Eurodeputados portugueses querem Maduro “corrido” de “país em estado terminal”

Os eurodeputados portugueses Ana Gomes, Paulo Rangel e José Inácio Faria apelaram hoje a que Nicolás Maduro seja “corrido” do poder na Venezuela, país que está “em estado terminal” devido à crise humanitária e política que atravessa.

“A Venezuela está num abismo e Maduro tem de ser rapidamente corrido pelo povo venezuelano”, afirmou Ana Gomes, que intervinha num debate de urgência sobre a situação no país, realizado no âmbito da sessão plenária do Parlamento Europeu.

Importante relembrar que a Venezuela está às escuras desde a última quinta-feira, na sequência de uma avaria na central hidroelétrica de El Guri. Ana Gomes referiu que “sem geradores, morrem crianças e velhos nos hospitais”.

“A pouca comida existente apodrece e o comércio, escolas, serviços e transportes estão parados. Nada se resolverá sem eleições livres e genuínas num horizonte de meses”, acrescentou a eurodeputada do PS.

“Não é sustentável manter Maduro no poder e manter o sofrimento terrível imposto ao povo venezuelano”, adiantou Ana Gomes, frisando que “a União Europeia tem de ser clara nisto”.

O eurodeputado do PSD, Paulo Rangel, tem uma opinião idêntica, dizendo que “a situação na Venezuela é uma situação de urgência e de emergência”. Rangel destacou que o apagão que mantém a Venezuela às escuras revela uma “situação de miséria, de fome e até de urgência pela água”.

“Hoje o problema da Venezuela já não é só um problema de ditadura ou de democracia, é um problema de vida ou de morte, de urgência humanitária”. A demora da UE a reconhecer que “Maduro se trata de um ditador” alarma Rangel, que até classifica o político venezuelano como “um verdadeiro homicida“.

Para José Inácio Faria, “o colapso do sistema elétrico é resultado de anos de corrupção e de incompetência”. O eurodeputado eleito pelo do Movimento Partido da Terra diz que “afirmar que a precariedade da infraestrutura elétrica nacional é resultado de sabotagem informática internacional é uma falácia”.

Visão diferente manifestou João Pimenta Lopes, que afirmou que “a credibilidade dos debates sobre a Venezuela no parlamento esvaiu-se, se é que alguma vez a teve”.

O comunista acusa os outros eurodeputados de “mentir descaradamente” sobre a situação naquele país, desde logo ao “atribuir ao legítimo governo da Venezuela a responsabilidade do que sabemos ter sido uma sabotagem terrorista do sistema elétrico”.

O debate surgiu numa altura de crise política na Venezuela, que se agravou desde o passado dia 23 de janeiro, quando Juan Guaidó se autoproclamou Presidente da República interino e declarou que assumia os poderes executivos de Nicolás Maduro.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Cambada de palhaços “os verdadeiros que me desculpem” andam a roçar o cu das calças(saia) nos bancos do P.E. a desbaratar os nosso dinheiro a defender o roubo das reservas do petróleo, gaz Venezuelano para os américas e seus lacaios roubarem, como aconteceu recentemente no iraque libia siria entre muitos outros que o mundo sabe em conluio com Busch e seus lacaios europeus na cimeira dos Açores.

RESPONDER

Músicos estrangeiros precisarão de visto e de poupanças para tocar no Reino Unido

A partir de 2021, os músicos estrangeiros que pretendam atuar no Reino Unido precisarão de visto. Três meses antes de submeterem o pedido, terão também de provar que têm 1000 libras (1180 euros) em poupanças, …

Tribunal Supremo Eleitoral recusa candidatura de Evo Morales ao Senado

O ex-Presidente da Bolívia considerou "um golpe contra a democracia" a decisão do Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) de recusar a sua candidatura a senador nas eleições de maio. "A decisão do Tribunal Supremo Eleitoral é um …

Juízes exigem sindicância urgente ao sorteio na Relação de Lisboa

A Associação Sindical dos Juízes (ASJP) exigiu, esta sexta-feira, ao Conselho Superior da Magistratura (CSM) uma "sindicância urgente" aos procedimentos de distribuição de processos no Tribunal da Relação de Lisboa. A posição da Associação Sindical dos Juízes …

Deputado do PSD que avançou com proposta de referendo à eutanásia acabou a assumir alcoolismo

Pedro Rodrigues, deputado social-democrata e antigo líder da JSD, assumiu publicamente, através do Facebook, ter um problema de alcoolismo. Num texto publicado no Facebook, o social-democrata explica que faz esta revelação por estar a ser vítima …

Morreu doente que parou o Parlamento para pedir tratamento para a hepatite C

José Carlos Saldanha ficou conhecido, há cinco anos, por interromper o ministro da Saúde numa sessão do Parlamento para pedir tratamento para a hepatite C. A informação foi confirmada à agência Lusa por fonte oficial do …

Com dívidas ao Fisco, cavaleiro João Moura "sem dinheiro" para alimentar cães. Arrisca 2 anos de prisão

O cavaleiro João Moura está acusado do crime de maus-tratos e abandono de animais depois de lhe terem sido retirados 18 cães galgos, em aparente estado de subnutrição. Um dos animais acabou por morrer, pelo …

Desmantelada fábrica ilegal de tabaco. Funcionava num bunker

Uma operação levada a cabo pela Guardia Civil esta terça-feira desmantelou uma fábrica ilegal de tabaco, em Espanha, e deteve a organização clandestina que a geria: vinte pessoas foram detidas, de nacionalidades britânica, lituana e …

China diz que surto está "sob controlo" após 14 províncias não reportarem novos casos

O surto do coronavírus Covid-19 está "sob controlo", depois de a atualização diária mostrar que 14 das 34 províncias e regiões autónomas do país não detetaram novos casos, anunciaram esta sexta-feira as autoridades chinesas. O vice-diretor …

Após 2 anos preso, Pedro Dias assume três homicídios e diz-se arrependido

Pedro Dias, conhecido pelos homicídios de Aguiar da Beira, manifesta-se arrependido pelos crimes por que foi condenado a 25 anos de prisão, após cumprir dois anos da pena. Um arrependimento que é também um assumir …

Orçamento da UE. Proposta agrava corte de Portugal na coesão em 2 mil milhões

A proposta do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, prevê um corte de 2 mil milhões de euros no envelope da coesão para Portugal. Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia iniciaram esta …