BPN custou ao Estado até 2014 quase 2.700 milhões de euros

José Sá Freire / YouTube

-

A nacionalização e reprivatização do BPN custaram aos cofres do Estado 2.691,2 milhões de euros até ao final de 2014, mais quase 500 milhões do que em 2013, segundo um relatório do Tribunal de Contas divulgado hoje.

“No final de 2014 o saldo acumulado das receitas e despesas orçamentais decorrentes da nacionalização e reprivatização do BPN, bem como da constituição e funcionamento das respetivas sociedades-veículo Parvalorem e Parups ascendia a um défice de 2.691,2 milhões de euros“, escreve o tribunal no relatório de acompanhamento de execução orçamental da administração central referente ao ano passado.

A entidade presidida por Guilherme d’Oliveira Martins explica que este valor resulta do défice acumulado dos anos anteriores – 746,9 milhões em 2011, 982,7 milhões em 2012, 476,8 milhões em 2013 — bem como de um saldo negativo de 485 milhões em 2014.

O Tribunal de Contas, que salienta que estes números ainda são provisórios e que podem ser corrigidos aquando da publicação do parecer sobre a Conta Geral do Estado do ano passado, adianta que, no ano passado, o Estado arrecadou 222,2 milhões de euros com o BPN, dos quais 127,2 milhões dizem respeito à venda de ativos financeiros.

Do lado da despesa, o Estado gastou 707,2 milhões de euros, dos quais 650,6 com a Parvalorem e Parups (na grande maioria com os passivos financeiros destas sociedades veículo).

Além disso, o Tribunal de Contas destaca que no final de 2013, uma vez que ainda não são conhecidas as contas de 2014, a Parvalorem e a Parups “apresentavam capitais próprios negativos que totalizavam 2.314 milhões de euros (excluindo os empréstimos do Estado) a Parparticipadas SGPS 170 milhões de euros, encargos a suportar eventualmente pelo Estado no futuro”.

Esta última empresa foi adquirida ao BPN em 2012 por um euro (juntamente com as Parvalorem e Parups, mas reclassificada no setor das administrações públicas com efeitos a partir do Orçamento do Estado de 2015), lembra o tribunal, acrescentando que tem agora como objetivo “gerir e racionalizar um conjunto de participações financeiras, com o propósito de evitar a perda de valor num contexto de alienação ou liquidação”.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. JORNALISMO DE CONVENIÊNCIA
    A máquina de “comunicação & marketing” do PS que há muito ultrapassou a do PC revolucionário dos anos 70/80 e apoderou-se do “complexo de esqª” dos então universitários de direito ou de jornalismo que no mercado de trabalho não resistem por subserviência àquele complexo ou aos tubarões editoriais minados por susceptibilidades.
    Meses a fio “fala-se” mais sobre as eventuais futuras colateralidades do caso BES do que os custos consumados da nacionalização do BPN!
    Não se acredite que é por mera impreparação, nenhum jornalista questionar A.Costa e/ou os que o segundam no topo do cortejo de campanha eleitoral, sobre o agravamento da dívida face ao PIB: “o governo actual entrou com a dívida em 96,2% (2011) e agora é 130%” (2014)! Qdo, sobre os 96,2% – falidos – foi o anterior governo que convidou a troika que meteu cá 78Mil Milhões (repartidos semestralmente) ao longo de 3 anos, tranches das quais a última Portugal prescindiu ! Como é óbvio, no total do exercício-TROIKA, à dívida inicial de 96,2% acresce o empréstimo de 78MM€ mais juros! EsqAliás agravamento no PIB escalonado no programa de ajustamento.

RESPONDER

Burros estão a ser dizimados a nível global (e a culpa é da medicina chinesa)

Cerca de 4,8 milhões de burros são abatidos anualmente por causa de um produto destinado à medicina chinesa: um gelatina com alegados efeitos curativos, feita a partir das peles dos animais. A denúncia é feita pela …

Governo vai apostar no aumento da agricultura biológica

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, disse na quarta-feira que o Governo vai apostar no aumento e valorização da área agrícola em modo biológico e na gestão mais eficiente de recursos. Falando em Aveiro …

Quinto debate dos candidatos democratas marcado por ataques a Trump

O quinto debate entre os candidatos democratas à Casa Branca ficou marcado, esta quarta-feira, pela unânime oposição ao Presidente norte-americano, atualmente alvo de um processo de destituição. "Não podemos ser consumidos por Donald Trump", advertiu o …

Paulo Rangel reeleito vice-presidente do Partido Popular Europeu

O eurodeputado do PSD foi reeleito, esta quinta-feira, vice-presidente do Partido Popular Europeu (PPE) no congresso desta formação política, que decorre desde quarta-feira em Zagreb, na Croácia. De acordo com uma nota à imprensa, Paulo Rangel …

Ex-eletricista de Picasso condenado por ter escondido 271 obras na garagem durante 40 anos

O último eletricista de Pablo Picasso, Pierre Le Guennec, e a sua mulher foram esta terça-feira condenados em última instância a dois anos de prisão, com pena suspensa. Em causa estava, de acordo com a AFP, …

Álvaro Costa apresenta projeto inédito de streaming

  Um canal inédito de streaming totalmente português é uma das ideias que Álvaro Costa pretende ver avançar já no próximo ano. O projeto será apresentado este sábado, às 21h30, no Mar Shopping. Álvaro Costa já chegou …

Um terço das empresas ainda não revelou o seu dono

As cerca de 600 mil empresas e outras entidades sujeitas a registo comercial que operam em Portugal eram obrigadas pelo Instituto dos Registos e do Notariado a fazer o Registo Central do Beneficiário Efectivo (RCBE) …

Benfica e Porto estarão interessados na contratação de Pepê

FC Porto e SL Benfica, juntamente com outros emblemas, estarão interessados na contratação do jovem brasileiro do Grêmio, Pepê. O clube pede entre 15 e 20 milhões de euros. Aos 22 anos de idade, Pepê tem …

Diamante de 183 quilates está à venda em leilão angolano

A Sodiam, empresa pública de comercialização de diamantes angolana, lançou na quarta-feira o segundo leilão para venda de diamantes brutos, que inclui uma pedra de 183 quilates, e no qual estão já registadas mais de …

Bruxelas aprova compra de Seguradoras Unidas e AdvanceCare pela Generali

A Comissão Europeia aprovou, esta quinta-feira, a compra das portuguesas Seguradoras Unidas e AdvanceCare ao grupo norte-americano Apollo pelo grupo italiano Generali, um negócio no valor estimado de 600 milhões de euros. O Executivo comunitário adiantou, …