Estivadores de Setúbal aprovam acordo e põem fim à greve

André Areias / Lusa

Os trabalhadores do Porto de Setúbal aprovaram o acordo que vai pôr fim à greve às horas extraordinárias e também ao impasse na Autoeuropa, avança o jornal Público esta sexta-feira.

Os estivadores chegaram a acordo com os operadores portuários para a integração de 56 trabalhadores no Porto Setúbal. A notícia foi avançada à Lusa pelos estivadores desta estrutura portuária.

As mesmas fontes confirmaram que o acordo já foi aprovado pelos trabalhadores eventuais que se recusavam a apresentar-se ao trabalho desde o dia 5 novembro.

Depois de uma ameaça de uma paragem forçada na fábrica de Palmela, o Público avança que os trabalhadores do Porto de Setúbal aprovaram o acordo que vai pôr fim à greve às horas extraordinárias e ao impasse na Autoeuropa. O acordo foi confirmado pelo matutino junto dos trabalhadores e junto do gabinete da ministra do Mar.

Assim, de acordo com o jornal, os estivadores de Setúbal aprovaram o regresso às horas extraordinárias já na próxima segunda-feira. Em greve desde dia 5 de novembro, o Governo terá dado, nas últimas horas, garantias aos representantes sindicais de que vai ajudar a encontrar uma solução para o diferendo dos trabalhadores efetivos, que representam 10% dos estivadores naquele porto.

Os termos da proposta levada a votação nesta sexta-feira indicavam que a greve deverá, no entanto, manter-se no Porto de Leixões, o que não afetaria o escoamento dos carros da Autoeuropa. Segundo o Público, isto significa que o acordo fechado desde 30 de novembro, para a contratação de 56 trabalhadores eventuais, pode avançar.

Assim, neste novo cenário, fica resolvida a situação que estava a afligir a administração da Autoeuropa, o Governo e a casa-mãe da Volkswagen, na Alemanha.

Os trabalhadores continuavam a trabalhar normalmente, mas foram alertados para a possibilidade de serem forçados a parar “por tempo indeterminado”, porque na sede da Volkswagen, em Wolfsburgo, se começou a questionar o envio de motores para Portugal, tendo em conta que a produção não estava a ser escoada.

Nas últimas horas, viveram-se horas de grande ansiedade em Palmela, temendo-se uma paragem forçada por tempo indeterminado. “Estamos todos na expectativa em relação ao que a ministra vai anunciar”, disse ao jornal um dos representantes dos trabalhadores.

O porto de Setúbal está praticamente parado há mais de um mês devido à recusa dos estivadores eventuais em se apresentarem ao trabalho, em protesto contra a situação de precariedade em que se encontram, alguns há mais de 20 anos.

Os estivadores eventuais, sem contrato de trabalho e sem quaisquer regalias, além do salário que recebem por cada turno realizado, representam a maioria da mão-de-obra disponível no porto de Setúbal, pelo que a recusa em se apresentarem ao trabalho tem inviabilizado a operação de movimentação de cargas.

“Dia extremamente importante para o Porto de Setúbal”

“É um dia extremamente importante para o Porto de Setúbal e naturalmente para a economia portuguesa, mas acima de tudo para todos os trabalhadores do Porto de Setúbal”, afirmou a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, resumindo o acordo assinado entre o Governo e os trabalhadores do Porto de Setúbal.

O acordo, assinado durante a conferência, põe fim à greve às horas extraordinárias. A ministra do Mar anunciou ainda a contratação imediata de 56 trabalhadores, bem como a contratação a curto prazo de mais dez trabalhadores.

Esta negociação não foi feita “sob pressão”, disse a ministra, adiantando que “todos os dias foram conseguidas pequenas conquistas”. “Tudo é para ser resolvido tão depressa quanto possível e tão devagar quão necessário.”

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Deixaram de ter quem lhes financiasse os dias de Greve?
    È como as Srs enfermeiras/os, já tem um plafond que dá quase para 1 ano de greve. Quem será que está a financiar esta gentinha?
    O que devia de acontecer era terem familiares muito próximos que necessitassem de ser operados e por causa da greve dos Srs enfermeiras/os, não sobrevivessem. Claro que os familiares não tem culpa, mas tb as pessoas que estão a morrer por culpa da greve não tem culpa.
    Que fiquem com um grande peso na consciência se é que a têm. Penso que a Srª Bastonária não deve ter ao vir para a televisão gabar-se das cirurgias adiadas e do mal que está a causar aos portugueses

  2. Quanto a mim o que eles vão pôr é fim às empresas naquela região do país, a história deve estar prestes a repetir-se a não ser que haja empresários com pachorra para aturar tanta irresponsabilidade o que não me parece pois as exigências de mercado não se compadecem com tais argumentos.

Responder a mm Cancelar resposta

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …