Eurodeputados portugueses querem Maduro “corrido” de “país em estado terminal”

Os eurodeputados portugueses Ana Gomes, Paulo Rangel e José Inácio Faria apelaram hoje a que Nicolás Maduro seja “corrido” do poder na Venezuela, país que está “em estado terminal” devido à crise humanitária e política que atravessa.

“A Venezuela está num abismo e Maduro tem de ser rapidamente corrido pelo povo venezuelano”, afirmou Ana Gomes, que intervinha num debate de urgência sobre a situação no país, realizado no âmbito da sessão plenária do Parlamento Europeu.

Importante relembrar que a Venezuela está às escuras desde a última quinta-feira, na sequência de uma avaria na central hidroelétrica de El Guri. Ana Gomes referiu que “sem geradores, morrem crianças e velhos nos hospitais”.

“A pouca comida existente apodrece e o comércio, escolas, serviços e transportes estão parados. Nada se resolverá sem eleições livres e genuínas num horizonte de meses”, acrescentou a eurodeputada do PS.

“Não é sustentável manter Maduro no poder e manter o sofrimento terrível imposto ao povo venezuelano”, adiantou Ana Gomes, frisando que “a União Europeia tem de ser clara nisto”.

O eurodeputado do PSD, Paulo Rangel, tem uma opinião idêntica, dizendo que “a situação na Venezuela é uma situação de urgência e de emergência”. Rangel destacou que o apagão que mantém a Venezuela às escuras revela uma “situação de miséria, de fome e até de urgência pela água”.

“Hoje o problema da Venezuela já não é só um problema de ditadura ou de democracia, é um problema de vida ou de morte, de urgência humanitária”. A demora da UE a reconhecer que “Maduro se trata de um ditador” alarma Rangel, que até classifica o político venezuelano como “um verdadeiro homicida“.

Para José Inácio Faria, “o colapso do sistema elétrico é resultado de anos de corrupção e de incompetência”. O eurodeputado eleito pelo do Movimento Partido da Terra diz que “afirmar que a precariedade da infraestrutura elétrica nacional é resultado de sabotagem informática internacional é uma falácia”.

Visão diferente manifestou João Pimenta Lopes, que afirmou que “a credibilidade dos debates sobre a Venezuela no parlamento esvaiu-se, se é que alguma vez a teve”.

O comunista acusa os outros eurodeputados de “mentir descaradamente” sobre a situação naquele país, desde logo ao “atribuir ao legítimo governo da Venezuela a responsabilidade do que sabemos ter sido uma sabotagem terrorista do sistema elétrico”.

O debate surgiu numa altura de crise política na Venezuela, que se agravou desde o passado dia 23 de janeiro, quando Juan Guaidó se autoproclamou Presidente da República interino e declarou que assumia os poderes executivos de Nicolás Maduro.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Cambada de palhaços “os verdadeiros que me desculpem” andam a roçar o cu das calças(saia) nos bancos do P.E. a desbaratar os nosso dinheiro a defender o roubo das reservas do petróleo, gaz Venezuelano para os américas e seus lacaios roubarem, como aconteceu recentemente no iraque libia siria entre muitos outros que o mundo sabe em conluio com Busch e seus lacaios europeus na cimeira dos Açores.

RESPONDER

Primeiro debate quinzenal arranca esta terça-feira com perguntas de Rio a Costa

Esta terça-feira acontece a o primeira discussão parlamentar entre o líder do PSD, Rui Rio, e o primeiro-ministro, António Costa, depois do Orçamento do Estado. O primeiro debate quinzenal do ano arranca esta terça-feira com as …

Coimas a banqueiros arrastam-se em tribunal. Maioria acaba prescrita

Dez gestores bancários acumulam multas de 16,8 milhões de euros, um montante que iguala todas as coimas decididas pela CMVM a bancos em 15 anos. Dez antigos gestores bancários acumulam coimas de quase 17 milhões de …

O nojo pode levar a pensamentos e sentimentos religiosos

Um novo estudo revela que o sentimento de nojo pode estar na base de pensamentos religiosos. O medo de Deus e do pecado mostrou ser maior em pessoas que se enojavam mais facilmente. Mesmo as pessoas …

"Os pássaros não são estúpidos". Secretário de Estado desvaloriza críticas a aeroporto do Montijo

Os ambientalistas têm alertado que dezenas de milhares de aves de médio e grande porte cruzam-se na zona de proteção especial do estuário do Tejo, junto ao local onde será construído o novo aeroporto do …

Acusado de racismo e sexismo, conselheiro político de Boris demite-se

Andrew Sabisky, conselheiro direto do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, demitiu-se esta segunda-feira, depois de ser acusado de racismo e sexismo pelo próprio Partido Conservador por causa de declarações suas no passado. Em causa estão declarações feitas …

"Impressora de pele" promete ajudar na cicatrização de queimaduras

Uma nova impressora 3D portátil é capaz de depositar "folhas de pele", umas sobre as outras, e criar um curativo biológico para cobrir grandes queimaduras. A nova impressora 3D foi desenvolvida por uma equipa de investigadores …

"Made in Space". A primeira fábrica espacial vai começar a ganhar forma

Com o objetivo de construir coisas cada vez maiores no Espaço, uma empresa do Colorado, nos Estados Unidos, está a preparar-se para uma missão de demonstração de construção. A Blue Canyon Technologies vai fornecer a infraestrutura …

Asteróide que passou recentemente pela Terra não estava sozinho

Astrónomos descobriram que o asteróide 2020 BX12, que passou pela Terra na semana passada, era afinal um sistema binário de asteróides. Estamos a falar do asteróide 2020 BX12, que passou a 4,3 milhões de quilómetros de distância da …

"Parasitas" vai ter uma série na HBO. E já são conhecidos dois nomes do elenco

A produção sul-coreana de Bong Joon Ho, especialmente condecorada pela Academia, merece agora uma adaptação para a televisão pelas mãos da HBO. A série televisiva de "Parasitas" foi anunciada em janeiro e a produção está encarregue …

O carregador do seu smartphone é mais potente do que o computador da Apollo 11

Não restam dúvidas de que a informática deu um passo gigante em termos de evolução nos últimos 50 anos. Agora, um engenheiro de software descobriu que até mesmo o carregador do seu smartphone é mais …