Este ano já morreram mais mulheres por violência doméstica em Portugal do que no Brasil

Tânia Rêgo / Agência Brasil

Desde o início do ano morreram já nove mulheres assassinadas às mãos de namorados, maridos, ex-companheiros ou outros familiares. Feitas as contas, e em termos proporcionais, Portugal ultrapassa assim o número de crimes de violência doméstica registados no Brasil em igual período.  

De acordo com o Jornal de Notícias, que avançou os números na sua edição desta terça-feira, morreram já nove mulheres desde o início de 2019, valor equivalente a um terço do número total de vítimas registado em todo o ano de 2018. Tendo em conta as estatísticas, 2019 arranca com “números preocupantes”. 

No Brasil, e de acordo com um levantamento feito pelo professor Jefferson Nascimento, da Universidade de São Paulo, morreram 100 mulheres desde o início de 2019. O estudo, divulgado pelo portal Último Segundo e pela Globo, dá conta que a maioria dos casos ocorre ao fim de semana, frisando que os números demonstram uma tendência alarmante.

Fazendo as contas, e tendo em conta a população de cada país, morreram em Portugal 0,9 mulheres por milhão de habitante desde o início do ano, enquanto no Brasil morreram 0,5 mulheres por milhão de habitante – ou seja, Portugal registou quase o dobro de mortes em termos proporcionais e em período homólogo do que o Brasil.

 

Esta tendência parece replicar-se quando os números de Portugal comparados com os dos Estados Unidos. De acordo com Henrique Raposo, comentador da Rádio Renascença, “no contexto de violência doméstica, morrem mais mulheres per capita em Portugal do que nos Estados Unidos”, revelou.

“Acho que só muda quando, nós, portugueses, revisitarmos as narrativas que temos sobre nós”, apontou o comentador, acrescentando que “Portugal não é de brandos costumes, não somos um povo especial, mais brando e mais doce do que os outros”.

“Há uma situação de terrorismo doméstico no país. Morrem mais mulheres de terrorismo doméstico em Portugal do que terrorismo”, notou Elisabete Brasil, da associação União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR), fazendo uma leitura destes números ao jornal i.

O último Relatório Anual de Segurança Interna (RASI), publicado em março do ano passado, revelou que em 2017 apenas 15% das queixas de violência doméstica estiveram-se numa acusação junto do Ministério Público. Os restantes 85% dos casos não chegaram aos tribunais devido a arquivamento ou outro qualquer motivo.

Segundo o mesmo documento, em 2017 foram registadas pelas forças de segurança 26.713 participações por violência doméstica, das quais 22.599 foram contra cônjuge ou análogos. O relatório mostra ainda que nesse ano foram efetuadas cerca de 27 mil avaliações de risco e mais de 20 mil reavaliações.

Relativamente ao nível do risco atribuído na avaliação inicial, lê-se, 22% dos casos foram classificados de risco elevado, 51% de risco médio e 27% de risco baixo.

SA, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Esta notícia parece-me falha!
    Estou a viver no Brasil e tem o que eles chamam de Feminicídio.
    TODOS os dias morrem VARIAS mulheres pelas mãos dos companheiros. Tanto que têm varias campanhas em andamento para denuncia etc.
    Não sei onde foram buscar essas vossas estatísticas mas eu duvido que estejam correctas.
    Vi ali em cima… 100 casos no Brasil… isso deve ser a estatística de duas semanas, não acredito que seja sequer de um mês!!

    • Caro leitor,
      A nossa notícia refere com clareza que os dados foram obtidos após “um levantamento feito pelo professor Jefferson Nascimento, da Universidade de São Paulo”, e divulgados pelo portal Último Segundo e pela Globo.
      Portanto, quando diz que “não sabe onde fomos buscar essas vossas estatísticas”, é porque está a comentar sem ter lido a notícia, ou porque leu a frase acima e não a percebeu?
      E se lhe “parece falha” a notícia, e “não acredita” nos dados, pode indicar uma fonte que nos possa então a nós “parecer” menos falha do que a nossa fonte, e em que possamos “acreditar” mais do que na nossa fonte?
      Ou na realidade pressupõe que nós e os nossos leitores devemos “acreditar” mais naquilo em que acredita o senhor, e no que lhe parece a si, do que nas fontes que consultámos?

RESPONDER

Criada tecnologia que traduz pensamentos diretamente em texto

Uma equipa de investigadores diz ter criado um sistema capaz de traduzir sinais cerebrais diretamente em texto escrito. Este é um passo promissor para que no futuro seja possível escrever num computador apenas com o …

Desaparecimentos, mistérios e lendas. O Triângulo do Alasca pode ser mais perigoso do que o das Bermudas

Milhares de pessoas desaparecem todos os anos no estado norte-americano do Alasca, fazendo lembrar as histórias do Triângulo das Bermudas, onde aviões e navios desapareceram sem deixar rastro. De acordo com a revista The Atlantic, três …

Descobertas sete novas aranhas-pavão. E uma parece um quadro de Van Gogh

Foram encontradas sete novas espécies de aranha do género Maratus. E há uma que se destaca por se parecer com "A Noite Estrelada", famoso quadro de Vincent Van Gogh. Nos últimos anos, as aranhas-pavão (do género Maratus) …

Estado de emergência no México suspende produção de cerveja Corona

Nem toda a publicidade é boa publicidade. Que o diga a cerveja mexicana Corona que, em tempos de pandemia, partilha o nome com o vírus de que já ninguém quer ouvir falar. Segundo o jornal The …

Gás natural pode transformar Moçambique no "Qatar de África" (se os jihadistas deixarem)

A descoberta de gás natural em Moçambique é vista como uma grande esperança para o país que, à boleia dos avultados investimentos que está a receber de grandes multinacionais, sonha tornar-se no "Qatar de África". …

Afinal, os 1.000 ventiladores doados por Elon Musk podem não ser completamente inúteis

Elon Musk, CEO da Tesla, doou mil ventiladores do tipo errado a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Agora, afinal, os ventiladores vão poder ser usados em casos de …

Cientistas preveem quatro grandes furacões no Atlântico em 2020

Cientistas da Universidade Estadual do Colorado, nos Estados Unidos, preveem que se formem quatro grandes furacões no Oceano Atlântico em 2020. De acordo com os especialistas, estes quatro furacões serão de categoria 3 a 5 na …

Neymar doa 870 mil euros para luta contra a pandemia no Brasil

O futebolista internacional brasileiro Neymar doou cerca de 870 mil euros para a luta contra a pandemia covid-19 no seu país, revelou esta sexta-feira o canal SBT. Segundo a estação de televisão brasileira, o contributo de …

França confiscou quatro milhões de máscaras destinadas a Espanha e Itália

As autoridades francesas apreenderam quatro milhão de máscaras que uma empresa sueca transportava da China para a Espanha e Itália no início do mês. A disputa diplomática foi revelada na quarta-feira pela revista francês L'Express. Segundo …

Sobe para 52 o número de elementos da PSP infetados

Subiu esta sexta-feira para 52 o número de elementos da PSP infetados com covid-19, revelou esta força de segurança, dando conta que está a ser assegurado apoio psicológico a todos os polícias com 30 profissionais. Em …