Portugal não vai à tomada de posse de Nicolás Maduro

(h) Miraflores Press / EPA

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

Portugal não estará representado na tomada de posse do novo mandato do Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, na quinta-feira, revelou o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

“Tivemos uma troca de opiniões hoje de manhã, no quadro do grupo de trabalho para a América Latina da União Europeia, e isso vai permitir a Portugal formar a sua decisão, sendo certo que tornamos público que não estaremos representados a nível político na tomada de posse do Presidente Nicolás Maduro”, disse Augusto Santos Silva.

O ministro falava após o seminário sobre Cooperação, Cultura e Língua, promovido pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, em Lisboa.

A eventual presença de Portugal e de outros Estados-membros da União Europeia (UE) na tomada de posse de Nicolás Maduro perante o Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela foi analisada no seio da UE, em Bruxelas, em reunião na qual estiveram os chefes da diplomacia ou seus representantes, destinada a concertarem posições.

A UE não reconheceu os resultados das eleições de maio de 2018, nas quais Maduro reclamou a vitória, e, no final desse ano, prorrogou por mais um ano e aumentou as sanções à Venezuela.

Essas sanções tinham sido aplicadas em novembro de 2017, com o embargo de venda de armas e material que pudesse ser usado para a repressão na Venezuela.

A Assembleia Nacional da Venezuela, na qual a oposição tem maioria, não reconheceu o segundo mandato do atual Presidente, posição assumida por países vizinhos da Venezuela, onde reside uma numerosa comunidade de portugueses e lusodescendentes.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Imposto Mortágua foi aplicado a 75 mil contribuintes

O novo escalão do Adicional ao IMI, que prevê a aplicação de uma taxa de 1,5% sobre o valor patrimonial dos imóveis que ultrapasse os dois milhões, chegou a 331 contribuintes. Ao todo, o imposto …

Preço da luz vai descer 18 cêntimos no mercado regulado

Os preços da eletricidade no mercado regulado vão voltar a descer em 2020, segundo a proposta avançada esta terça-feira pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE). Esta terça-feira, a ERSE propôs uma atualização em baixa de …

Portugal teve perdas fiscais de 900 milhões de euros por menor tributação do gasóleo

A tributação ao gasóleo é mais baixa do que os impostos à gasolina. A diferença entre os dois combustíveis leva a perdas de 900 milhões de euros ao Estado. Quem abastece um carro a gasóleo na …

Dulce Neto é a primeira mulher a presidir a um Supremo Tribunal português

A juíza conselheira toma posse, esta quarta-feira, como presidente do Supremo Tribunal Administrativo (STA), tornando-se na primeira mulher a ocupar o lugar cimeiro de um supremo tribunal em Portugal. Dulce Neto, de 58 anos, foi eleita …

Défice zero e mais crescimento. Previsões de Centeno para o OE2020 são de "elevado risco"

O Governo faz uma revisão das metas para 2020 no esboço do Orçamento de Estado para o próximo ano que enviou à Comissão Europeia, prevendo um aumento do crescimento económico e um saldo orçamental equilibrado, …

Conselho nacional do PSD pode ser atirado para novembro. Apoios a Rio e Montenegro equilibrados

Rui Rio mantém o silêncio sobre uma recandidatura a líder do PSD, o que está a ser visto como um condicionamento do partido, tendo também nas suas mãos o calendário interno. O conselho nacional para …

Varandas quer vender já em janeiro (e há três nomes em cima da mesa)

O Sporting deverá vender um jogador já no próximo mercado de transferências em janeiro. O dinheiro será destinado a renovações e a trazer um novo reforço para o ataque. Frederico Varandas continua a sua saga para …

Médicos, enfermeiros e professores lamentam recondução de ministros

Médicos, enfermeiros e professores lamentaram a recondução de ministros na pasta da Saúde, Educação e das Finanças, reagindo assim à constituição do novo Governo entregue em Belém pelo primeiro-ministro indigitado, António Costa. O secretário-geral do …

"Batalha campal" na Catalunha: 40 mil pessoas nas ruas, 50 detidos e mais de 100 feridos

Pelo menos 51 pessoas foram detidas e 70 polícias ficaram feridos desde o início dos atos de violência que começaram na segunda-feira na região espanhola da Catalunha após a sentença que condenou políticos separatistas catalães …

Kristalina Georgieva exige maior inclusão de mulheres nos mercados de trabalho

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional exigiu esta terça-feira, nos Encontros Anuais, uma maior inclusão de mulheres nos mercados de trabalho, dizendo que quando um país ignora "parte das suas capacidades" enfraquece o desempenho económico. Kristalina …