Estudantes podem pagar propinas em atraso desde 2011 e até 2018 sem juros e em prestações

Marcos Santos / USP

A lei previa, em caso de não pagamento das propinas, a nulidade dos atos curriculares e a suspensão da matrícula e da inscrição. Mas o novo plano de regularização permite que alunos se matriculem.

Uma norma transitória do plano de regularização de dívidas publicada esta segunda-feira em Diário da República traz novidades para os estudantes do Ensino Superior que têm propinas em atraso. As dívidas podem ser pagas em prestações mensais, sem juros e os alunos não ficam impedidos de se matricularem.

A partir desta terça-feira, os estudantes vão poder formalizar um pedido deste plano junto da Instituição de Ensino Superior (IES) e deixar de ter de assumir despesas como juros e custas. A notícia é avançada na versão impressa do Jornal de Notícias.

O artigo 29 da Lei n.º37/2003 previa, em caso de não pagamento das propinas, a nulidade dos atos curriculares e a suspensão da matrícula e da inscrição anual do aluno. No entanto, este plano de regularização de dívidas vem permitir “o acesso do aluno a todos os serviços da IES pública, nomeadamente emissão de diploma ou certidão de conclusão ou qualquer documento informativo do seu percurso académico”.

Este mecanismo extraordinário de regularização de dívidas aplica-se aos valores “cuja liquidação ou notificação de liquidação tenha ocorrido entre 1 de janeiro de 2011 e 31 de agosto de 2018”. A partir desse período, de acordo com o que o secretário de Estado do Ensino Superior revelou ao JN, “serão objeto de definição em portaria”.

“A adesão ao plano depende de acordo livre e esclarecido celebrado entre o aluno e a instituição de ensino superior pública, no qual se determine o plano de pagamentos definido, e implica consequentemente a suspensão dos juros de mora que se vençam após a apresentação do pedido, bem como permite o acesso do aluno a todos os serviços da instituição de ensino superior pública, nomeadamente emissão de diploma ou certidão de conclusão ou qualquer documento informativo do seu percurso académico”, refere a norma transitória publicada em Diário da República.

“Não estando definido um horizonte temporal, com este valor não será muito longo porque não são dívidas muito grandes”, disse ao JN o secretário de Estado do Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira, referindo-se aos 44 euros mensais mínimos que a prestação deverá ser. Este plano vem determinar “o arquivamento dos processos de execução fiscal e cobrança coerciva que existam, incluindo dos casos em que haja penhora”.

“O cumprimento integral do plano de pagamentos determina a extinção da obrigação de pagamento dos valores devidos a título de custas, juros e outras penalizações”, salientando que o programa em questão destina-se a estudantes e antigos estudantes que estejam ou tenham estado matriculados e inscritos em ciclos de estudos conferentes de grau ou em cursos de curta duração (dois anos), é de adesão voluntária e deve ser apresentado até 30 de abril de 2020.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam tinta ultra-branca que ajuda a arrefecer as superfícies

Cientistas criaram uma nova tinta ultra-branca que pode refletir 95,5% da luz solar que chega à sua superfície. De acordo com o site IFLScience, esta propriedade permite que algo revestido com esta tinta ultra-branca, como, por …

Morreu Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos

O empresário Sindika Dokolo faleceu, nesta quinta-feira, no Dubai, aos 48 anos de idade, durante a prática de mergulho. A morte do empresário de origem congolesa já foi confirmada à Lusa por uma fonte ligada à …

Lagostins autoclonados invadiram (e conquistaram) um cemitério na Bélgica

Um cemitério na Bélgica foi completamente invadido por lagostins marmoreado. De acordo com o Instituto Flamengo para Pesquisa da Natureza e da Floresta (INBO), a espécie representa uma grande ameaça para a biodiversidade local. Segundo o …

Benfica 3-0 Standard Liège | “Águia” voa de forma imperial

A noite foi de festa no Estádio da Luz para os cerca de 4875 espectadores – 7,5% por cento da lotação – que se deslocaram ao reduto dos “encarnados” esta quinta-feira. O Benfica venceu por 3-0 …

Urnas abertas no Minecraft. Servem para ensinar os jovens a votar nas eleições

A organização não partidária e sem fins lucrativos Rock the Vote e a empresa criativa Sid Lee uniram-se para criar um servidor de "casa de votação" no popular jogo Minecraft antes das eleições presidenciais de …

Zorya Luhansk 0-2 Braga | “Nota artística” em triunfo minhoto

Dois jogos, duas vitórias para o Sporting de Braga no Grupo G da Liga Europa. Uma entrada de rompante em jogo, com dois golos espectaculares nos primeiros 11 minutos, permitiram aos “arsenalistas” controlar e lidar …

Amostra de ADN desvenda homicídio cometido há quatro décadas

Uma amostra de ADN, colhida de um norte-americano da Carolina do Sul após este ser detido por apontar uma arma, permitiu às autoridades desvendar um caso antigo, identificando-o como principal suspeito do homicídio de uma …

Investigadores portugueses criam simuladores para treinar médicos à distância

Investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) desenvolveram, durante o confinamento, um método para os estudantes treinarem para cenários de emergência sem saírem de casa. Em declarações à Lusa, Carla Sá Couto, do …

Restam apenas dois rinocerontes brancos do norte (mas há uma esperança para salvar a espécie)

Com a morte do último macho em 2018, o rinoceronte branco do norte chegou ao ponto em que não pode ser salvo naturalmente. Com apenas duas fêmeas restantes, a subespécie é agora tida como oficialmente …

Há uma região na América do Norte sem qualquer caso de covid-19. Tem a dimensão do México

Nunavut, uma região localizada no norte do Canadá, continua sem registar nenhum caso de covid-19. A receita para o sucesso tem vários ingredientes, mas as caraterísticas especiais da região e as medidas rígidas tomadas logo …