Estudante escreve 14 livros encriptados e desaparece misteriosamente

Um estudante de psicologia brasileiro, de 24 anos, está desaparecido desde o fim do mês passado. A ausência do jovem no entanto, parece esconder mais mistérios do que um simples desaparecimento.

Bruno Borges, estudante de psicologia de Rio Branco, no estado brasileiro do Acre, foi visto pela última vez no dia 27 de março, quando o pai se deu conta de que o filho não estava em casa, e decidiu entrar em seu quarto, encontrando um cenário surreal.

O quarto de Bruno esteve trancado 24 dias, durante uma viagem dos pais, durante a qual o estudante trabalhou arduamente para construir uma impressionante “instalação” – antes de desaparecer por completo.

Ao abrir o quarto do filho, em vez dos dos móveis, o pai encontrou uma estátua do filósofo italiano Giordano Bruno, 14 livros escritos a mão e encriptados com um código secreto, e as paredes e chão completamente cobertos com trechos dos livros, inscrições encriptadas, ilustrações e pinturas – entre as quais a de uma criatura extra-terrestre.

Segundo Gabriela Borges, irmã mais velha de Bruno, o estudante manteve o quarto trancado durante 24 dias, período em que os pais estavam de viagem.

“Ele dizia que era um projeto dele, eu perguntei porque é que eu, a sua própria irmã, não podia saber que projeto é que ele tinha, mas ele dizia-me que dentro de duas semanas saberíamos”, conta Gabriela. “Ele é um adulto e tem a privacidade dele. Isso incomodava-me, mas eu não podia arrombar a porta”, explica a irmã do jovem.

(cv) G1

-

Através de uma espécie de “chave” deixada pelo estudante desaparecido, que parece relacionar letras com os símbolos encriptados, Gabriela Borges conseguiu descodificar partes dos escritos do irmão, entre entre as quais o título de um dos seus 14 misteriosos livros: “A teoria da absorção de conhecimento”.

Segundo a mãe de Bruno, o estudante estava há um ano a trabalhar em 14 livros que, dizia o estudante, “transformariam a humanidade de uma forma boa“. Para realizar o seu projecto, Bruno pediu emprestados 6 mil euros a um primo e deixou de trabalhar.

Segundo diz à Globo o pai, o empresário Athos Borges, “Bruno desapareceu apenas com uns calções às riscas e uma camisa branca. Não levou mais nada. Já tentámos ligar-lhe, mas tem o telemóvel desligado.

O desaparecimento do jovem estudante está a ser investigado pela polícia brasileira, segundo a qual “todas as possibilidades estão a ser consideradas, mas o caso encontra-se em sigilo”.

(dr) Rede Amazônica Acre

-

Admirador de Giordano Bruno, leitor da bíblia e de Shakespeare, Bruno, conta a família, é um estudante voraz, com alta capacidade intelectual e sem problemas psicológicos.

A mãe diz que o estudante deve ter feito a sua “instalação” em segredo por saber que a família reagiria com medidas drásticas, provavelmente internando-o, se visse o seu trabalho antes de o terminar.

Segundo a Globo, a estátua de Giordano Bruno encontrada no quarto do jovem foi feita por Jorge Rivas Plata, um escultor peruano a quem Bruno Borges, sem lhe dar qualquer explicação. “Rivas, tenha paciência que você vai ser conhecido em todo o mundo“, conta o artista peruano.

Agora, além de procurar o filho, a família procura também um especialista que possa decifrar os escritos, e que neles possa encontrar pistas acerca do seu paradeiro.

O “desaparecimento do Menino do Acre” não tardou a tornar-se um dos temas mais populares na internet brasileira, e começou até a espalhar-se globalmente.

Por um lado, adeptos das mais variadas teorias da conspiração estão em delírio com as inúmeras possibilidades que tão peculiar caso oferece: vídeos no YouTube, memes que circulam nas redes sociais, textos conspiratórios ou simplesmente teorias que procuram explicar em detalhe as misteriosas escrituras de Bruno Borges.

Por outro lado, os inevitáveis “myth busters” tentam desmistificar o caso, defendendo que não passa tudo de um enorme embuste.

Uma coisa é certa, ninguém conseguiu até agora explicar exactamente o significado das escrituras e ilustrações deixadas pelo estudante – nem onde se encontra Bruno Borges.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Afinal, Vénus pode não ser tão semelhante à Terra como pensávamos

Uma nova investigação questiona a habitabilidade de Vénus, planeta que os cientistas consideram há pouco tempo numa outra investigação poder ter um clima habitável semelhante ao da Terra. De acordo com a nova investigação, cujos …

Há gelo no polo sul da Lua e pode ter muitas fontes

Um novo estudo sugere que o gelo encontrado na superfície lunar pode ter milhares de milhões de anos, além de ter surgido de diferentes fontes. O estudo, publicado recentemente na Icarus, sugere que a maioria do …

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …