Mega-operação desmantela esquema fraudulento que garantiu 3 milhões em fundos comunitários

Tiago Henrique Marques / Lusa

Está a decorrer uma mega-operação da Polícia Judiciária e da Autoridade Tributária na zona do Grande Porto, no âmbito de uma investigação que envolve uma sociedade do ramo mobiliário que terá implementado um esquema de facturação falsa para amealhar mais de 3 milhões de euros em fundos comunitários.

Em causa estão crimes de branqueamento de capitais, de fraude fiscal, de insolvência dolosa e de fraude na obtenção de subsídios comunitários através da Agência para o Desenvolvimento e Coesão, como avança a Polícia Judiciária (PJ) em comunicado.

No âmbito da operação, decorreram 22 buscas domiciliárias e não domiciliárias nos soncelhos de Paredes, Paços de Ferreira, Vila Nova de Gaia, Vila do Conde, Santa Maria da Feira e Matosinhos, com a detenção de 7 pessoas com idades entre os 25 e os 50 anos.



“O principal arguido, sócio-gerente de uma sociedade comercial do ramo do mobiliário, engendrou um esquema criminoso recorrendo a um intrincado esquema de facturação fraudulenta, contando para tal com a colaboração e participação de responsáveis de várias outras sociedades”, explica a PJ.

A emissão de facturação falsa terá decorrido, pelo menos, entre Maio de 2015 e Agosto de 2016. Com base neste esquema, os arguidos “apresentaram um projecto de financiamento junto do “Programa Portugal 2020″“, destaca a PJ.

Desta forma, conseguiram averbar “subsídios comunitários de cerca de 3.100.000,00€ (três milhões e cem mil euros)”, valores “dos quais se apropriaram”, transferindo-os para “a sua esfera patrimonial” e “usando-os em proveito pessoal”, segundo a mesma fonte.

As empresas envolvidas no processo foram geridas de “forma ruinosa”, culminando num processo de insolvência da principal sociedade que deixou um passivo de cerca de 10 milhões de euros, com o Estado como “o mais prejudicado”.

A operação incluiu a intervenção de cerca de 70 investigadores da Directoria do Norte da PJ, bem como de inspectores tributários da Direcção de Finanças do Porto da Autoridade Tributária, levando à apreensão de viaturas, de equipamento informático, de telemóveis e de documentação variada.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Braga faz testes gratuitos a quem trabalhou em Lisboa

As autoridades de Braga estão a proporcionar testes gratuitos de despistagem da covid-19 a trabalhadores do concelho que tenham estado a trabalhar na Área Metropolitana de Lisboa, indicaram hoje os promotores da iniciativa. Os testes realizam-se …

Botswana descobre diamante que pode ser o terceiro maior do mundo

A empresa de diamantes Debswana, que se situa no Botswana, anunciou a descoberta de uma pedra de 1.098 quilates que descreveu como a terceira maior do seu tipo em todo o mundo. Contudo, ainda é …

Hungria 1-1 França | Magiares travam campeões do Mundo

A Hungria empatou hoje 1-1 com a França, em encontro da segunda jornada do grupo F do Euro2020 de futebol em que travou a campeã mundial, algo desinspirada no ataque, graças a uma atuação organizada …

Portugal vs Alemanha em direto: Alemanha empata

A seleção portuguesa de futebol pode garantir hoje o apuramento para os oitavos de final do Euro2020, mas terá de vencer a poderosa Alemanha, ainda à procura dos primeiros pontos no Grupo F. O jogo …

Governo diz que limites à circulação na AML está protegida por Lei de Bases

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde afirmou hoje que a medida que impõe limites à circulação na Área Metropolitana de Lisboa (AML) está “bem protegida e consolidada” naquilo que é a Lei de …

Cidade australiana está coberta de teias de aranha. Fenómeno tem explicação

Uma região australiana está a ser inundada por teias de aranha, após se deparar com severas inundações que obrigaram os habitantes - e os aracnídeos - a procurar terras mais secas para se estabelecerem. A região …

Governo decide que mortes sob custódia policial passam a ter autópsia obrigatória

Decreto-lei de 16 de junho frisa a necessidade de haver sempre autópsia quando há mortes sob custódia ou em sequência de intervenções policiais e militares. O decreto formaliza "uma prática própria de um Estado democrático", diz …

Mais 1183 novos casos e uma morte nas últimas 24 horas

O último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde regista uma ligeira redução no número de infeções confirmadas pelo coronavírus SARS-CoV-2, com 1.183 casos, e uma morte associada à covid-19. O mesmo boletim indica que estão mais …

Austrália queixa-se da China à Organização Mundial do Comércio por tarifas sobre o vinho

A Austrália queixou-se formalmente à Organização Mundial do Comércio (OMC) sobre as tarifas que Pequim impôs aos vinhos australianos, disse hoje o Governo. A queixa surge na sequência de consultas intensivas com os produtores de vinho …

Quase metade das camas para estudantes do superior ainda não têm data para ficarem prontas

Mais de 40% das camas incluídas no Plano Nacional de Alojamento Estudantil ainda não têm uma data prevista para poderem começar a ser usadas. O programa do Governo tem como objetivo responder à falta de residências …