Estudo revela que mais de metade dos contágios poderá ser causado por assintomáticos

Rovena Rosa / ABr

Mais de metade dos contágios pelo novo coronavírus poderá ser provocado por transmissão assintomática, consideram investigadores norte-americanos que reforçam a importância de medidas como o uso de máscaras.

No modelo que elaboraram, estimam que 59 por cento dos contágios podem ser provocados quer por pessoas antes de desenvolverem sintomas (35%), quer por pessoas que, embora infetadas, nunca vêm a ter sintomas.

O estudo foi publicado hoje num boletim científico da Associação Médica Americana, dos Estados Unidos.

Ressalvando que o modelo é limitado porque se baseia em suposições, sem ser possível obter números exatos, defendem que reduzir o risco de propagar as infeções pelo SARS-CoV-2 passará por contar com a transmissão por assintomáticos e, especialmente, pela testagem de pessoas sem sintomas a par das outras medidas mais difundidas.

“Essas medidas podem ser suplementadas pela testagem estratégica de pessoas que não estão doentes, tais como as que estiveram expostas a casos confirmados ou estão em risco de expor outros [ao vírus] “, como trabalhadores de instalações comunitárias ou que estão em contacto frequente com o público.

Salientam que “o controlo bem-sucedido do SARS-CoV-2 não pode basear-se apenas na identificação e isolamento de casos sintomáticos, que mesmo que fosse aplicada eficazmente, seria insuficiente”.

No estudo cujo principal autor é Michael A. Johansson, da universidade norte-americana de Harvard, assume-se que “cada componente é incerta” para calcular os riscos de transmissão, pelo que se analisaram cenários diferentes baseados em dias diferentes da infeção, escolhendo a mediana de o quinto dia ser o mais passível de provocar contágio.

“Mantendo a premissa de 24% de transmissão por indivíduos que nunca tiveram sintomas, mas mudando o pico de infecciosidade para o quarto dia de infeção, a transmissão pré-sintomas aumentava para 43% e a transmissão assintomática para 67%. Um pico mais tardio, no sexto dia, diminuía a pré-sintomática para 27% e a assintomática para 51%”, exemplificam os autores do estudo.

Se o fator de reprodução do vírus (Fator R0) “num determinado contexto for 02, então é precisa uma redução de 50% na transmissão para reduzir o fator de reprodução para menos de 01”.

“Como em alguns cenários o R é provavelmente muito superior a 02, e mais de metade dos contágios podem ter origem em indivíduos que estavam sem sintomas, um controlo eficaz tem que mitigar o risco de transmissão também de pessoas sem sintomas”, concluem.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Homem budista a meditar

O tukdam - um estado mental "meio-morto" dos monges budistas - é o novo fascínio da ciência

Os monges budistas conseguem chegar a um estado de meditação tão profunda que não é detectada qualquer actividade cerebral. No Budismo no Tibete, há um conceito mítico conhecido como "thukdam" ou "tukdam". Acredita-se que este é …

Trofense 1-2 Benfica | Águias passam a rasar

O Benfica, da I Liga, venceu hoje o Trofense, da II Liga, por 2-1, no prolongamento, depois do 1-1 no tempo regulamentar, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, e segue …

Como nasceu o mito dos vampiros? Mais doenças e menos Drácula

Os vampiros são um mito com séculos de história e que podem estar associados a doenças como a raiva e a pelagra — e não ao Drácula. O vampiro é uma imagem comum na cultura pop …

Edifícios impressos em 3D pelo exército norte-americano

Exército dos EUA pode agora imprimir edifícios de cimento em 3D em zonas de desastre

O objectivo da tecnologia é facilitar a construção de casas e pontes quando são precisas com urgência em zonas afectadas por catástrofes. O Corpo de Engenheiros do exército norte-americano pode agora imprimir quartéis, bunkers e outras …

Monumento Pillar of Shame, na Universidade de Hong Kong

Pillar of Shame foi, em tempos, um testemunho da liberdade de Hong Kong. Agora, dizem-lhe adeus

Em tempos, a escultura Pillar of Shame, plantada na Universidade de Hong Kong, foi um testemunho das liberdades da cidade. Agora, está a ser removida. Exposta há mais de 20 anos na Universidade de Hong Kong, …

Arquitetura em nome do amor. Homem constrói casa giratória para que a esposa possa escolher a vista

Na Bósnia, um autodidata de 72 anos construiu uma casa invulgar: a habitação gira 360 graus para mudar de vista. Algumas das mais bonitas obras arquitetónicas do mundo nasceram em nome do amor. É o …

Novo SEF deverá chamar-se Agência para as Migrações e Asilo

Afinal, já não vai haver um Serviço de Estrangeiros e Asilo (SEA) para substituir o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), mas sim uma Agência Portuguesa para as Migrações e Asilo (APMA). De acordo com o …

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, com o guarda-redes Diogo Costa

Diogo Costa renova com o FC Porto até 2026

O guarda-redes Diogo Costa renovou contrato com o FC Porto até 2026, anunciaram os dragões, na tarde deste sábado. Diogo Costa, de 22 anos, aproveitou a lesão de Marchesín no início da temporada e assumiu a …

O algoritmo das plataformas de streaming afeta o que vemos (e quem somos)

As plataformas de streaming usam um algoritmo que afeta aquilo que vemos e o que queremos ver, moldando a nossa personalidade. Squid Game, o drama coreano distópico da Netflix, tornou-se a série mais vista lançada pela …

BPN e Banif custam mais do que alívio de IRS e subida de pensões

A despesa prevista no OE2022 para os veículos financeiros dos antigos Banif e BPN supera o valor previsto para medidas como o alívio no IRS e o aumento extra das pensões. Tal como destaca o Dinheiro …