Estaleiros de Viana regressam do Natal com menos 42 trabalhadores

ENVC

-

Menos de 570 trabalhadores regressam quinta-feira aos estaleiros de Viana, após a paragem de Natal, número que inclui as 42 saídas amigáveis dos últimos dias e que antecedem algumas dezenas que também já o aceitaram fazer.

Fonte da administração dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) explicou hoje à agência Lusa que já aderiram ao plano social para rescisão amigável dos contratos 42 trabalhadores, recebendo indemnizações superiores a três milhões de euros.

Algumas dezenas que também já aceitaram as indemnizações propostas deverão assinar os respetivos acordos de rescisão nos próximos dias, indicou a mesma fonte.

O anunciado encerramento dos ENVC prevê o despedimento dos 609 funcionários e a subconcessão dos terrenos, infraestruturas e equipamentos ao grupo Martifer.

Embora praticamente sem atividade, os trabalhadores regressam pelas 08:00 de quinta-feira os ENVC, depois da habitual paragem do período de Natal.

O dia ficará contudo marcado por várias reuniões setoriais agendadas para o período da manhã e a partir das 15:30 reúnem-se em plenário geral de trabalhadores, para analisar o momento da empresa e decidir eventuais formas de contestação ao encerramento.

Fonte sindical confirmou à agência Lusa que o secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, estará presente, a partir das 11:00, nestas reuniões, que vão decorrer no interior dos ENVC até às 16:30.

A 13 de dezembro, quando participou naquela que foi a maior manifestação realizada em Viana do Castelo em defesa da viabilidade dos estaleiros, Arménio Carlos tinha garantido que os trabalhadores iriam apresentar-se ao serviço esta quinta-feira “para trabalhar”, apesar de prevista para dia 07 a subconcessão à West Sea (grupo Martifer).

“Vão ver que no dia 02 de janeiro lá estarão estas centenas de trabalhadores a entrarem tranquilamente, logo pela manhã, nos locais de trabalho, nos estaleiros, para trabalhar e para produzir. A reafirmar que não vão baixar os braços, que não querem subsídios, não querem indemnizações, querem trabalhar, caramba”, apontou Arménio Carlos.

Criticou ainda o ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco, por tentar “aliciar” os trabalhadores com um plano de rescisões amigáveis que, além dos 42 que assinaram o acordo nos últimos dias, já foi aceite por mais algumas dezenas de outros funcionários, indicou fonte da empresa.

Arménio Carlos diz “respeitar” a opinião pessoal de cada trabalhador, mas sublinha que “a esmagadora maioria continua a defender os postos de trabalho”, pelo que o plano proposto “é um enormíssimo fracasso”.

O grupo Martifer anunciou que vai assumir em janeiro a subconcessão dos terrenos, infraestruturas e equipamentos dos ENVC, pagando ao Estado uma renda anual de 415 mil euros, até 2031, conforme concurso público internacional que venceu.

A nova empresa West Sea deverá recrutar 400 dos atuais 609 trabalhadores, que estão a ser convidados a aderir a um plano de rescisões amigáveis, que vai custar 30,1 milhões de euros e que prevê o acesso ao subsídio de desemprego e à reforma.

Em função da adesão a este plano, poderá ser lançado um despedimento coletivo na empresa.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ciência explica porque é que alguns cheiros desencadeiam memórias fortes

O cheirinho de pão acabado de sair do forno pode, por exemplo, funcionar como um portal do tempo, levando-nos de volta àquele pequeno café em Paris que visitámos há alguns anos. Os cheiros têm a capacidade …

Quase 40% dos americanos com dificuldades financeiras. Doar sangue é a sua maior receita

A economia dos Estados Unidos (EUA), considerada uma das maiores do mundo, permitiu avanços sociais e tecnológicos inestimáveis. Contudo, atualmente, cerca de 40% dos norte-americanos afirmam ter dificuldade em pagar por comida, por habitação, por …

"Políticos devem ser colocados contra a parede". Greta pede desculpa

A ativista do clima Greta Thunberg pediu desculpa por ter dito que os políticos devem ser colocados “contra a parede”, após diversas pessoas terem considerado que a jovem estava a defender a violência. A sueca de …

Carnaval belga retirado da lista de Património Imaterial da UNESCO após queixas de antissemitismo

As festas da cidade de Aalst, na Bélgica, foram retirada da lista do Património Imaterial da Humanidade, depois de a UNESCO ter sancionado a presença de carros carnavalescos contendo imagens antissemitas. O presidente da Câmara …

Conselho de Ministros aprova proposta de OE2020 (e foram quase 10 horas de reunião)

O Conselho de Ministros aprovou hoje a proposta de Orçamento do Estado para 2020, dez horas depois de a reunião extraordinária ter começado, anunciou hoje o primeiro-ministro na sua página na rede social Twitter. "O Conselho …

Nova espécie de baleia mostra como este animal evoluiu para conseguir nadar

Cientistas descobriram uma nova espécie de baleia, que existiu há 35 milhões de anos, que pode dar novas pistas sobre como as baleias evoluíram para conseguir nadar. De acordo com a revista Newsweek, os investigadores analisaram …

Casal separado após sobreviver a Auschwitz reencontra-se 72 anos depois em Nova Iorque

Em 1944, David Wisnia e Helen "Zippi" Spitzer eram dois prisioneiros judeus e secretamente namorados que, miraculosamente, conseguiram sobreviver ao campo de concentração nazi Auschwitz, na Polónia. Porém, no final da guerra, foram separados depois de …

Benfica 4-0 Famalicão | Pizzi entrega saco cheio de Natal

O Benfica terminou o seu ano de Liga NOS com mais uma vitória, de novo por 4-0, tal como havia acontecido na anterior partida no Estádio da Luz, ante o Marítimo. Desta vez frente ao …

Morreu o ator Danny Aiello

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos. "É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator …

Videojogo chinês incita jogadores a atacar os "traidores" em Hong Kong

Há um novo videojogo que está a ganhar popularidade na China. Chama-se "Fight the Traitors Together" e permite que os jogadores ataquem manifestantes de Hong Kong. No jogo, os jogadores podem bater nos manifestantes pró-democracia, sendo …