Nova proposta de lei anti-aborto nos EUA pede que médicos façam algo clinicamente impossível

Os legisladores republicanos no estado norte-americano do Ohio querem aprovar uma lei que reconheça legalmente os fetos como pessoas, levando os médicos a serem responsabilizados nas acusações de assassinato por interromper uma gravidez.

A lei HB413 do Ohio proibiria completamente o aborto naquele estado dos Estados Unidos. A lei definiria um óvulo fertilizado como pessoa e os médicos que executassem o procedimento médico de interrupção da gravidez podem ser considerados culpados de assassinato por aborto. A ofensa de primeiro grau significaria que poderiam receber a sentença de prisão perpétua.

“Chegou a hora de abolir o aborto na sua totalidade”, disse Candice Keller, deputada do condado de Butler, que está a co-patrocinar a proibição do aborto.

Porém, de acordo com o Newsweek, o projeto de lei encarrega ainda os médicos de fazer algo que não é clinicamente possível. “Tomar todas as medidas possíveis para preservar a vida do feto, preservando a vida da mulher. Tais medidas incluem, se aplicável, a tentativa de reimplantar uma gravidez ectópica no útero da mulher”, lê-se na proposta de lei.

Uma gravidez ectópica ocorre quando um óvulo é fertilizado fora do útero, geralmente nas trompas de falópio – a conexão entre os ovários e o útero. O embrião começa a desenvolver-se no tubo e pode rompê-lo, levando ao sangramento interno. A gravidez ectópica pode ser fatal, sendo mesmo a causa mais comum de morte durante o primeiro trimestre de gravidez.

Quando uma gravidez deste tipo é descoberta, a única solução é operar e remover o embrião antes que seja impossível salvar a vida da mãe. Quando o embrião é removido, não pode ser implantado novamente.

“Estes políticos querem uma proibição total do aborto para classificar qualquer aborto como assassinato. Querem que os promotores acusem as pessoas que prestam ou recebem assistência ao aborto por assassinato agravado, que acarreta a pena de morte. Também removeriam proteções para as grávidas que enfrentam problemas durante a gravidez e colocariam as pessoas que sofrem um aborto espontâneo em risco de processo criminal”, disse Kellie Copeland, diretora executiva da NARAL Pro-Choice Ohio.

O projeto também pode afetar a prescrição de contraceção como controlo de natalidade e tratamento de fertilidade.

Muitos estados dos EUA já aprovaram leis para tornar mais difícil o aborto, incluindo períodos de espera obrigatórios, cobertura de seguro reduzida e proibições de procedimento após uma certa data de desenvolvimento fetal.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Liz Cheney é a cara da oposição ao "trumpismo" no Partido Republicano

Esta quarta-feira, e depois de ter criticado o antigo Presidente dos Estados Unidos, a congressista Liz Cheney foi afastada de um cargo de liderança no Partido Republicano. Na noite desta terça-feira, e pouco antes de …

SC Braga punido com dois jogos à porta fechada por falta de habilitações de Custódio

O Sporting de Braga foi punido com dois jogos de interdição do seu estádio, após queixa da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), devido à falta de habilitações de Custódio, anunciou o Conselho de …

Marinha dos EUA faz apreensão de armas ilícitas no Mar da Arábia

A Marinha dos Estados Unidos apreendeu um carregamento ilícito de armas no Mar da Arábia, anunciou a Quinta Frota da Marinha americana. A apreensão do arsenal foi feita pelo navio USS Monterey na passada quinta-feira, dia …

Noruega abandona definitivamente vacina da AstraZeneca

A Noruega não pretende retomar o uso da vacina da AstraZeneca no seu processo de vacinação, devido a preocupações relacionadas com casos raros de coágulos. A Noruega vai retirar de forma definitiva a vacina desenvolvida …

Padres alemães desafiam doutrina do Vaticano e abençoam uniões entre pessoas do mesmo sexo

Liebe Gewinnt (o amor vence) é o nome de um grupo de cerca de 100 padres alemães que está a abençoar uniões entre pessoas do mesmo sexo. Segundo a Euronews, a posição da Congregação para a …

Festa sportinguista, Odemira e Novo Banco. Costa encostado às cordas segura o "excelente ministro" Cabrita

Já não acontecia desde 17 de março. Esta quarta-feira, o primeiro-ministro, António Costa, esteve na Assembleia da República para quatro horas de debate político. Esta quarta-feira, no Parlamento, a oposição teve quatro horas para ajustar contas …

Giorgos Giakoumakis. Um dos maiores goleadores desta época está a lutar pela manutenção

  Giorgos Giakoumakis é o melhor marcado da Liga holandesa e um dos melhores da Europa. O avançado grego joga no VVV-Venlo, equipa que luta pela manutenção. Nos Países Baixos, restam apenas dois encontros para o fim …

DGS faz recomendações aos adeptos que estiveram nos festejos do Sporting

A Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgou um conjunto de recomendações para os adeptos que estiveram em ajuntamentos nos festejos do título do Sporting. A Direção-Geral da Saúde (DGS) aconselha quem esteve na terça-feira nas celebrações da …

"Oportunista": francês vai jogar pela seleção de Espanha

Aymeric Laporte decidiu jogar por Espanha e pode estrear-se já no próximo mês, no Europeu. Franceses reagiram mal quando souberam desta decisão. A seleção espanhola vai ter um reforço na defesa, no próximo Europeu de futebol. …

Direção da OMS não investigou acusações de abuso sexual na RDCongo

A direção da Organização Mundial de Saúde (OMS) estava a par das acusações de assédio sexual durante o surto de Ébola na República Democrática do Congo (RDCongo) em 2019, e não a investigou, de acordo …