Uma das ilhas mais remotas do mundo é o 4.º maior santuário de vida marinha

A pequena ilha vulcânica de Tristão da Cunha é uma colónia britânica localizada no meio do Oceano Atlântico entre o Brasil e a África do Sul. Conhecida como a “ilha habitada mais remota da Terra”, o território insular acaba de se tornar uma das maiores áreas marinhas protegidas (MPA) do mundo.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, a ilha é o lar de uma comunidade de 250 pessoas, onde medidas de proteção total da fauna marinha estão a ser tomadas.

A pesca de arrasto pelo fundo, a mineração em alto mar e outras atividades de caça estão completamente proibidas em 389.752 quilómetros quadrados do seu território oceânico.

A ilha e as suas águas abrangem uma área que é três vezes o tamanho do Reino Unido, tornando-a o quarto maior santuário de vida selvagem do mundo e a maior zona de exclusão no Oceano Atlântico.

“A nossa vida em Tristão da Cunha sempre foi pautada pela nossa relação com o mar, e isso continua até hoje. A comunidade de Tristão está profundamente comprometida com a conservação: em terra, já declaramos o estatuto de proteção para mais da metade do nosso território”, disse James Glass, o ilhéu chefe de Tristão da Cunha.

“Mas o mar é o nosso recurso vital, para a nossa economia e, em última análise, para a nossa sobrevivência a longo prazo. É por isso que estamos a proteger totalmente 90% das nossas águas – e temos orgulho de poder desempenhar um papel fundamental na preservação da saúde dos oceanos”, continuou Glass.

Tristão da Cunha possui uma das mais ricas biodiversidades do mundo. As suas águas abrigam espécies importantes, como elefantes-marinhos e o tubarão-da-velha. O seu terreno é um ambiente importante para pássaros como os pinguins rockhopper, que são classificados como uma espécie vulnerável, e o albatroz-de-nariz-amarelo, que está em extinção.

Como é um território britânico, a conversão de Tristão da Cunha em área marinha protegida torna os guardiões do Reino Unido mais de 1% – ou cerca de 2,6 milhões de quilómetros quadrados – dos oceanos protegidos do mundo. É um passo significativo em direção à meta do Governo de proteger 30% dos oceanos do mundo até 2030.

A Royal Society for the Protection of Birds (RSPB), a maior instituição de caridade de preservação da natureza do Reino Unido, chamou a ilha de “jóia da coroa da proteção marinha do Reino Unido”.

“Tristão da Cunha é um lugar como nenhum outro”, disse Beccy Speight, presidente-executiva do RSPB. “Dezenas de milhões de aves marinhas voam acima das ondas, pinguins e focas amontoam-se nas praias, tubarões ameaçados reproduzem-se em alto mar e baleias misteriosas alimentam-se em desfiladeiros de águas profundas. A partir de hoje, podemos dizer que tudo isso está protegido”.

A mudança é resultado de uma parceria de décadas que envolve os Governos, bem como a RSPB e um consórcio internacional de parceiros, incluindo National Geographic e Blue Marine Foundation.

Porém, a mudança não satisfez todos, que apontam para a falta de proteção da vida selvagem do governo do Reino Unido no seu território. “Saudamos os esforços do Governo para conseguir que mais nações se inscrevam para proteger 30% dos seus mares”, disse Melissa Moore, chefe de política da Oceana UK. “No entanto, é ridículo apoiar a proteção no exterior, mas não nas águas do Reino Unido – também devem proteger todas as áreas marinhas protegidas do Reino Unido de atividades prejudiciais como a pesca de arrasto, assim como fará Tristão da Cunha.”

Tristão da Cunha foi descoberto pela primeira vez em 1506 pelo explorador português Tristão da Cunha. No século XIX, a ilha foi reivindicada pelos britânicos, que construíram lá uma guarnição para evitar tentativas de resgatar Napoleão Bonaparte, que estava preso na ilha de Santa Helena a 2.400 quilómetros de distância. Quando a guarnição foi removida, alguns soldados britânicos permaneceram e construíram uma comunidade.

Hoje, os seus 250 habitantes são, na sua maioria, cidadãos britânicos cujos ancestrais são originários da Escócia, América, Holanda e Itália, descendentes de ancestrais marítimos que fizeram o seu caminho até ao remoto pedaço de terra.

Agora, esta ilha distante também é um dos santuários ecológicos mais importantes da Terra. Como Beccy Spight disse: “Esta pequena comunidade é responsável por uma das maiores conquistas de conservação de 2020”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Reino Unido começa a vacinar já na próxima semana

O Reino Unido vai começar a vacinar a sua população contra a covid-19 na próxima semana. Depois da aprovação do uso da vacina da Pfizer, os primeiros a receber a vacina serão os trabalhadores e …

Governo já garantiu 370 camas no setor privado

O Governo já garantiu 370 camas no setor privado, sendo que quase metade, 164, são para doentes covid. Há atualmente 3.338 pacientes infetados com o novo coronavírus internados em hospitais. A informação foi confirmada por fonte …

Covid-19 pode ter chegado aos EUA em dezembro de 2019. País prepara-se para o pior inverno da história

Depois de ter sido confirmado que o novo coronavírus já circulava em Itália desde setembro de 2019, agora surge um relatório que refere que a covid-19 pode ter infetado um pequeno número de pessoas nos …

Maior parte dos médicos aposentados que voltam ao SNS prefere trabalhar em tempo reduzido

A maior parte dos médicos aposentados que regressa ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) opta por trabalhar em tempo reduzido, adianta o Jornal de Notícias. De acordo com o Jornal de Notícias, do total de 216 …

Bruxelas ameaça avançar com Fundo de Recuperação sem Hungria e Polónia

A Comissão Europeia (CE) está a perder a paciência e, caso não haja progressos nas negociações, ameaça avançar com o Fundo de Recuperação europeu sem a 'luz verde' da Hungria e da Polónia. O ultimato foi …

Empresas que reforcem lay-off não podem fechar portas, mas podem reduzir horários a 100%

O chamado “apoio à retoma progressiva” vai permitir que em dezembro as empresas saltem para o escalão seguinte, que garante mais financiamento, mas o Governo exige que mantenham atividade. Contudo, garante que tal não condiciona …

Reunião no Infarmed. Pico foi atingido em 25 de novembro, peritos pedem que não haja medo das vacinas

Especialistas, dirigentes dos partidos políticos e parceiros sociais voltaram esta quinta-feira a reunir-se para analisar a situação epidemiológica da covid-19, em vésperas de nova renovação do estado de emergência e da decisão sobre as medidas …

Governo tem algumas soluções para o Novo Banco (que dispensam o Retificativo)

Apesar do chumbo da transferência de 476 milhões de euros do Fundo de Resolução para o Novo Banco, o Governo garante que existem algumas soluções para que o contrato seja cumprido. Uma das hipóteses é a …

Giroud entra para a história da Champions ao marcar póquer ao Sevilha

Olivier Giroud tornou-se o jogador mais velho de sempre a marcar um póquer na Liga dos Campeões. É também o único atleta do Chelsea a fazê-lo. O Chelsea venceu o Sevilha, por 4-0, numa partida da …

Governo vai criar uma agência de emprego para pessoas com deficiência

O Governo vai criar uma agência de emprego para deficientes, um programa de investimento de apoio ao trabalho, mas também às empresas que contratem, que será de âmbito nacional e que deverá arrancar no primeiro …