EUA retiram-se de tratado nuclear com a Rússia. Acordo perdurava desde a Guerra Fria

Heikki Saukkomaa / Lehtikuva Handout / EPA

O Presidente dos EUA, Donald Trump, e o seu homólogo russo, Vladimir Putin

Os Estados Unidos (EUA) retiram-se esta sexta-feira, formalmente, do tratado para a não proliferação de armas nucleares de alcance intermédio, assinado com a Rússia ainda durante a Guerra Fria.

Em causa está ao tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermédio (conhecido pela sigla em inglês, INF), assinado em 1987 por Ronald Reagan e Mikhaïl Gorbachev. O acordo aboliu o desenvolvimento e uso de mísseis de alcance entre os 500 e os 5500 quilómetros, noticiou o Diário de Notícias (DN).

A retirada dos EUA deste acordo foi anunciada pelo Presidente norte-americano num comício, em outubro do ano passado, e reiterada no início deste ano, com a justificação de que a Rússia não estava a respeitar os termos do tratado.

Segundo o DN, em causa está a implantação, pelos russos, de um sistema de mísseis 9M729, que Washington diz ultrapassarem os 500 quilómetros, o que viola os termos do acordo de 1987.

Embora estas alegações tenham sido acompanhadas pela NATO e desmentidas por Moscovo, em fevereiro deste ano, Vladimir Putin anunciou também a suspensão do tratado pela Rússia.

“Vamos dar uma resposta simétrica [aos EUA]. Os nossos parceiros norte-americanos anunciaram que suspendem a sua participação no tratado. Pois nós também o faremos”, disse então Vladimir Putin.

Mikhail Gorbachev, que assinou o tratado em 1987 em nome da União Soviética, já veio dizer que esta decisão tornará a política internacional “imprevisível” e “caótica”.

Também o secretário-geral da ONU, António Guterres, veio apelar a que os dois países retomem negociações em torno deste tratado, que qualificou como um “freio inestimável” a uma guerra nuclear.

Afirmando que os analistas temem uma nova corrida às armas por parte da Rússia, dos EUA e a China, a BBC citou um analista militar russo, Pavel Felgenhauer, que afirma que agora que o tratado acabou, vamos ter o desenvolvimento e implantação de novas armas”. “A Rússia está pronta”, sublinhou.

Há cerca de um mês, o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, já tinha afirmado à BBC que os mísseis russos constituem uma “clara violação” do tratado, têm capacidade nuclear, são extremamente móveis, de difícil deteção e podem atingir a Europa em minutos. “Isto é sério. O tratado INF foi uma pedra angular, durante décadas, no controlo de armas. E agora vemos o fim do tratado”, afirmou.

Taísa Pagno TP, ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Isto só volta a endiretar no mundo quando este apresentador de reality shows for corrido da Presidência e subsequentemente preso pelos crimes que cometeu. Bernie Sanders ou Tulsi Gabbard são o tipo de pessoas de que o mundo precisa. Não montes de esterco como o Trump.

    • Voce leu a noticia? Em pleno acordo, a Russia violou o mesmo criando misseis que violam o acordo. Trump apenas oficializou que se a Russia violou o acordo os Estados Unidos saíam dele.

  2. O Ámen vem a seguir pela Nato como não podia deixar de ser.
    Digam a verdade sobre este assunto:
    Então os acordos firmados em que os países que saíram da esfera da EX-União Soviética, não poderiam aderir á Nato não foram quebrados?.
    Tendo a Federação Russa bases da Nato nestes países a menos de 500 Km., não tem o direito de contrapor tal situação?
    Não é a Nato (países europeus) a primeira linha de defesa da USA?.
    Estes média que temos só servem para envenenar o Mundo, não esclarecendo os povos do que está em causa.

  3. Os russos fugiram ao cumprimento e andaram a fazer propaganda dos seus novos armamentos, portanto só uma resposta como esta poderiam esperar, a não ser que se imaginem donos disto tudo! Com tudo isto todos ficaremos a perder.

RESPONDER

“As brasileiras são mercadoria". Professor da UP suspenso por comentários machistas e xenófobos nas aulas

Após uma denúncia que reuniu assinaturas de mais de uma centena de alunas, o professor auxiliar Pedro Cosme da Costa Vieira foi suspenso pelo período máximo de 90 dias, da Faculdade de Economia da Universidade …

Houve buzinão na Luz (mas sem "carinho"). Jesus culpa covid-19 pela crise do Benfica

Algumas dezenas de adeptos protestaram junto ao Estádio da Luz com um buzinão, entre gritos de "Rua Vieira" devido aos maus resultados do Benfica. Antes disso, Jorge Jesus tinha apelado a um "buzinão de carinho" …

Marcelo remete diretamente para o Governo limites ao ruído nos prédios

O chefe de Estado incluiu o detalhe "decreto-lei do Governo", no novo decreto para a renovação do estado de emergência, para permitir que o Executivo limite o ruído nos prédios. No último decreto que executou o …

Clubes ingleses decidiram: não há público, acabou a época

Decisão não afeta a Premier League mas antecipa o final de quatro divisões do futebol inglês. Na época passada os campeonatos também não chegaram ao fim. Muitos dos campeonatos não-profissionais (em várias modalidades) estão parados, não …

Cães podem ter consciência corporal tal como os humanos

Os cães podem não ser capazes de se reconhecer em frente a um espelho, mas isso não significa que não tenham um certo nível de autoconsciência. De acordo com o site Science Alert, um novo estudo …

Moratórias de crédito à habitação terminam a 31 em Março. Famílias terão de procurar opções

Todas as moratória públicas para o crédito à habitação terminam a 30 de Setembro, mas a dos bancos expira já no próximo mês. Uma das soluções para quem não consegue cumprir os pagamentos é a …

Finanças: Mais dinheiro para a TAP só com novo acordo com Bruxelas

O Ministério das Finanças refere que, enquanto não houver a luz verde de Bruxelas ao plano de reestruturação, não há mais apoio público à companhia aérea.  A TAP só garante a liquidez até final de março, …

Primeiros fundos chegam até junho. Costa pede “consenso” no Plano de Recuperação

O ministro do Planeamento, Nelson de Souza, anunciou esta quarta-feira no Parlamento, que os novos subsídios europeus do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para 2021-2026 chegarão até ao mês de junho. De acordo com o …

Descobertos "ingredientes para a vida" em rochas com 3,5 mil milhões de anos

Investigadores descobriram moléculas orgânicas em formações rochosas super antigas na Austrália, revelando o que dizem ser a primeira evidência detalhada dos primeiros ingredientes químicos que poderiam ter sustentado as formas de vida microbianas primitivas da …

Juventus: FC Porto deverá ter Dybala pela frente (durante 30 minutos)

Uma das figuras do campeão italiano pode reduzir a lista longa de lesionados no plantel. E o regresso deverá acontecer contra o campeão português. Paulo Dybala continua fora dos jogos da Juventus mas há uma data …