Estado pagou 4,5 milhões de euros por burla de ex-bancário do BPN

Mário Cruz / Lusa

O antigo presidente do BPN, Oliveira e Costa

O antigo presidente do BPN, Oliveira e Costa

O Estado teve que indemnizar uma entidade religiosa em 4,5 milhões de euros por causa de uma burla levada a cabo por um funcionário do antigo Banco Português de Negócios, que desviou fundos da instituição para as suas contas pessoais.

Segundo o Correio da Manhã, a burla reporta ao período entre Julho de 2004 e Agosto de 2005 e aconteceu com um ex-funcionário do antigo Banco Português de Negócios.

O então funcionário do BPN terá desviado 3,58 milhões de euros das contas da delegação portuguesa do Instituto Missionários da Consolata.

A entidade religiosa, que tem sede em Fátima, ganhou em tribunal o direito a uma indemnização de 4,5 milhões de euros (o valor desviado mais os juros de mora), fruto desta burla de que foi alvo.

No entanto, como o BPN foi nacionalizado, teve que ser o Estado a assumir o pagamento, efectuado em 2012, logo após o Supremo Tribunal de Justiça ter condenado o banco, reforça o CM.

No ano passado, foi notícia o facto de o Governo ter alegadamente ordenado que fossem ocultados prejuízos de 150 milhões de euros no BPN, relativos ao ano de 2012.

Também foi notícia que o banco custou aos cofres públicos quase 2.700 milhões de euros até 2014.

No acórdão do tribunal relativo ao processo dos Missionários, destaca-se que o ex-bancário aproveitou-se “do conhecimento que advém das suas funções na instituição de crédito para contactar o cliente das contas de que é gestor com o pretexto falso de lhe possibilitar a aplicação financeira de valores”, cita o jornal.

Porém, em vez de fazer as tais aplicações financeiras, o ex-funcionário do BPN desviou “em seu proveito pessoal os valores do cliente num montante de 3,58 milhões de euros”, salienta-se no mesmo acórdão.

ZAP

PARTILHAR

18 COMENTÁRIOS

  1. A notícia não está correcta.
    Não foi o Estado que pagou esta indemnização mas sim os cidadãos contribuintes
    através dos seus impostos.

    • Na que é mais um protegido.nós?quem? O povo gosta mesmo de ser enganado e nada faz para festas e futebol estão sempre juntos e só mesmo nisto

  2. E os representantes do Estado português o que fizeram? Foram buscar o dinheiro extorquido pelo ex funcionado do banco ou ficaram á sombra do chaparro? Sim porque quem paga esta BURLAS são sempre os portugueses c/ impostos acima impostos abaixo. Cambada de Xuxas

  3. Já agora podemos saber o nome do ex-funcionário do BPN? Tem nome? O que lhe aconteceu? Anda agora a passear a gozar uma “merecida” reforma dourada? São estas partes da notícia que faltam!

  4. Para estes o estado tem sempre dinheiro. Para quem trabalhou, descontou, esta desempregada, sem idade para a reforma a viver de ajudas, NUNCA HÀ DINHEIRO.
    É só desculpas, alíneas e paragrafos. São sempre os mesmos a receber. VERGONHA.
    Tenho vergonha dos políticos de falinhas mansas. É sempre a mesma coisa.

  5. Eu próprio já fui burlado com a ajuda de um gerente de banco por moradas falsificadas e o tribunal sem sequer nunca me ouvir fez a condenação a seu belo prazer e por isso digo ao povo que é bem feito pois é este que deixa isto acontecer e nada faz a não ser que lhe toque pessoalmente

  6. A Instituição devia ter repartido os valores pelas pessoas carenciadas e não acumular no Banco para aplicações financeiras. Qual é afinal o objetivo dessa instituição religiosa?.

  7. Quem foi o zeloso funcionário ladrão?
    Se a Igreja pagasse os mesmos impostos que os desgraçados dos trabalhadores, decerto não juntavam tanto dinheiro no Banco. Não é suposto uma entidade religiosa abdicar da luxuria? Está tudo errado com as religiões.

  8. Este “Banco” é surreal. É incrivel como, de cima a baixo na hierárquia, estava instalada a filosofia do ” gamanço “. E mais surreal ainda é que safam-se todos.

RESPONDER

Slava Semeniuta transforma chuva em atmosfera néon

O artista e fotógrafo russo Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, mistura elementos naturais e faz mágica com eles. Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, retoca fotografias de poças de água para criar composições …

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …