Estado Islâmico inventou a “força aérea dos pobres”

O grupo extremista Estado Islâmico está a mudar as regras da guerra com o recurso generalizado a camiões-bomba que, pelo impacto comparável ao de um ataque aéreo, constituem uma autêntica “força aérea dos pobres”, afirmam especialistas.

No assalto à cidade de Ramadi, capital da província iraquiana de Al-Anbar, tomada em meados de maio às forças governamentais, os ‘jihadistas’ usaram 30 camiões carregados com toneladas de explosivos, destruindo posições do exército e milícias aliadas que resistiam há mais de ano.

Na ofensiva que lançaram em Junho do ano passado no Iraque, os ‘jihadistas’ têm recorrido a veículos blindados de transporte de tropas, carrinhas de caixa aberta ou camiões-tanque pilhados aos adversários que carregam com toneladas de explosivos e envolvem com uma armação de aço.

Quando uma posição está demasiado bem defendida para um ataque convencional, usam um desses camiões-bomba, conduzido direito ao alvo.

“Estão protegidos do fogo das metralhadoras pesadas  de 12,7mm e até de alguns RPGs (lança-granadas-foguete) e têm tantos explosivos dentro que são eficazes mesmo a 50 metros”, explicou um especialista militar iraquiano à France Presse.

Os vídeos de ataques com camiões-bomba, que o Estado Islâmico também usou na batalha de Kobane, no norte da Síria, e noutras frentes, mostram enormes explosões visíveis a quilómetros de distância.

“Os estragos são maiores que os provocados por uma bomba de meia tonelada largada por um caça-bombardeiro”, explicou o mesmo especialista. “Os camiões-bomba são a força aérea deles”, acrescentou.

O impacto é semelhante ao de “uma pequena bomba nuclear“, disse por seu lado o primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, ao defender-se das críticas dos Estados Unidos que acusaram o exército iraquiano de “falta de vontade de combater” em Ramadi.

O uso pelos ‘jihadistas’ de camiões-bomba – designados militarmente pela sigla SVBIED (“Suicide Vehicle-Borne Improvised Explosive Device”, ou engenho explosivo improvisado transportado por veículo suicida) – remonta à invasão norte-americana no Iraque, mas os especialistas estão de acordo que foi intensificado.

“As ofensivas do Estado Islâmico no Iraque podem ser a primeira vez que VBIED foram usados como parte da ordem de batalha de uma grande força ofensiva numa guerra no Médio Oriente”, admitiu Andrew Terrill, professor no Instituto de Estudos Estratégicos do Exército dos Estados Unidos.

Este tipo de dispositivos foi usado pelos Tigres Tamil, no Sri Lanka, em ataques-suicida com veículos armadilhados em simultâneo com ataques de infantaria, mas Mike Davis, autor de “Breve História do Carro Armadilhado”, sublinha que se tratava apenas de “ataques a solo” usados para desencadear confrontos.

“O ataque a Ramadi foi ‘choque e pavor’ numa escala completamente diferente”, disse, referindo-se à doutrina militar de uso de força avassaladora para criar a percepção de força dominante no campo de batalha.

Os mais de dez camiões-bomba usados no ataque a Ramadi transportavam explosivos suficientes para provocar uma explosão da dimensão da do atentado de 1995 em Oklahoma, que fez 168 mortos e mais de 500 feridos, segundo uma fonte do Departamento de Estado norte-americano citada pela agência.

Segundo Davis, os explosivos usados em Oklahoma “eram o equivalente ao carregamento de bombas do bombardeiro pesado B-24 na II Guerra Mundial”.

Após a queda de Ramadi, os Estados Unidos enviaram 2.000 armas antitanque não-guiadas AT4 para equipar as forças iraquianas para o combate aos camiões-bomba dos ‘jihadistas’.

“São boas em espaço aberto, mas não são guiadas, pelo que se (o camião) vier na sua direcção, têm de ficar de frente para ele. Quando o camião estiver a 100 metros já é demasiado tarde. E numa cidade, como Ramadi, por exemplo, é praticamente impossível”, explicou Davis.

Milhares de membros das forças militares iraquianas e de milícias aliadas do governo tentam isolar Ramadi para lançar uma operação para recuperar a capital provincial, mas o primeiro-ministro admitiu que entrar na cidade é arriscado.

Decidimos não combater dentro das cidades por causa dos camiões-bomba, que não se conseguem ver nas cidades por causa das ruas pequenas”, disse Al-Abadi à BBC.

“O maior mito militar do século passado era de que o poderio aéreo podia por si só derrotar os insurgentes. Os camiões-bomba estão a criar um novo paradigma“, considerou Mike Davis.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Empresas podem negar trabalho a quem não se quiser vacinar

"É obviamente possível" que as empresas evitem contratar um trabalhador se não quiserem ser vacinadas contra a covid-19. A presidente do Comité Económico e Social Europeu (CESE), Christa Schweng, admitiu a possibilidade de uma empresa se …

"A Suitable Boy". Um beijo numa série da Netflix provocou um escândalo (social e político) na Índia

A Netflix está a enfrentar uma reação negativa na Índia por causa de uma cena de um beijo entre duas personagens na série A Suitable Boy ("Um bom partido"). O partido no poder já pediu …

Irmãos transformaram 7 linhas de código num império de 36 mil milhões de dólares

Patrick e John Collison são dois jovens empreendedores irlandeses que fundaram a Stripe, uma empresa que criou uma solução alternativa para os pagamentos online, avaliada em 36 mil milhões de dólares. Em vez de construirem soluções …

ECDC. Portugal terá "níveis muito baixos" de novos casos se mantiver restrições

Se Portugal mantiver as restrições adotadas atualmente, irá registar em dezembro “níveis muito baixos” de novos casos de covid-19. O Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), criado com a missão de ajudar os …

Com apenas 14 anos, Xiaoyu é o adolescente mais alto do mundo. Mede 2,21 metros

Ren Keyu nasceu na China a 18 de outubro de 2006, e no dia em que comemorou o seu 14º aniversário recebeu também o título do Guinness World Records do adolescente mais alto do mundo, …

Jerónimo "não está a prazo" no PCP (e vai continuar a negociar com o PS)

O PCP continua disponível para negociar com o PS, mas não a troco de nada. Quanto ao quinto mandato consecutivo enquanto secretário-geral do partido, Jerónimo avisou, este domingo, que não está "a prazo". No discurso de …

Hackers expõem na cloud dados que roubaram de utilizadores do Spotify. Foi um acidente

Um grupo de piratas informáticos compilou uma base de dados com cerca de 250.000 palavras-passe do Spotify e armazenaram os dados na cloud. No entanto, esqueceram-se de proteger o armazenamento com uma palavra-passe. De acordo com …

Disney vai colocar em lay-off mais de 30.000 trabalhadores em 2021

A gigante norte-americana Walt Disney Company anunciou esta semana que vai colocar em regime de lay-off 32.000 trabalhadores no primeiro semestre de 2021 devido às quebras financeiras causadas por causada da pandemia de covid-19. A …

Ventura responde a Rodrigues dos Santos (e os ânimos à direita tornam-se cada vez mais ácidos)

Depois de Francisco Rodrigues dos Santos ter afirmado, em entrevista ao Sol, que o CDS "não fará alianças políticas com o partido Chega", André Ventura reagiu em tom irónico: "Como é que o Chega conseguirá …

Portugal com mais 4.093 novos casos e 64 óbitos. Há 536 doentes em cuidados intensivos

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 64 óbitos e 4.093 novos casos de covid-19. O número de internamentos nos cuidados intensivos volta a bater recorde, com 536 doentes. Portugal contabilizou, nas últimas 24 horas, 64 …