Líder do parlamento autoproclama-se Presidente da Venezuela

Fotos Públicas

Juan Guaidó, presidente do Parlamento da Venezuela

O presidente do parlamento venezuelano, o opositor Juan Guaidó, autoproclamou-se hoje presidente interino da Venezuela, perante uma concentração de milhares de pessoas, no leste de Caracas.

“Levantemos a mão, hoje 23 de janeiro, na minha condição de presidente da Assembleia Nacional e perante Deus todo-poderoso e a Constituição, juro assumir as competências do executivo nacional, como Presidente Encarregado da Venezuela, para conseguir o fim da usurpação (da Presidência da República), um governo de transição e eleições livres”, disse.

Juan Guaidó começou por fazer referência a vários artigos da Carta Magna venezuelana e fez os manifestantes jurarem comprometer-se em “restabelecer a Constituição da Venezuela”.

“Hoje, dou um passo com vocês, entendo que estamos numa ditadura“, disse vincando saber que a sua autoproclamação “terá consequências”.

Por outro lado, dirigiu-se ao presidente Nicolás Maduro, sublinhando que “aos que estão a usurpar o poder, digo, com o grito de toda a Venezuela: vamos insistir até que regresse a água e o gás, até que os nossos filhos regressem, até conseguir a liberdade”.

Segundo Juan Guaidó “não se trata de fazer nada paralelo”, afirmando que tem “o apoio da gente nas ruas”.

Países da América do Sul reconhecem Guaidó

Os governos do Brasil, Colômbia, Peru, Equador e Costa Rica anunciaram esta quarta-feira em Davos, na Suíça, que reconhecem o presidente do Parlamento venezuelano, Juan Guaidó, como “presidente da Venezuela”.

O anúncio foi feito após uma reunião na qual participaram o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, da Colômbia, Iván Duque, da Costa Rica, Carlos Alvarado, e do Equador, Lenín Moreno, além da vice-presidente do Peru, Mercedes Aráoz.

Iván Duque, que foi o primeiro a tomar a palavra diante de um reduzido grupo de jornalistas, disse que o seu país “reconhece Juan Guaidó como presidente da Venezuela e acompanha este processo de transição para a democracia para que o povo venezuelano se liberte da ditadura”.

Por sua vez, Jair Bolsonaro afirmou reconhecer Guaidó como presidente juntamente com os restantes países do chamado Grupo de Lima. “Daremos todo o apoio político necessário para que o processo siga o seu curso”, assegurou o presidente brasileiro.

o México declarou que vai manter a sua posição sobre a Venezuela e continuar a reconhecer Maduro como o legítimo presidente do país.

EUA reconhecem Guaidó e pedem renúncia de Maduro

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, pediu nesta quarta-feira a Nicolás Maduro que renuncie à presidência da Venezuela, devido à presença de um novo “líder legítimo que reflete a vontade do povo”.

“O povo venezuelano já sofreu durante muito tempo a desastrosa ditadura de Nicolás Maduro. Exigimos que Maduro dê um passo ao lado, a favor de um líder legítimo que refletce a vontade do povo”, disse Pompeo em comunicado.

O governo americano reconheceu esta quarta-feira Guaidó como “presidente legítimo interino” da Venezuela e avisou Maduro de que mantém “todas as opções sobre a mesa” caso haja represálias contra os deputados opositores. A nota reitera o pedido aos militares venezuelanos a que “defendam a democracia e protejam os cidadãos venezuelanos“.

Além disso, o representante da diplomacia americana afirma que o governo dos EUA “está disposto a prestar assistência humanitária ao povo da Venezuela, assim as condições permitam”, um cenário considerado por Maduro e apoiadores como uma agressão.

A Venezuela vive uma situação de incerteza política desde o último dia 10, data em que o presidente Nicolás Maduro tomou posse para um segundo mandato, depois de eleições presidenciais, realizadas em maio de 2018, não reconhecidas pela maior parte da comunidade internacional.

Guaidó proclamou-se agora presidente da Venezuela, no que chamou de luta contra a “usurpação” da presidência por Maduro, a quem classificou como líder “ilegítimo”.

A possibilidade de o presidente da Assembleia Nacional assumir o governo de maneira interina até a convocação de eleições está prevista na Constituição da Venezuela,   caso não haja um governante legítimo e desde que cumprida uma série de condições.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Jesus orientou primeiro treino no Flamengo, pediu compromisso e deu lição

O treinador português Jorge Jesus iniciou hoje a ‘aventura’ na equipa de futebol do Flamengo, pedindo aos jogadores “compromisso” em prol do conjunto do Rio de Janeiro, antes de orientar o primeiro treino dos ‘rubro-negros’. “O …

Maher e Safa deixaram sonhos para trás. Mas reencontraram a paz em Portugal

Os sonhos de Maher e de Safa ficaram adiados com a guerra na Síria, mas reencontraram a paz em Portugal, onde residem há dois anos ao abrigo de um programa de acolhimento de refugiados. É no …

São Francisco poderá ser a primeira cidade a proibir venda de cigarros eletrónicos

Se esta decisão for aprovada pela FDA, São Francisco vai tornar-se a primeira cidade a banir a venda de cigarros eletrónicos. De acordo com o Observador, a Câmara de Supervisores de São Francisco, nos EUA, aprovou uma …

Nunca houve tantos deslocados no mundo. São mais de 70 milhões

Um novo recorde foi quebrado no mundo em 2018, com 70,8 milhões de pessoas deslocadas das suas casas ou dos seus países, devido às guerras ou perseguições, anunciou esta quarta-feira as Nações Unidas. O relatório anual …

A monogamia foi inventada pelas mulheres (e o casamento, pelos homens)

A poligamia é natural no ser humano e a monogamia foi criada por imposição para a mulher, diz o investigador português Rui Diogo, que usa a ciência e a história para explicar a relação entre …

Morreu o DJ Zdar do duo electrónico Cassius. Caiu da janela de um prédio em Paris

O músico, produtor e DJ francês Philippe Cerboneschi, mais conhecido por Zdar, morreu aos 50 anos após ter caído da janela de um apartamento em Paris. O seu agente confirmou a "queda acidental" sem revelar …

PS quer o Estado a pagar licença sabática aos portugueses para voltarem a estudar

A criação de uma licença sabática para qualificar trabalhadores e um sistema de prémios e penalizações para combater a desigualdade salarial são medidas que o PS inclui no seu projecto de programa eleitoral. O director do …

Putin reconhece: as condições de vida dos russos pioraram nos últimos anos

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, admitiu esta quinta-feira que as condições de vida no país pioraram nos últimos anos, mas assegurou que as autoridades russas trabalham para reverter essa tendência, e enumerou os primeiros …

Marcelo, o "verdadeiro professor", é estrela em promo de La Casa de Papel

O novo vídeo promocional de La Casa de Papel tem um protagonista improvável. Marcelo Rebelo de Sousa, ou, na verdade, uma imitação do Presidente da República, faz uma chamada para a inspetora Raquel. Na chamada telefónica, …

Num só dia, derreteu 40% da área superficial da Gronelândia (e há fotografias)

Uma fotografia divulgada no Twitter do climatologista dinamarquês Rasmus Tonboe ilustra o degelo que ocorre na Gronelândia, evidenciando algumas das consequências que podem ser desencadeadas pelo fenómeno.   A imagem, que mostra um trenó a ser …