“EUA cruzaram a linha” ao anunciar intenção de entregar armas letais à Ucrânia

Vitaliy Ragulin / wikimedia

Tanques T-90 do exército russo

As autoridades russas alertaram hoje que o fortalecimento das capacidades de defesa de Kiev pelos Estados Unidos poderá “fazer novas vítimas” e provocar um “banho de sangue” no leste da Ucrânia.

“Hoje, os Estados Unidos estão a treinar as autoridades ucranianas para um novo banho de sangue”, disse o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Sergei Riabkov, num comunicado.

“As armas dos Estados Unidos podem provocar novas vítimas no nosso vizinho“, sublinhou o vice-ministro.

Os Estados Unidos anunciaram, na sexta-feira, que reforçarão a sua assistência em matéria de defesa à Ucrânia, para que Kiev possa garantir a “soberania” de seu território e “construir a sua defesa a longo prazo”.

Riabkov acusou os norte-americanos de encorajarem a retomada do conflito na região de Donbass, no leste da Ucrânia.

“Os revanchistas de Kiev estão a atirar todos os dias em Donbass, não querem realizar negociações de paz e sonham em fazer desaparecer a população indócil, e os Estados Unidos decidiram dar-lhes armas para o fazer”, declarou o vice-ministro.

Outro vice-ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Grigori Karassine, disse que a decisão dos Estados Unidos prejudicaria os esforços para alcançar uma solução política para a Ucrânia.

“Esta decisão prejudica o trabalho de implementação dos acordos de Minsk de 2015″, disse Karassine à agência de notícias russa TASS, referindo-se ao acordo de paz negociado pelos países ocidentais.

Karassine reiterou a posição da Rússia de que as autoridades ucranianas deveriam negociar com os rebeldes através de um “diálogo direto e honesto”.

“Não há outra maneira de resolver o conflito interno ucraniano”, afirmou Grigori Karassine.

Serguei Riabkov, vice-chanceler russo, reiterou que os “EUA de certa forma cruzaram a linha” ao anunciar esta decisão.

De acordo com o canal de televisão ABC, citando quatro funcionários do Departamento de Estado norte-americano, os Estados Unidos previram fornecer mísseis antitanques à Ucrânia, provavelmente incluindo o sistema avançado Javelin.

O conflito, que se iniciou em 2014, já provocou 10 mil mortos. Kiev e os países ocidentais acusam a Rússia de apoiar os rebeldes separatistas, inclusivamente fornecendo-lhes armas, o que Moscovo nega categoricamente.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

    • Não saber nada. Então o problema ser dos americanos? Vai perguntar aos ucranianos quem eles (eu) achamos ser o problema da Ucrania. Va

      • O problema caro senhor, é a falta de informação e a desinformação dos media ocidentais. Está bem claro que a Ucrânia é neste momento dominada por membros da extrema direita Neo Nazis e basta algum Ucraniano mostrar algum tipo de simpatia pela Rússia ou antiga União Soviética para que se justifiquem assassínios em massa, tudo isto em prol de uma bandeira e com a conivência da América e dos seus Euro Capangas Aliados. A verdade nunca é clara e raramente é como nos é mostrada na televisão ou nos jornais.

  1. A Rússia deve responder na mesma moeda,ou seja, deve dar meios para que a população do dumbass, contraponha os meios fornecidos pelos EUA. E a Rússia deve começar a armar os países amigos, colocar mísseis em Cuba, Venezuela e outros países espalhados pela América latina.

    • Exatamente, os russos não têm moral nenhuma para falar… Em pleno século XXI ocuparam um território soberano que não lhes pertencia…
      Por isso é bom que a Ucrânia se consiga defender antes que a Rússia tente mais alguma coisa…

  2. Neste caso os russos nada têm que proteger e armar os rebeldes nesta região que parecem ser russos na sua maioria, quem não quiser respeitar as leis ucranianas simplesmente deve pegar nas malas e partir para o outro lado da fronteira, mas o que se está a passar aqui o mesmo se passou com os europeus a apoiarem os kosovares albaneses na Sérvia e a sacaram essa região à Sérvia oferecendo-a aos muçulmanos albaneses que neste caso também se não estavam bem o que teriam a fazer era atravessarem a fronteira e instalarem-se na Albânia seu país de origem, todos comentem asneiras e grosseiras e neste caso os russos como já foi com o caso da Crimeia parecem está-lo a fazer por vingança e desta forma a paz no planeta parece estar sempre sob ameaça.

RESPONDER

Ex-governador brasileiro condenado a mais de 10 anos de prisão

O ex-governador do estado brasileiro de Minas Gerais foi condenado, esta quinta-feira, a uma pena de 10 anos e seis meses de prisão pela Justiça Eleitoral do país. Fernando Pimentel foi considerado culpado dos crimes de …

Áudio das viagens na Uber vai poder ser gravado

A partir de dezembro, a Uber vai passar a oferecer aos utilizadores no Brasil e no México a possibilidade de gravar o áudio da viagem com o objetivo de melhorar a segurança do motorista e …

Mourinho quer ser campeão no próximo ano (e não precisa de reforços)

O treinador português foi oficialmente apresentado como técnico do Tottenham, esta quinta-feira, e diz que já tem em vista a conquista do campeonato na próxima época. José Mourinho admitiu hoje que o título de campeão inglês …

Casal homossexual de pinguins "roubou" um ovo para poder ter a sua família

Um casal homossexual de pinguins de um jardim zoológico na Holanda estava tão ansioso por ter as suas crias que não resistiu à tentação e acabou por roubar um ovo de outro par. De acordo com …

Gabriel renova contrato com o Benfica até 2024

O médio brasileiro renovou contrato por mais uma época com o Benfica, até 2024, anunciou, esta quinta-feira, o clube no seu site oficial. "Estou muito feliz com esta renovação por mais um ano, é uma forma …

Malta Files permitiu ao Fisco recuperar milhões. Rui Pinto diz que foi um dos denunciantes

O pirata informático assumiu, esta quinta-feira, ter sido um dos denunciantes dos Malta Files, que permitiu ao Fisco identificar cidadãos e empresas portugueses que se aproveitaram do regime fiscal maltês para pagar menos impostos. "De acordo …

Há 5 anos que aparecem maços de notas nas ruas de uma aldeia inglesa (e ninguém sabe porquê)

Os residentes de uma aldeia inglesa andam a descobrir maços de notas nas ruas desde 2014. Um mistério que, até agora, ninguém conseguiu explicar. Mas há várias teorias e uma envolve o Pai Natal! O dinheiro …

Em 2018, só nove crianças foram colocadas em famílias de acolhimento

Apenas nove crianças tiveram uma medida de proteção em regime de acolhimento familiar em 2018, sendo que quase todas as crianças sinalizadas pelas comissões de menores ficaram na família, a maioria junto dos pais. De acordo …

Militar da GNR diz que droga apreendida na "casinha" era da Juve Leo

Decorreu, esta quinta-feira, a terceira sessão do julgamento da invasão à academia do Sporting, que decorre no tribunal de Monsanto, em Lisboa. O militar da GNR João Oliveira admitiu hoje, em tribunal, que a posse da …

Continental vai acabar com 5500 empregos em todo o mundo até 2028

A alemã Continental vai suprimir 5.500 empregos no mundo até 2028, num contexto de abrandamento conjuntural e de queda da procura por motores a combustão, anunciou esta quarta-feira o fornecedor automóvel germânico. Com o objetivo de …