Illinois pede ajuda aos cabeleireiros contra a violência doméstica

No estado norte-americano do Illinois, uma iniciativa pioneira vai começar a exigir que os profissionais de beleza tenham formação para conseguirem identificar clientes que sejam vítimas de violência doméstica.

A partir de janeiro de 2017, o estado do Illinois, nos Estados Unidos, vai pôr em prática uma iniciativa pioneira para ajudar a travar a violência doméstica.

Em causa estão os cursos que as pessoas fazem para poderem ter a licença para ser, por exemplo, cabeleireiras, manicures e esteticistas. O estado norte-americano quer incluir uma hora nessas formações com conteúdos sobre violência doméstica e agressão sexual.

A lei, aprovada pelo governador republicano Bruce Rauner em agosto passado, é considerada a primeira do género no país.

Mas o que é que beleza tem a ver com estes temas, pergunta o leitor. O objetivo desta legislação é aproveitar o relacionamento próximo que estes profissionais de beleza costumam ter com os seus clientes, quer sejam homens ou mulheres.

Por isso, a ideia é que estas pessoas recebam treino para aprender não só a reconhecer sinais de violência, como também a lidar com a situação e até a encaminhar as vítimas aos serviços de apoio especializado.

Esta formação deve ser repetida a cada dois anos, como uma exigência para que a sua licença seja renovada. Apesar disso, a lei deixa claro que os profissionais não têm obrigação de denunciar os casos de abuso e não são punidos se optarem por não o fazer.

“Muitas pessoas que sofrem abusos vivem isoladas, extremamente controladas e não têm muitas oportunidades de pedir ajuda”, diz à BBC Megan Duesterhaus-AuBuchon, diretora-executiva da Quanada, organização que oferece abrigo e apoio a vítimas de violência doméstica nesse estado.

“A ida ao cabeleireiro ou à manicure é uma das raras vezes em que estão sozinhas ou longe do agressor. É a oportunidade de pedir ajuda“, explica.

Os especialistas e responsáveis pela lei destacam que a ideia não é transformar estes profissionais em terapeutas, mas simplesmente garantir que têm as orientações e os contactos necessários para saber como proceder nesses casos.

Segundo o Center for Disease Control and Prevention, ligado ao Departamento de Saúde dos EUA, uma em cada quatro mulheres e um em cada sete homens no país já foi vítima de violência física grave por parte do cônjuge.

ZAP // BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Trump insiste em rejeitar vitória de Biden. Bolsonaro diz que tem "informações" sobre "fraude"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, disse este domingo que não desiste da rejeição da vitória do Presidente eleito Joe Biden, um democrata, insistindo nas acusações de suposta “fraude” eleitoral, apesar de os tribunais terem desvalorizado …

Lei da eutanásia pode ficar pronta em dezembro e seguir para Marcelo antes das presidenciais

A lei da eutanásia deverá estar concluída, na especialidade, em dezembro, podendo ser aprovada este ano e enviada para decisão do Presidente antes das eleições presidenciais de janeiro, disseram à Lusa fontes parlamentares. À Lusa, a …

90% dos docentes têm medo de serem infetados. Diretores das escolas ponderam abandonar o cargo

Nove em cada dez professores estão preocupados ou têm medo de estar nas escolas por considerarem que estão a ser ignoradas regras que garantem higienização e distanciamento correto em tempo de pandemia, revela um inquérito …

Rui Pinto fala em "tortura psicológica na prisão" (e critica António Costa)

O alegado pirata informático Rui Pinto criticou este domingo o primeiro-ministro António Costa no Twitter, acusando-o de desvalorizar “as questões de Estado de direito” . Numa mensagem publicada no Twitter, Rui Pinto acusou António Costa de …

Polónia avisa que mecanismo de condicionalidade pode ser usado contra Portugal

O Governo polaco avisou esta segunda-feira que o mecanismo de condicionalidade do pacote financeiro europeu, que vincula a distribuição de fundos ao Estado de Direito, poderia também ser usado no futuro contra Portugal, Espanha ou …

Apesar do apelo das autoridades, centenas de pessoas saíram à rua para fazer a festa em Guimarães

Foram muitos os nicolinos que se juntaram, na manhã deste domingo, no Centro Histórico de Guimarães. O típico cortejo do Pinheiro deveria ter-se realizado ontem à noite mas devido às restrições aplicadas no âmbito do …

"Ainda tem muito a oferecer". Poiares Maduro vê Passos a suceder a Ursula von der Leyen na Comissão Europeia

Miguel Poiares Maduro, ex-ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, disse, em entrevista à TSF, que Pedro Passos Coelho "tem qualidades políticas que lhe permitem aspirar a qualquer cargo político em Portugal". Em entrevista à TSF, o …

"Ou o Governo nos recebe ou levam-nos de ambulância ou caixão". Ljubomir e mais 8 em greve de fome

Nove elementos do movimento "A pão e a água" estão em greve de fome desde a passada sexta-feira, 27 de Novembro. São empresários da restauração e da animação nocturna, entre os quais se encontra o …

Bombeiros "em falência" exigem que Estado pague dívidas de 44 milhões de euros

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares, diz que as corporações de bombeiros estão "em falência técnica" e reclama ao Estado o pagamento de 44 milhões de euros em dívidas. A Liga dos …

Médico de Maradona investigado por suspeitas de homicídio por negligência

O médico de Diego Maradona está sob investigação por suspeitas de homicídio por negligência. Leopoldo Luque desmente e diz que não tem nada a esconder. A casa e o consultório do médico de Diego Maradona, em …