Espólio histórico dos estaleiros transformado em museu em Viana do Castelo

SteKrueBe / Wikimedia

Navio russo  Sormovskiy 3056, construído nos ENVC - Estaleiros Navais Viana Do Castelo

Navio russo Sormovskiy 3056, construído nos ENVC – Estaleiros Navais Viana Do Castelo

O presidente da Câmara de Viana do Castelo anunciou hoje que vai ser criado um museu dedicado aos estaleiros navais da cidade, que vão ser extintos, através de um acordo a estabelecer com o Ministério da Defesa Nacional.

A intenção de reunir o espólio da empresa e colocá-lo sob alçada do município tinha já sido divulgada pelo autarca, José Maria Costa, em junho de 2013, como forma de “preservar a memória da construção naval”.

Desde 2012, aquando do lançamento da reprivatização dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) – que depois deu origem à subconcessão e fecho da empresa -, que a autarquia tem vindo a negociar com o Ministério da Defesa Nacional e com a Empordef a cedência deste espólio.

O autarca disse hoje que foi, entretanto, concluído o levantamento e identificação de “milhares de peças com valor histórico e patrimonial” do espólio da empresa, desde desenhos e maquetas dos primeiros navios, passando por cartas, fotografias e ferramentas ilustrativas da evolução da construção naval.

De acordo com José Maria Costa, uma parte desta coleção será exposta no antigo navio-hospital Gil Eannes – construído há mais de meio século pelos ENVC e entretanto transformado em museu ancorado em Viana do Castelo -, sendo a restante distribuída por outras áreas, como o museu municipal.

“O nosso objetivo é fazer um grande museu dedicado à construção naval, com as diversas tecnologias e instrumentos utilizados ao longo dos tempos. A Câmara Municipal deu garantias ao Estado português de que ira criar um espaço condigno para acolher este material, não só para visitação como também para estudo”, explicou.

Contactada pela Lusa, fonte do Ministério da Defesa Nacional admitiu que a autarquia já tinha manifestado há muito tempo a intenção de ficar com o espólio cultural dos ENVC.

Ressalvou, contudo, que existem outras entidades “interessadas” neste espólio, nomeadamente o Museu da Marinha. “Tem havido contactos a este propósito e terá de se chegar a um entendimento entre todas as partes”, explicou a mesma fonte.

O autarca socialista assegurou já ter uma minuta de protocolo “praticamente pronta”, para oficializar a cedência deste material, prevendo a entrega ao Museu da Marinha do espólio relativo à construção de navios militares nos ENVC.

“É necessário concentrar o restante espólio em Viana do Castelo para que não se perca este valioso património, da história da construção naval e da arqueologia industrial”, sublinhou.

Fundados a 04 de junho 1944, no âmbito do programa estatal de modernização da frota de pesca do largo, os ENVC começaram a laborar na forma de uma sociedade por cotas de responsabilidade limitada, com o capital social de 750 contos.

Em quase 70 anos a empresa construiu mais de 220 navios, de todos os tipos, entre militares, de transporte de passageiros e de mercadorias.

Os terrenos e infraestruturas dos ENVC foram este ano subconcessionadas ao grupo Martifer e a empresa pública será entretanto extinta.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

China criou um sistema para rastrear doenças infecciosas. Falhou (e já se sabe porquê)

Em 2002, o vírus SARS saiu da província chinesa de Cantão e propagou-se por 37 países, provocando 774 mortos e mais de oito mil infetados. Para que não voltasse a acontecer, o país criou um …

Ministro holandês faz mea culpa. "Não fomos suficientemente empáticos" com o sul da Europa

O ministro das Finanças holandês reconheceu que foi infeliz nas posições que assumiu sobre a resposta económica à pandemia de covid-19, assumindo que mostrou pouca “empatia” com os países do sul da Europa. Em declarações à …

Estados Unidos admitem possibilidade de novo surto no outono

O diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos disse haver a possibilidade de o país enfrentar um novo surto depois do verão, mas lembrou que nessa altura "várias coisas vão …

Mortes em Portugal estão a aumentar desde o início do mês (sem contar com a Covid-19)

Já morreram mais pessoas em Portugal, neste ano, do que em igual período do ano passado, com especial destaque para o  mês de Março, onde a taxa de mortalidade aumentou, mesmo sem contar com as vítimas de …

PCP quer reabrir camas e decretar preços máximos nos combustíveis para enfrentar pandemia

O PCP apresentou um pacote extenso de propostas para fazer face aos impactos do surto de covid-19. Entre elas está a reabertura do Hospital Militar. O PCP apresentou um conjunto de medidas para fazer face ao …

Houseparty nega pirataria e oferece recompensa milionária a quem provar "campanha difamatória"

A aplicação favorita de quem está em quarentena está sob acusação de piratear contas de outras apps. A Houseparty nega e oferece uma recompensa de 1 milhão de dólares a quem provar a "campanha de …

"Agricultura não pára". Há trabalho no campo para os trabalhadores em lay-off

Com a época das colheitas à porta e a falta de braços no campo, a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) vai propor ao Governo a criação de plataformas de emprego temporário para permitir aos …

Covid-19. Cerimónias fúnebres proibidas em Espanha

As cerimónias fúnebres foram hoje proibidas em Espanha, o segundo país mais afetado pela covid-19 no mundo, e os funerais não podem ter mais do que três pessoas presentes, para impedir a propagação da pandemia …

Falta de meios dificulta marcação de testes à Covid-19

Os utentes do Norte referenciados pelas autoridades de saúde para fazerem o teste à Covid-19 estão a ter grandes dificuldades na marcação nos laboratórios recomendados, devido ao disparo na procura e ao facto de a …

"Impõe-se manter as medidas de contenção", diz Marcelo

O Presidente da República afirmou esta terça-feira que se impõe manter as medidas de contenção que vigoram em Portugal, referindo que essa foi uma opinião unânime na segunda reunião técnica sobre a situação da covid-19 …