Espionagem feita pelos EUA pode conduzir à “quebra da Internet”

Val Gempis / USAF

-

A espionagem da Internet pelos EUA é uma ameaça grave que pode conduzir à “quebra da Internet”, preveniu na quarta-feira o presidente do conselho de supervisão da Google, Eric Schmidt.

“O impacto é grave e piora”, considerou, prevendo que “o resultado mais simples é do se acabar por partir a internet“.

Schmidt fez estas declarações durante um debate sobre as consequências para o setor tecnológico dos casos de espionagem da Internet pelos serviços de informações norte-americanos, como a Agência de Segurança nacional (NSA, na sigla em inglês), organizado pelo presidente da comissão senatorial das Finanças, Ron Wyden.

Os participantes destacaram em particular o aparecimento de barreiras comerciais disfarçadas, com alguns países a exigirem aos grupos da Internet que alberguem os seus serviços ou os seus dados em servidores instalados localmente em vez de nos EUA.

“A ideia de ter de instalar centros de dados e os próprios dados ao nível regional é fundamentalmente oposto à maneira como a Internet está estruturada”, acentuou Colin Stretch, diretora jurídica da Facebook.

O seu homólogo do serviço de armazenagem em linha Dropbox, Ramsey Homsany, realçou por sua parte as dificuldades que isso pode representar para as empresas tecnológicas que fizeram a celebridade de Silicon Valley.

“Imaginem se (os co-fundadores da Google) Larry (Page) e Sergey (Brin) estivessem na sua garagem e o segundo ponto da sua lista de coisas a fazer fosse construir um centro de dados na Alemanha”, comentou.

Os participantes no debate apelaram aos legisladores norte-americanos para que corrijam as práticas de espionagem na internet, para recuperarem a confiança da comunidade internacional.

Enquanto esperam, entendem necessário tomarem eles próprios em mãos a tarefa de reforçar a segurança e a proteção dos seus serviços e das suas redes.

“Na ausência de melhores leis, estamos todos obrigados a investir em melhores tecnologias“, afirmou Brad Smith, responsável dos assuntos jurídicos na Microsoft. “Se as pessoas do Governo estão inquietas com o encriptamento, invistam nem melhores leis”, acrescentou.

Por várias vezes que as principais empresas tecnológicas dos EUA se queixaram da espionagem da Internet pelos serviços de informações norte-americanos, trazida ao conhecimento do grande público pelo ex-funcionário da NSA Edward Snowden.

O fundador e principal acionista da Facebook, Mark Zuckerberg, chegou a telefonar diretamente ao Presidente norte-americano, Barack Obama, em março, para se queixar da “ameaça” que isso representava.

John Chambers, presidente da fabricante de equipamento de telecomunicações norte-americana Cisco, por seu lado, escreveu a Obama, em maio, queixando-se das práticas da espionagem, por “prejudicarem a capacidade das empresas tecnológicas fornecerem produtos à escala mundial”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Trump vai vender helicópteros militares à Índia no valor de 2,7 mil milhões de euros

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, anunciou na segunda-feira que vai vender helicópteros militares à Índia no valor de 2,7 mil milhões de euros, à chegada à cidade de Ahmedabad, para uma visita …

Vale e Azevedo livre de processo de desvio de fundos do Benfica

O Tribunal Judicial de Lisboa declarou a prescrição do processo em que o antigo presidente do Benfica João Vale e Azevedo era acusado de ter desviado dinheiro do clube. O Tribunal Judicial de Lisboa declarou, na …

O Pentágono acabou de simular uma guerra nuclear com a Rússia

O Pentágono realizou um exercício de treino na semana passada, no qual simulou uma guerra nuclear com a Rússia. Apesar de ser comum passar por conflitos simulados, é incomum divulgá-los.  De acordo com a National Defense …

Novo passaporte britânico é desenhado em França e feito na Polónia

A ministra do Interior britânica, Priti Patel, apresentou no sábado os novos passaportes. Começam a ser emitidos em março e recuperam a cor azul que tinham antes de 1988, quando o Reino Unido se juntou …

Confirmados resultados das presidenciais da Guiné-Bissau e vitória de Sissoco Embaló

A Comissão Nacional de Eleições da Guiné-Bissau confirmou os resultados das eleições presidenciais e a vitória de Umaro Sissoco Embaló. A Comissão Nacional de Eleições (CNE) da Guiné-Bissau confirmou esta terça-feira os resultados das eleições presidenciais …

Multimilionário Warren Buffett revela qual é "o melhor negócio do mundo"

O investidor e empresário norte-americano Warren Buffett revelou que, para ele, a Apple é "o melhor negócio do mundo" na segunda-feira, durante uma entrevista ao canal da CNBC. Em declarações ao canal, o multimilionário de 89 …

"Até Ronaldinho foi melhor do que Lionel Messi", diz antigo guarda-redes argentino

O ex-guarda-redes argentino Hugo Gatti disse que Lionel Messi "está muito longe" em comparação com os jogadores que viu jogar. O antigo guarda-redes argentino Hugo Gatti falou sobre Lionel Messi e comparou o internacional albiceleste com …

Renault constitui-se assistente em processo contra Carlos Ghosn para "fazer valer os seus direitos"

A fabricante automóvel Renault anunciou na segunda-feira que se constituiu assistente no processo de investigação do seu antigo presidente Carlos Ghosn por abusos de bens sociais e branqueamento. Segundo noticiou a agência Lusa, em comunicado, citado …

Agentes do ex-Benfica Luka Jovic são suspeitos de branqueamento de capitais

Os agentes do antigo jogador do SL Benfica Luka Jovic, Fali Ramadani e Nikola Damjanac, são suspeitos de terem branqueado mais de 10 milhões de euros em Espanha. Os empresários Fali Ramadani e Nikola Damjanac, da …

Túmulos reais do Taj Mahal limpos pela primeira vez em 300 anos para receber Trump

Os túmulos reais do Taj Mahal foram limpos pela primeira vez em 300 anos como parte da preparação da visita do Presidente norte-americano, Donald Trump, à Índia, escreve o portal Newsweek citando média locais. Donald …