamentares sugere que o PS pode ficar-se pelos oito assentos garantidos em 2018 ou, no melhor cenário, eleger nove deputados. O PSD, que agora detém seis deputados, pode ganhar mais um ou dois mandatos em Estrasburgo.

A CDU pode perder um dos três eurodeputados. O Bloco garante mais um mandato para eleger os mesmos dois eurodeputados que a CDU e o CDS pode ganhar um deputado ou não ir além do cabeça de lista eleito há cinco anos.

Instados a apontar o nome dos candidatos principais, 24,7% dos entrevistados pela Aximage nomeiam Paulo Rangel, ligeiramente acima dos 23,5% de Pedro Marques. No ranking da notoriedade seguem-se a bloquista Marisa Matias (13,9%), o centrista Nuno Melo (11,2%) e o comunista João Ferreira (4,5%).

ZAP //

PARTILHAR

32 COMENTÁRIOS

  1. Há? Quais o PCP que diz que a coreia do norte é uma democracia? Ou talvez o BE da actriz falhada catarina ou as filhos do famoso assaltante de bancos que acham que as empresas são todas um alvo a abater?
    Ganhe juízo… a esquerda nunca foi alternativa em lugar nenhum do mundo!

    • Há maneiras mais saudáveis de estar na vida.
      Desconfiar não é a melhor.
      Ou sim ou sopas !
      Sabe ou nem tão pouco desconfia que a esquerda foi a impulsionadora do 25 de Abril ?
      De facto o Maduro não vale um chavo nem tem nada a ver com o Chavez.
      Desconfia por acaso que, a posição dos países que fazem um bloqueio miserável à Venezuela prejudica de forma irracional o Povo Venezuelano em busca de partilharem, digo, roubarem o petróleo da Venezuela ?
      Que raio de democratas !

      • Kurcudito, eu sei que a esquerda foi a responsável pelo 25 de Abril.
        Mas também sei a forma desordenada e criminosa como foi feito o 25 de Abril.
        E também sei que felizmente algumas pessoas inteligentes não foram na conversa do PCP ou hoje seriamos uma Venezuela (se outros países o permitissem, claro).
        Deixe-me dizer-lhe que em relação ao 25 de Abril, a mudança já estava em marcha e teria sido feita de forma mais vantajosa para todos nós se não fosse a ganancia do poder de alguns políticos portugueses como Álvaro Cunhal e Mário Soares (este nunca foi esquerda nem direita mas sim do que mais lhe interessava).
        Mas em relação á venezuela, independentemente da guerra entre russia, china e EUA, o “sr.” Maduro é um ditador e a venezuela uma ditadura. E o facto de a esquerda defender o regime diz tudo…

        • Na verdade, a responsável pelo 25 de Abril foi a direita fascista !
          Se o Chavez não tivesse sido assassinado se calhar a Venezuela não tinha chegado a este ponto.
          Já agora pergunto-lhe se me permite:
          – Tem alguma confiança nas gentes que dominam internamente e externamente o actual Brasil ?
          Eu temo pelo seu futuro e das suas gentes.
          Cumprimentos

  2. Qual a diferença entre ambos?:
    É fundamental não confundir Socialismo Democrático e Social-Democracia, embora ambos sejam muito confundidos e utilizados para o mesmo fim, os seguidores de cada doutrina ideológica não se igualam e rejeitam uma e a outra corrente.
    Os primeiros são contrários à social-democracia porque ela mantém o modo de produção capitalista.
    Os segundos rejeitam o Socialismo Democrático porque não se reconhecem como socialistas.
    Sinceramente? venha o diabo e que escolha, porque o TACHO é o mesmo.!
    Finalmente do voto, diria isto:
    O voto é a nossa consciência. Temos que consultá-la frequentemente, por conseguinte a democracia está enferma, como dizia alguém …

  3. Paulo Rangel satisfeito… pudera… a competir com um coxo mentiroso, é fácil.
    Só vota Pedro Marques quem fica à espera de 2030 para ver as suas promessas concretizadas !
    Pedro Marques foi o maior bluff deste governo, e António Costa aproveitou a oportunidade para se ver livre dele.
    A sua primeira promessa no dia em que foi nomeado: Fazer a linha férrea Sines – Badajoz para escoar mercadoria e combustíveis… nem uma travessa ainda foi assente !

    • Realmente este Pedro Marques é a coisa mais reles que vi na política portuguesa. Como é do Montijo, o homem talvez o que saiba é de pesca no Tejo. Costa está a enchutá-lo para fora do país.

  4. Eu irei votar PSD. Mais não seja porque o cabeça de lista sabe do que fala. O do PS sempre que abre a boca sobre a Europa sai disparate. O homem nem conhece as leis. Não sabe o que diz. Enfim… um autêntico zero à esquerda. Na linha da sua prestação no atual governo. O homem é mesmo zero.

  5. Muito alto está a esquerda tendo em conta a fome e miseria que causam. Em todos os países onde há boa qualidade de vida a esquerda já desapareceu á varios anos. A esquerda afasta o investimento, o que provoca fome e miseria em pessoas e crianças.

      • Essa dos países nórdicos serem de esquerda é um mito muito aproveitado pela esquerda. O regime politico dos países nórdicos não é Socialista.
        O facto de terem dos impostos sobre o rendimento mais altos do mundo e um estado mais “pesado” não faz deles socialistas. Estes países têm por outro lado uma economia de mercado muito funcional onde se incentiva o empreendedorismo e as leis laborais são muito flexíveis entre outras características. Algo que vai claramente contra a teoria socialista. Informe-se bem.

        • Chama-lhe o que quiseres!….
          O “regime politico dos países nórdicos” é a democracia e, quando alguém diz: “Em todos os países onde há boa qualidade de vida a esquerda já desapareceu há vários anos”, claramente não conhece os países nórdicos, e muito menos os seus partidos/governos!!
          “Informe-se bem”?!
          Acho que saber como tem sido os governos dos países nórdicos e olhar para como os partidos nórdicos se “intitulam” é uma boa fonte de informação – se eles não sabem o que são, que é que sabe?!
          No geral, toda a gente concorda que os países nórdicos são o exemplo de socialismo democrático!
          Por exemplo, na Dinamarca, o partido mais votado nas eleições de 2017 foi o partido Socialdemokraterne (Social Democracy), que se considera de centro-esquerda, faz parte de Partido Socialista Europeu e cujo símbolo é uma rosa – é maior partido dinamarquês e, nos últimos 100 anos, foi SEMPRE o mais votado!!
          Curiosamente, agora não está no governo porque aconteceu o mesmo que em Portugal (o partido mais votado não consegui reunir o apoio suficiente para formar uma governo estável) – quem governa é o 3º (TERCEIRO!) partido mais votado (Venstre) – uma “geringonça” dinamarquesa!

  6. Chama-lhe o que quiseres!….
    O “regime politico dos países nórdicos” é a democracia e, quando alguém diz: “Em todos os países onde há boa qualidade de vida a esquerda já desapareceu há vários anos”, claramente não conhece os países nórdicos, e muito menos os seus partidos/governos!!
    “Informe-se bem”?!
    Acho que saber como tem sido os governos dos países nórdicos e olhar para como os partidos nórdicos se “intitulam” é uma boa fonte de informação – se eles não sabem o que são, que é que sabe?!
    No geral, toda a gente concorda que os países nórdicos são o exemplo de socialismo democrático!
    Por exemplo, na Dinamarca, o partido mais votado nas eleições de 2017 foi o partido Socialdemokraterne (Social Democracy), que se considera de centro-esquerda, faz parte de Partido Socialista Europeu e cujo símbolo é uma rosa – é maior partido dinamarquês e, nos últimos 100 anos, foi SEMPRE o mais votado!!
    Curiosamente, agora não está no governo porque aconteceu o mesmo que em Portugal (o partido mais votado não consegui reunir o apoio suficiente para formar uma governo estável) – quem governa é o 3º (TERCEIRO!) partido mais votado (Venstre) – uma “geringonça” dinamarquesa!

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …

Chega quer tornar voto obrigatório e sanções para quem não cumprir

O deputado único do Chega entregou uma nova proposta no âmbito do projeto de revisão constitucional do partido para tornar o voto obrigatório para todos os cidadãos que o possam exercer e sanções para quem …

A Alemanha quer tornar o teletrabalho um direito legal

O Governo alemão prepara-se para publicar um projeto de lei que dará aos trabalhadores do país o direito legar de trabalhar a partir de casa. A medida aplicar-se-á a todos as atividades laborais que possam …

Novo surto em lar de Beja e 90 alunos em isolamento em Famalicão

Um surto de covid-19 identificado no Lar de Idosos do Centro Paroquial e Social do Salvador, em Beja, já infetou 31 pessoas, sendo 24 utentes e sete funcionários, divulgou a Unidade Local de Saúde do …

Mais de 600 anos depois, encontram-se (várias) semelhanças entre a covid-19 e a peste negra

Numa altura em que o vírus da covid-19 se tem espalhado por todo o mundo, as comparações com outras doenças pandémicas são inevitáveis. Um exemplo disso foi a peste negra que em 1348 fez com …

Nacionalista apoiado pela Turquia eleito Presidente de Chipre do Norte

O nacionalista Ersin Tatar, apoiado pela Turquia, foi no domingo eleito "Presidente" da autoproclamada República Turca de Chipre do Norte (RTCN), numa vitória surpreendente face ao dirigente cessante, Mustafa Akinci, anunciou o conselho eleitoral. Com 51,74% …

China alerta que detectou coronavírus vivo numa embalagem de comida congelada

O Centro para o Controlo e Prevenção de Doenças da China alerta que detectou amostras vivas do novo coronavírus em embalagens de comida congelada, pelo que estas podem ser um veículo de contágio. Já tinham sido …

Marcelo está a fazer o que a ministra da Saúde “devia ter feito”, critica Ordem dos Médicos

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, criticou esta segunda-feira a ministra da Saúde, Marta Temido, e elogiou o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, por ter decidido reunir com representantes de várias …

Declaração médica substitui teste negativo em regresso à escola ou emprego

A diretora-geral da Saúde esclareceu esta segunda-feira que o regresso à escola ou ao emprego dos doentes assintomáticos ou com sintomas ligeiros de covid-19, após 10 dias de isolamento, depende apenas de uma declaração de …