Este ano já morreram mais mulheres por violência doméstica em Portugal do que no Brasil

Tânia Rêgo / Agência Brasil

Desde o início do ano morreram já nove mulheres assassinadas às mãos de namorados, maridos, ex-companheiros ou outros familiares. Feitas as contas, e em termos proporcionais, Portugal ultrapassa assim o número de crimes de violência doméstica registados no Brasil em igual período.  

De acordo com o Jornal de Notícias, que avançou os números na sua edição desta terça-feira, morreram já nove mulheres desde o início de 2019, valor equivalente a um terço do número total de vítimas registado em todo o ano de 2018. Tendo em conta as estatísticas, 2019 arranca com “números preocupantes”. 

No Brasil, e de acordo com um levantamento feito pelo professor Jefferson Nascimento, da Universidade de São Paulo, morreram 100 mulheres desde o início de 2019. O estudo, divulgado pelo portal Último Segundo e pela Globo, dá conta que a maioria dos casos ocorre ao fim de semana, frisando que os números demonstram uma tendência alarmante.

Fazendo as contas, e tendo em conta a população de cada país, morreram em Portugal 0,9 mulheres por milhão de habitante desde o início do ano, enquanto no Brasil morreram 0,5 mulheres por milhão de habitante – ou seja, Portugal registou quase o dobro de mortes em termos proporcionais e em período homólogo do que o Brasil.

 

Esta tendência parece replicar-se quando os números de Portugal comparados com os dos Estados Unidos. De acordo com Henrique Raposo, comentador da Rádio Renascença, “no contexto de violência doméstica, morrem mais mulheres per capita em Portugal do que nos Estados Unidos”, revelou.

“Acho que só muda quando, nós, portugueses, revisitarmos as narrativas que temos sobre nós”, apontou o comentador, acrescentando que “Portugal não é de brandos costumes, não somos um povo especial, mais brando e mais doce do que os outros”.

“Há uma situação de terrorismo doméstico no país. Morrem mais mulheres de terrorismo doméstico em Portugal do que terrorismo”, notou Elisabete Brasil, da associação União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR), fazendo uma leitura destes números ao jornal i.

O último Relatório Anual de Segurança Interna (RASI), publicado em março do ano passado, revelou que em 2017 apenas 15% das queixas de violência doméstica estiveram-se numa acusação junto do Ministério Público. Os restantes 85% dos casos não chegaram aos tribunais devido a arquivamento ou outro qualquer motivo.

Segundo o mesmo documento, em 2017 foram registadas pelas forças de segurança 26.713 participações por violência doméstica, das quais 22.599 foram contra cônjuge ou análogos. O relatório mostra ainda que nesse ano foram efetuadas cerca de 27 mil avaliações de risco e mais de 20 mil reavaliações.

Relativamente ao nível do risco atribuído na avaliação inicial, lê-se, 22% dos casos foram classificados de risco elevado, 51% de risco médio e 27% de risco baixo.

SA, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Esta notícia parece-me falha!
    Estou a viver no Brasil e tem o que eles chamam de Feminicídio.
    TODOS os dias morrem VARIAS mulheres pelas mãos dos companheiros. Tanto que têm varias campanhas em andamento para denuncia etc.
    Não sei onde foram buscar essas vossas estatísticas mas eu duvido que estejam correctas.
    Vi ali em cima… 100 casos no Brasil… isso deve ser a estatística de duas semanas, não acredito que seja sequer de um mês!!

    • Caro leitor,
      A nossa notícia refere com clareza que os dados foram obtidos após “um levantamento feito pelo professor Jefferson Nascimento, da Universidade de São Paulo”, e divulgados pelo portal Último Segundo e pela Globo.
      Portanto, quando diz que “não sabe onde fomos buscar essas vossas estatísticas”, é porque está a comentar sem ter lido a notícia, ou porque leu a frase acima e não a percebeu?
      E se lhe “parece falha” a notícia, e “não acredita” nos dados, pode indicar uma fonte que nos possa então a nós “parecer” menos falha do que a nossa fonte, e em que possamos “acreditar” mais do que na nossa fonte?
      Ou na realidade pressupõe que nós e os nossos leitores devemos “acreditar” mais naquilo em que acredita o senhor, e no que lhe parece a si, do que nas fontes que consultámos?

Responder a ZAP Cancelar resposta

Portugal com mais 13 mortos e 552 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 13 mortos relacionados com a covid-19 e 552 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo os dados a DGS, a região …

TilTok anuncia acordo com Oracle e Wallmart e adia proibição nos EUA

A aplicação TikTok, detida pela sociedade chinesa ByteDance e ameaçada de ser proibida nos Estados Unidos, anunciou este domingo um acordo de princípio com a Oracle, como parceiro tecnológico, e com a Walmart, em termos …

As gaivotas são inoportunas? Saiba que as suas fezes podem valer mil milhões de dólares

Afinal, as gaivotas podem ser animais bem mais interessantes do que aquilo que a maioria das pessoas pensa. É que as suas fezes são muito valiosas e os seus nutrientes fertilizam campos agrícolas e recifes …

Super-vulcão Yellowstone registou 91 terramotos em apenas 24 horas

Os vulcanólogos têm andado atentos ao super-vulcão localizado no Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) relatou recentemente a ocorrência de 91 terremotos em apenas 24 horas. Estes …

Cartoonista alemão Frank Hoppmann é o vencedor do 15.º World Press Cartoon

O 'cartoonista' alemão Frank Hoppmann, com a caricatura do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, é o vencedor da 15.ª edição do World Press Cartoon, foi hoje anunciado nas Caldas da Rainha, na cerimónia de entrega de …

Pequena e funcional. Assim se carateriza a Tiny House (que ainda evita dores de joelhos)

Esta pequena casa móvel pode ser a solução que procura. Devido à sua arquitetura dinâmica é ótima para pessoas com problemas de articulações e que sofrem com dores joelhos, pernas cansadas ​​ou dores nas costas. Hoje …

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …

Milhares de pássaros migratórios estão (misteriosamente) a morrer no Novo México

Um elevado número de pássaros migratórios está a morrer em todo o Novo México, numa misteriosa mortalidade em massa que está a preocupar os cientistas. Estima-se que o número de pássaros mortos seja de centenas de …

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …