Esventrou cadela e foi condenado a prisão. Agora pode abolir a Lei dos Maus Tratos a Animais

O homem que foi condenado a uma pena de prisão efectiva, depois transformada em pena suspensa, por ter esventrado a sua cadela, levou o caso ao Tribunal Constitucional que pode vir a pronunciar-se pela inconstitucionalidade da Lei dos Maus Tratos a Animais.

Hélder Passadinhas, um antigo enfermeiro da guerra do Ultramar de 68 anos, foi a primeira pessoa (e única até agora) a ser condenada, em Portugal, a uma pena de prisão efectiva por maus tratos a animais. Ele esventrou a sua pastor alemão Pantufa, a sangue frio, para lhe retirar seis cachorros do ventre quando a cadela estava em trabalho de parto.

Depois, deixou o animal a morrer, sem assistência veterinária. Também deitou para o lixo três dos cachorros que acabaram igualmente por morrer.

O antigo enfermeiro alegou que tentou ajudar o animal que estava em sofrimento e afiançou não ter dinheiro para pagar a um veterinário para socorrer a cadela.

O caso ocorrido em Setúbal, em 2016, acabou por levar à condenação a uma pena de prisão efectiva de 16 meses, dada a crueldade do acto.

Hélder Passadinhas recorreu para o Tribunal de Évora que decretou que a suspensão da pena de prisão seria a condenação mais adequada para a situação.

Mas, ainda assim, o antigo enfermeiro não ficou satisfeito e levou o caso para o Tribunal Constitucional (TC), com a sua advogada a por em causa a constitucionalidade da Lei dos Maus Tratos Animais que entrou em vigor há cinco anos.

No recurso alega-se que para tornar os maus tratos a animais em crime é preciso alterar a Constituição. A ideia é defendida por alguns juristas.

Caso os juízes do TC concordem com esta alegação, podem vir a declarar inconstitucional a Lei, o que levará a que o maltrato de animais volte a ser punido apenas com multa como sucedia antes.

Homem condenado por matar gato à pancada

A eventual inconstitucionalidade da Lei dos Maus Tratos a Animais terá repercussões noutros processos. O mais recentemente divulgado respeita a um homem que foi condenado a um ano de prisão, com pena suspensa, pela morte de um gato.

“A sentença deu como provado que, no dia 29 de Março de 2018, o arguido desferiu várias pancadas, com um pau, numa gata, pertença da sua companheira, provocando-lhe a morte”, explica a Procuradoria Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

“Depois de matar o animal, o arguido colocou o seu corpo num saco, depositando-o num contentor do lixo na via pública”, acrescenta a PGDL.

O arguido ficou ainda obrigado a entregar à União Zoófila a quantia de 750 euros.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

    • Não existe pena efectiva para quem rouba, mata e destrói mas para matar animais já há??? Isto é tudo espetáculo para gente tola… só querem dar show e enganar o povo. Apanhar corruptos prende los e obrigar a devolver dinheiro não, deve ser inconstitucional, agora culpar pessoas a torto e direito já é normal.
      E atenção não gosto nem faço mal aos animais, mas temos de ter limites. Se este senhor foi preso por “matar” alegadamente a cadela, secalhar a justiça correcta para corruptos neste pais é pena de morte, tendo em conta as proporcionalidades das diferentes acções.

    • Em Portugal quem não tem possibilidade económica tem advogado pago pelo Estado. É o chamado Apoio Judiciário (O apoio judiciário assegura o acesso e representação em tribunal de quem não pode pagar os custos de um processo e de um advogado).

  1. Mas ninguém quer saber da Constituição Portuguesa….As leis que cedem soberania nacional a desunião europeia também são inconstiucionais e ninguém faz nada nem delibera nada

  2. A acção de facto é condenável, mas isto agora parece ter entrado na moda a perseguição a todo aquele que mal trate um animal ainda que mal lhe toque e penso que a condenação popular vem muito da parte daqueles que por puro capricho ou porque é simplesmente moda têm em casa, a maioria apartamentos, animais sequestrados que para além de não ser higiénico nem justo para o animal, ainda incomodam muitas vezes os vizinhos e que os vão pôr a dejectar em jardins ou passeios públicos que deveriam servir apenas para humanos e lazer de crianças.

  3. Uma vergonha. Com este exemplo e muitos mais exemplos que o “ser humano” dá, vamos a caminho do fim, de uma maneira ou outra.

  4. Estamos em um tempo em que os juristas são bocas podres e a lei como deveria ser, a punir sumariamente os culpados, é vitima de artimanhas, burocracia, vaidades e corrupção. Parece que Deus terá que começar pelos juízes e advogados quando decidir lotar os antros mais baixos do inferno, e os entregará a Lucifer pela eternidade. São eles, os “doutores da Lei” os que mais a pervertem e são margem a impunidade sem tamanho, acintosas, hediondas, que atrasam o caminhar da nação e da humanidade. Hão de pagar o devido.

  5. Se este senhor apanhou 16 meses de prisão efectiva por maltratar um cão, quando deveria apanhar Ricardo Salgado, Oliveira e Costa e tantos outros que nos roubaram milhares de milhões de euros? Mas esses vemos dando entrevistas na TV, passeando, férias em resorts de luxo .. nem um dia estiveram presos e ando gozando com a nossa cara. Depois admiram-se do radicalismo, a justiça parece funcionar apenas para os pobres, já os ricos conseguem adiar, quase indefinidamente qualquer julgamento e escapar impunemente. Estes “partidecos” deviam legislar sobre o que importa e deixarem-se de atirar areia para os olhos das pessoas, como é o caso do PAN.

  6. pois, infelizmente poara isso existe justiça, mas no mondo dos portugueses, para quem trabalhamos isso não existe a mesma justiça

RESPONDER

Comer muitas refeições takeaway pode aumentar a probabilidade de morte

Comer demasiadas vezes refeições takeaway pode afetar negativamente a saúde das pessoas. Isto porque, muitas vezes, a comida em causa é fast food. A pandemia de covid-19 veio intensificar a adoração das pessoas pelas refeições takeaway. …

Fezes de morcego ajudam a decifrar o passado da humanidade

Uma equipa de investigadores australianos usou fezes de morcego para ajudar a entender uma parte do passado dos nossos ancestrais. Para perceber melhor como é que artefactos antigos são alterados pelo sedimento em que estão enterrados …

"É como fogo". Dezenas de pessoas morreram na República Dominicana após ingestão de álcool ilegal

Depois de dezenas de pessoas morreram por intoxicação nas últimas semanas, as autoridades da República Dominicana acabaram por fechar várias lojas de bebidas alcoólicas. As lojas de bebidas clandestinas situavam-se sobretudo na capital, Santo Domingo, mas …

Eis AlphaDog, a resposta da China para o cão-robô norte-americano Spot

A empresa de tecnologia Weilan, sediada em Nanjing, na China, desenvolveu o AlphaDog, um cão-robô que usa sensores e inteligência artificial (IA) para realizar uma série de aplicações, incluindo entrega de encomendas e orientação para …

E se a vacina contra a covid-19 se chamasse Trumpcine? O "sir" sugeriu e Donald Trump gostou

No fim de semana passado, durante um encontro do Comité Nacional Republicano, o ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que alguém sugeriu que as vacinas disponíveis contra a covid-19 deveriam receber o seu nome. …

O custo da paz mundial é bastante inferior ao custo da guerra

Um recente relatório do Instituto de Economia e Paz (IEP) conclui que o custo dos países com a violência é bem superior ao custo com a paz mundial. O Instituto de Economia e Paz estima que, …

Malta vai pagar aos turistas que visitarem a ilha durante o verão

Numa altura em que pandemia não tem dado tréguas ao setor do turismo, Malta anunciou um conjunto de medidas com o objetivo de encorajar os viajantes a visitarem o país e a ficarem hospedados nos …

Pentágono confirma que filmagens de OVNI em forma de pirâmide são autênticas

Uma nova série de imagens e vídeos de OVNIs (Objetos Voadores Não Identificados) filmados pela Marinha dos Estados Unidos foi agora confirmada como autêntica pelo Pentágono. Enquanto muitas pessoas geralmente se referem a avistamentos misteriosos …

Irão vai aumentar produção de urânio enriquecido em resposta ao “terrorismo nuclear” de Israel

O Irão justificou esta quarta-feira a decisão de enriquecer urânio a 60% como resposta ao “terrorismo nuclear” e à “maldade” israelita, referindo-se ao alegado ataque contra a central de Natanz, no domingo. “A decisão de enriquecer …

Possibilidade de ser reinfetado baixa 84% para quem já teve covid-19

Um novo estudo indica que a infeção prévia por SARS-CoV-2 protege a maioria dos indivíduos contra a reinfecção durante uma média de sete meses As probabilidades de reinfeção não descem até zero, mas um novo estudo, …