Estado continua a pagar salário a espião que traiu o país

(dr)

Frederico Carvalhão Gil, espião português

O Estado português continua a pagar o salário, de cerca de 2500 líquidos mensais, a Frederico Carvalhão Gil, condenado por espionagem para a Rússia e corrupção passiva, avança o Diário de Notícias esta quarta-feira.

Frederico Carvalhão Gil foi detido em Roma, Itália, em maio 2016, sendo depois extraditado para Portugal e detido pela Polícia Judiciária. Em 2018, foi condenado a sete anos e quatro meses de prisão, recebendo desde então o vencimento mensal que é pago pelo Sistema de Informações da República Portuguesa (SIRP).

A situação do espião, que está a cumprir a pena em prisão domiciliária, tem causado algum mau estar em vários setores públicos, como na na Administração Interna ou na Justiça, tendo em conta que já houve altos funcionários que ficaram sem vencimentos, antes de qualquer acusação ou condenação, recorda o jornal.

Questionado pelo matutino sobre a sustentação legal para a decisão, o gabinete da secretária-geral do SIRP, Graça Mira Gomes, disse não “fazer comentários”. O DN confrontou ainda o gabinete do primeiro-ministro, que tutela o SIRP, não tendo ainda recebido qualquer resposta.

Nos bastidores das secretas, a explicação é a de que até a pena transitar em julgado, o que acontece quando for decidido o último recurso possível, a presunção de inocência mantém-se, assim como a remuneração do espião.

O Diário de Notícias tentou ainda contactar o Tribunal de Relação e o Supremo Tribunal de Justiça para perceber se tinham dado entrada outros recursos, desde a última decisão da Relação, mas não foi possível apurar essa informação.

Carvalhão Gil entrou para o Serviço de Informações e Segurança (SIS) em 1987 e na altura da sua detenção estava no topo da carreira como oficial de informações.

O Diário de Notícias recorda ainda que o princípio de manter os salários até ao trânsito em julgado da sentença não foi cumprido noutros processos, como é o caso da Operação Labirinto, mais conhecida como caso dos “Vistos Gold”.

O ex-presidente do Instituto de Registos e Notariado (IRN) António Figueiredo ficou três anos sem receber o seu vencimento. Depois de ser detido, em 2014, foi acusado de vários crimes e condenado em janeiro passado. Só em 2017, depois de a medida de suspensão de funções ter terminado o prazo e voltar a exercer funções no IRN, como conservador, voltou a receber o salário, precisa o jornal.

Situação semelhante aconteceu ao ex-diretor do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) Manuel Palos, que ficou um ano e meio sem auferir o seu salário, por determinação dos próprios serviços jurídicos daquele organismo, até cessar a medida de suspensão de funções e voltar a ser integrado em 2017.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Ahh sim, isto porque Portugal é um país chave para a invasão mundial da Rússia, ou qualquer outro país, Portugal é importantíssimo e tem documentos super-hiper-mega-ultra-importantes! LOLOL! Estou a ser irónico pois claro! qualquer espionagem em Portugal é uma pura perda de tempo e dinheiro por qualquer país, inclusivé a Rússia! É só rir! 😀

  2. Pois… é perfeitamente natural. Que segredos terá este Sr. acumulado ao longo dos anos? É um óptimo investimento na óptica de quem determinou que não se suspendesse o pagamento de salários. E, tendo em conta a discrepância face a outros indivíduos/processos tudo se resume a um suborno pago pelos contribuintes. Mais uma vez: genial!

RESPONDER

Jiménez falhou o primeiro penálti de toda a sua carreira e o Wolves caiu da Liga Europa

O avançado mexicano Raúl Jiménez falhou o primeiro penálti de toda a sua carreira, num jogo a contar para a Liga Europa que acabou por ditar a saída do Wolverhampton. Na mesma jornada, Shakhtar Donetsk …

Mais duas mil detenções na Bielorrússia. Reunião de Riga pede envolvimento urgente da União Europeia

Mais de duas mil pessoas foram detidas na segunda noite de manifestações de protesto na Bielorrússia contra os resultados das eleições presidenciais. A Letónia, Estónia, Finlândia e Polónia concordaram com a marcação de uma reunião …

Humanos podem ter "reciclado" região do cérebro quando aprenderam a ler

Um novo estudo mostra que os seres humanos podem ter "reciclado" uma região-chave do cérebro para os ajudar a dar sentido à palavra escrita. De acordo com o site Science Alert, em testes com macacos-rhesus, os …

Cientistas usam a Lua como espelho gigante para procurar extraterrestres

Os astrónomos ainda não desistiram de procurar vida para lá da Terra e acabam de criar um novo método para encontrar exoplanetas habitáveis, que envolve o uso da Lua como uma espécie de espelho gigante. Especialistas …

Astrónomos descobriram um buraco negro "incapaz" de fazer o seu trabalho

Astrónomos descobriram o que pode acontecer quando um buraco negro gigante não interfere na vida de um enxame de galáxias. Usando o Observatório de raios-X Chandra da NASA e outros telescópios, mostraram que o comportamento passivo …

Homem na casa dos 20 anos morre de peste no Novo México

Um homem na casa dos 20 anos morreu de peste septicémica no estado norte-americano do Novo México, anunciaram as autoridades de saúde deste estado. A vítima, cuja identidade não foi revelada publicamente, viva em Rio …

Cara do pintor italiano Rafael reconstruida para resolver mistério do seu túmulo

Uma equipa de especialistas fez uma reconstrução em 3D da cara do pintor italiano renascentista Rafael. Assim, confirmaram o seu aspeto físico e resolveram o mistério relativamente ao seu túmulo. O rosto do pintor italiano Rafael …

Novo método não-invasivo permite diagnosticar cancro cerebral sem fazer incisões

Diagnosticar tumores cerebrais pode ser difícil e muito invasivo. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu um método para detetar cancro no cérebro sem ser necessária qualquer incisão. Os tumores cerebrais são normalmente diagnosticados através de imagens …

A última plataforma de gelo intacta do Canadá colapsou. Criou um icebergue maior do que o Porto

A plataforma de gelo Milne, no Canadá, fragmentou-se no final do mês de julho, formando vários icebergues, dois dos quais de grandes dimensões. Cientistas ouvidos pela agência noticiosa AP referem que esta era uma plataforma especial, …

Ícones da moda de luto: a indústria fashion nunca mais será a mesma

Muitas são as áreas da economia a ser gravemente afetadas pela pandemia de covid-19. A indústria da moda não foge à tendência e já são muitos os líderes de grandes marcas a "declarar morte" à …