Estado fica com toda a responsabilidade das dívidas da TAP à banca

Em caso de falhas, o Estado fica com toda a responsabilidade das dívidas da TAP à banca. Anteriormente, as responsabilidades financeiras estavam repartidas entre o Estado e a Atlantic Gateway.

Com a alteração dos estatutos da TAP, que vai ser votada em assembleia geral, todo o valor das prestações acessórias ligadas às dívidas da companhia aérea perante os bancos passa a ser responsabilidade da Parpública, avança o Público. Isto significa que, em caso de falhas, o Estado fica com toda a responsabilidade das dívidas da TAP.

Anteriormente, as responsabilidades financeiras estavam repartidas entre o Estado e a Atlantic Gateway. Agora, a partir do dia 10 de novembro, no qual é votada a proposta de alteração aos estatutos da empresa, todo o montante envolvido, no valor de 156 milhões, fica nas mãos da Parpública.

Esta alteração coloca mais 73,9 milhões de euros entre as responsabilidades do Estado, já que antes só cabia ao Estado a responsabilidade de 82,1 milhões de euros. O Ministério das Finanças e a Parpública não justificaram a mudança.

Dos outros 55 milhões de prestações acessórias que estão agora nas mãos do Estado, após o acordo com David Neeleman, 51,3 milhões têm de ficar na TAP por mais cerca de 25 anos, não podendo ser reembolsadas antes de trinta anos a contar da data da sua realização.

Entre as propostas que vão a votos no dia 10 de novembro encontra-se também o fim das diferentes tipologias de ações, bem como a passagem dos mandatos de três para quatro anos. Para além disso, há decisões que poderão deixar de precisar de uma maioria qualificada.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Entao o Estado que nao deixe a TAP ,despedir porque uma não renovação não é uma contratação nova como eles dizem,o pessoal quer trabalhar não fundo de desemprego que quem paga e o Estado.

  2. “Em caso de falhas, o Estado fica com toda a responsabilidade das dívidas da TAP à banca. ”
    mas que mania dizerem o “estado”
    o estado nao existe.
    a figura de ESTADO é representada pelo povo. logo quem paga as dividas é o povo
    se a tap tem problemas, é começar a reduzir ordenados aos administradores e afins que levam ordenados chorudos.
    em vez de despedirem, cortem nos ordenados
    o governo quer ter a tap a 100% mas quem paga as dividas sao o povo

  3. A TAP é um buraco sem fundo. E ainda no final do ano deram (ou quiseram dar) um incentivo (Pela boa gestão ): aos admiradores da TAP)! Isto somente os politicos /desgovernantes que roubam indecentemente o povo. O Estado quem é? O EStado é o POVO, não são os politicos, nem administradores corruptos e ladrões que pagam este absurdo.
    Para reformas, Sistema Saude não há dinheiro, mas p/ este tipo de Buracos (TAP etc.) há sempre dinheiro, porque será? Alguém deita a mão e vai bem fundo.

  4. Há quantos anos se discute o problema da TAP?
    Qual é a justificação para manter uma empresa que só causa prejuízo?
    Como é que podem justificar prejuízo com interesse público?
    Será que se fecharem a TAP não haverá que ocupe o seu lugar?
    A TAP tem servido para criar tachos para políticos, tem sido gerida por incompetentes e compadrio, tem servido interesses e egos particulares. Tem enchido os bolsos de muita gente.
    Qual será o motivo porque não podem fecha-la e atribuir slots às companhias particulares Portuguesas, ou fechar num dia e abrir no outro com uma gestão eficiente e honesta? Não haverá gente capaz e honesta em Portugal capaz de gerir uma companhia de aviação?
    O dinheiro público que se enterra ano após ano, dá de certo para pagar as indemnizações devidas e acabar de uma vez por todas com o sugadoro de recursos públicos.

RESPONDER

Raro crustáceo parasita descoberto na boca de um tubarão em exibição num museu

Uma equipa de cientistas descobriu uma espécie extremamente rara de Cymothoidae na boca de um espécime de tubarão capturado no Mar da China Oriental e agora em exibição num museu. Os Cymothoidae são uma família de isópodes …

Série da Netflix faz disparar venda de jogos de xadrez nos Estados Unidos

A série "The Queen’s Gambit", da plataforma de streaming Netflix, que retrata a ascensão de uma jovem jogadora de xadrez na década de 1950, fez disparar as vendas deste jogo de tabuleiro nos Estados Unidos. …

Novo comité central do PCP eleito com 98,5%

O novo comité central do PCP foi este domingo eleito no XXI congresso nacional dos comunistas, em Loures, com 98,5% dos votos. Dos 611 delegados, 602 votaram a favor, seis abstiveram-se e três votaram contra na …

Elefante salvo de um poço profundo na Índia. Resgate durou 14 horas

Uma equipa de 50 pessoas ajudou a salvar um elefante que tinha caído num poço profundo em Dharmapuri, no sul da Índia. Moradores locais atiraram folhas de bananeira para o animal comer antes de ser …

Santa Clara 0-1 Porto | Magia de Díaz resolve jogo pobre

Missão cumprida. O Porto viajou até aos Açores para defrontar o Santa Clara e leva na bagagem os três pontos. Mas não o conseguiu com brilhantismo, longe disso. A eficácia foi a palavra de ordem, num …

Raro pinguim totalmente branco encontrado nas Ilhas Galápagos

Um raro pinguim com o corpo totalmente "pintado" de branco foi encontrado no arquipélago das Galápagos, no Equador. Em comunicado, o Parque Nacional das Galápagos detalha que o raro espécime foi encontrado enquanto um guia fazia …

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. Há uma razão

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. As cidades populosas, as vias não adaptadas, as poucas escolas de treino e a própria população são entraves à existência destes companheiros (e verdadeiros …

Governo das Ilhas Salomão quer banir o Facebook para preservar a União Nacional

O Governo das lhas Salomão quer banir temporariamente a rede social Facebook numa tentativa de combater o cyberbullying e a difamação, alegando que a plataforma está a "minar" a União Nacional. A decisão, que já …

Sob o nariz dos militares norte-coreanos, ex-ginasta salta muro de 3 metros e foge para a Coreia do Sul

Um homem norte-coreano que queria escapar da sua terra natal deu um salto de quase três metros num muro no início deste mês. O salto, que ocorreu sob os narizes dos soldados, trouxe-o para a …

Islândia quer tornar-se um refúgio para o teletrabalho. Mas não é para todos

A Islândia fez uma série de alterações no seu programa de vistos de trabalho remoto para cidadãos foram do espaço Schengen, tendo como objetivo tornar-se num destino atraente para os trabalhadores que procuram escapar dos …