/

Estalou o verniz no PS/Porto. Autarca de Paços de Ferreira recusa recandidatar-se com “este PS concelhio”

24

Estalou o verniz no PS/Porto. O presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, Humberto Brito, declarou que não aceitará recandidatar-se ao cargo pela terceira vez “com este PS” concelhio.

De acordo com o jornal Público, a comissão política da distrital do PS-Porto, liderada por Armanda Fernandez, ratificou o nome do atual autarca para se recandidatar à Câmara Municipal de Paços de Ferreira, mas com “algumas condições”.

A resposta não se fez esperar. Humberto Brito, que em 2013 ganhou para o PS a Câmara de Paços de Ferreira, afirmou, numa publicação na sua página do Facebook, que não se vai recandidatar ao cargo.

“O que me fez entrar na política foi combater os interesses instalados, as negociatas, os favores, os esquemas, os lugares, os tachos. Assim, continuarei a combater todos aqueles que querem servir-se do PS para voltar a um passado que combati. Defendo valores e princípios e não cedo à chantagem dos lugares/tachos!”, escreveu na publicação.

“A resposta é não. Não aos interesses, às negociatas. Jamais. (…) Mas nunca, nunca, nunca cederei. Nunca perderei a honra de tudo o quanto o meu pai me ensinou apenas para me manter no lugar”, continuou. “Assim, com este PS em Paços de Ferreira anuncio publicamente que não voltarei a ser candidato à câmara municipal! Na política, como na vida, não vale tudo! E para mim há valores maiores!”

“Não estou disponível para discutir lugares e não contem comigo para isso. Nunca serei candidato com este PS concelhio. Lamento esta situação e reafirmo que não estou disponível para ser candidato apenas para me manter no lugar de presidente”, disse Humberto Brito, em declarações ao Público.

Não me vou vergar para ceder aos interesses particulares de alguns que querem ir à boleia da candidatura à câmara municipal”, declarou, assegurando ainda que não vai “trair a confiança” da sua equipa, tirando pessoas do executivo, da assembleia municipal e juntas de freguesia para que outras entrem. “Seria uma desonestidade profunda”.

O socialista lamentou também que o presidente da federação do PS-Porto “tenha ignorado” uma petição que pedia o afastamento de Armanda Fernandez. A “petição foi subscrita por todos os membros da assembleia municipal, membros do executivo e por 80% dos militantes ativos”, segundo o autarca.

Em declarações ao mesmo jornal, Armanda Fernandez negou ter imposto condições à recandidatura de Humberto Brito e acusou-o de “não dialogar” com a concelhia. “Nunca impus nada a ninguém, a única coisa que quero é respeito pelo órgão a que presido”.

“Não podemos ratificar o que não conhecemos”, afirmou ainda, admitindo avançar com uma “queixa à direção nacional do PS”.

Manuel Pizarro declarou que o nome de Humberto Brito “foi ratificado, por unanimidade”, pela federação distrital do Porto, e reiterou ainda que o autarca tem o apoio da distrital do PS para se recandidatar.

“A federação distrital do Porto confia na qualidade do trabalho autárquico realizado pelo PS em Paços de Ferreira, sob a liderança do dr. Humberto Brito, e essa é a condição da vitória eleitoral que estamos certos de alcançar em 2021”, disse.

Sobre a petição, Pizarro disse que o “secretariado da federação, com acordo dos peticionantes e da comissão política concelhia, constituiu um grupo técnico para dirigir o processo eleitoral”.

  Maria Campos, ZAP //

24 Comments

  1. Já não bastava ao PS (nacional) estar umbilicalmente ligado ao ESCÂNDALO SÓCRATES/IVO ROSA, como agora são as partidarites distritais e concelhias socialistas a dar cabo dos bons elementos que conseguiram arranjar no passado recente!
    Gente sem valor, oportunistas de meia tigela, candidatos a “cozinhar” em tachos cor de rosa as comezainas que o povo português não aceita, sequer, provar. Quanto mais comer!
    Foi tão difícil destronar a Direita (PSD e CDS) de Paços de Ferreira!
    E agora vem uma Armanda qualquer arvorar-se em sabichona, quiçá fazendo contas de cabeça aos lucros financeiros que poderá ver a somar!
    Mas cuidado! Ainda há Socialistas sérios e dignos.
    E o actual Presidente das Câmara é um deles!

    • Está acontecer exatamente igual no Concelho de Paredes.
      O Candidato pelo PS na Freguesia de Louredo, nas últimas Eleições perdeu por 84 (OITENTA E QUATRO) Votos, para o PSD!!!
      Era mais que espectável CORRETO/JUSTO ser reconduzido como Candidato pelo Partido Socialista para as próximas Eleições!! Mas, mas por OBRA DO ESPIRITO SANTO … foi afastado sem qualquer Justificação, e foi substituído pelo ATUAL Presidente da Junta PSD.. Sim, sim, vai ser substituído por aquele (PSD) que ganhou a Junta por 84 Votos. Porque, será? Se é por ser uma equipa perdedora não convence … é que HÁ QUEM TENHA PERDIDO 2 (DUAS) VEZES e vai a TERCEIRA

  2. Aqui está uma prova de que partidos metidos em poder local mais desvirtuam as suas funções do que lhes dão valor acrescentado. As pessoas conhecem-se e muitas vezes são impostos pelos partidos pessoas estranhas ao município por interesses duvidosos. Por alguma razão os partidos tentam travar candidaturas independentes!

    • Não conheço candidaturas independentes, todos são de uma forma direta ou não com apoios partidários, outros, são Chicos espertos que depois de se servirem dos Partidos, e da possibilidade, e apoio, que os partidos lhes deu para serem conhecidos, passarem a independentes para se libertarem das amarras, disciplina, e obrigações para com os Partidos que os elege,
      Veremos o final da história.

      • Há de uns e de outros, há os oportunistas que mudam de partido, há os que desistem do partido e tornam-se independentes, há os que lá dentro se sentem mais protegidos e haverá aqueles que se recusam a seguir a doutrina partidária que optam por defender os seus princípios e ideias, estes nada agradam aos partidos que não toleram concorrência.

  3. Ainda bem que este teve coragem de desmascarar o ADN do PS, ou seja, em caso tudo em que esteja metido, há sempre compadrio, favorecimento de interesses instalados, negociatas, favores, esquemas, lugares para os seus, tachos e até, nalguns casos, corrupção. Já não se endireita, principalmente, após o que se passou com o Sócrates, apesar do pretendido afastamento que a direção vai manifestando, unicamente para cair no esquecimento, ou seja apagar a chama….

    • Por outras palavras, Costa disse que Sócrates não é o PS, mas logo a seguir borrou a escrita toda, elogiando os anteriores secretários gerais do PS, Sócrates incluído, logicamente. Ao que chega o contorcionismo dos políticos. O ADN do PS, esse permanece, pese embora a oratória sub-reptícia.

  4. Parabéns sinceros dr. Humberto Brito! Mostra a todos os corruptos do PS que é digno de respeito, tem urbanidade e sobretudo, tem coluna vertebral não alinhando com Manueis Piçarros e outra comandita idêntica, essa mesma, que apenas procura tachos não olhando a meios para conseguir os intentos. Sempre votei PS mas neste momento não me falem nestes socialistas, não prestam porque só têm um objectivo – ficarem ricos rapidamente por meios ilícitos. Por alguma razão ainda não vimos os responsáveis centrais defender leis que punam os corruptos e ladrões.

  5. Não considero bronca nenhuma, ou estalar de Verniz, aliás se o o Senhor, que não conheço, for por esse tipo de linguagem, por argumentos do gênero, está a decepcionar os princípios que diz defender e com os quais me identifico, defendo e apoio, agora quando diz por este PS já fico em dúvida sobre as pretensões e os tais princípios, aguardo para ver, não acredito que qualquer outro Partido, ou outro PS seja diferente deste, daí a Solução coerente é o Sr. Não se candidatar, ponto, se tal não acontecer, a candidatura seja a que pretexto for passa a uma habilidade de Chico esperto, em nada louvável.

  6. Parece que ainda ha gente com princípios. Por aqui se ve as negociatas que ha por trás das candidaturas. Este Ps é só tesourinhos deprimentes.

  7. A acreditar que o homem não se vai recandidatar nem pelo PS nem como independente é um bom exemplo da honestidade politica que é rara em politicos nacionais. Naturalmente que por detrás existirão problemas de relacionamento que desconhecemos mas não quero acreditar que faça um volta atrás tal a firmeza das declarações.

  8. a acreditar que não sei vai mesmo recandidatar elo PS ou como independente este em principio será um dos raros exemplos nacionais de honestidade politica no exercicio de um cargo autárquico. seguramente que por detrás da decisão estarão relacionamentos que desconhecemos, pressões, lobbies para colocar amigos porque em ano de autárquicas todos querem ir ao pote mas o pote é demasiado pequeno.

    • Político é Político, depois dos ensinamentos, da Escola Do PSD, seja de que Partido for, seja pela Nova habilidade de “Independente” É sempre um político, um tachista que seja porque via for já não larga o tacho.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.