Espanha vai registar pessoas que não querem ser vacinadas (e partilhar lista com países europeus)

O registo das pessoas que se recusam a receber a vacina contra a covid-19 será partilhado com outros países europeus, mas não será divulgado publicamente.

Numa entrevista ao canal de televisão La Sexta, Salvador Illa, ministro da Saúde espanhol, anunciou que as autoridades vão manter um registo de pessoas que se recusam a ser vacinadas contra a covid-19.

A lista será partilhada com outros países europeus, mas o governante adiantou que não será divulgada publicamente.

Em Espanha, a vacinação não será obrigatória. No caso das pessoas que não querem ser vacinadas, o que vai ser feito “é um registo que será partilhado com outros países europeus”, disse o ministro, especificando que se referia “às pessoas a quem for proposto (ser vacinado) e que, simplesmente, se recusem“.

“Este não é um documento que se vai tornar público”, garantiu, acrescentando que o arquivo será elaborado “com o maior respeito pela proteção de dados”.

O instituto público de demografia realizou recentemente um inquérito que mostra que 28% da população espanhola é contra a vacinação imediata. Ainda assim, 40,5% admitem estar dispostos a receber já a vacina e 16,2% contam fazê-lo se o medicamento for “seguro”.

As autoridades de saúde indicaram, esta segunda-feira, que o país ultrapassou as 50 mil mortes por covid-19, ao somar 298 óbitos desde 24 de dezembro, enquanto a incidência acumulada nos últimos 14 dias desceu para 246,9 por cada 100 mil habitantes, revelou esta segunda-feira o Ministério da Saúde.

Além da subida para 50.122 mortes desde o início da pandemia, Espanha registou também 24.462 novos casos, de acordo com os dados dos últimos dias reportados pelas comunidades autónomas, tendo ultrapassado os 1,8 milhões de casos de contágio.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP // Lusa

PARTILHAR

19 COMENTÁRIOS

    • O objectivo é que essas pessoas que não querem ser vacinadas depois têm de arcar com as consequências… (por exemplo: se ficarem doentes pagam o tratamento do bolso delas)

      • Ora nem mais. Não é como este governo português que depois vai pagar essas despesas com o dinheiro dos contribuintes. Esta corja anda completamente à deriva. Por isso é que o volume de impostos está a um nível elevadíssimo e não se vislumbra que com estes canalhas venha a descer.

    • Parece que viveste debaixo de uma rocha 1 ano… O que se passa é que uma boa parte da população se recusa a se vacinar e é contra as medidas de prevenção mais básicas como usar uma máscara ou desinfectar as mãos. Espero que façam o mesmo cá.

  1. Com 80% de assintomáticos, 15% para quem é como uma gripe e apenas 2.5% de mortos dos quais 95% tambem morreriam de outras doenças pois são velhos, cardiacos, doentes respiratórios, renais, etc. Não me parece que para para o suposto bem comum a existencia de uma vacina faça alguma diferença real e muito menos obrigar os assintomaticos a toma-la.

    Vivemos um ano em que a cobardice dos politicos se juntou á ignorancia do povo pouco instruido, pouco inquisitivo e facilmente manipulavel.

    Vou repetir:
    80% Assintomaticos
    15% Como uma gripe
    2.5% precisam de suporte de vida mas nao se sabe se o protocolo é o mais correcto nem se ha alguma droga que possa evitar a inflamação dos pulmoes, provavelmente há.
    2.5% morrem porque já eram velhos e doentes. Já morreriam com uma das gripes beras que aparecem regularmente.

    Resumindo:
    Foste amedrontado por um medo que nao é real porque o mais provavel é estares entre os 95 em cada 100 para quem isto nao tem quaisquer consequencias e continuas alegremente a defender aqueles que por cobardia te fizeram perder o empregoe te obrigam a ficar em casa sem qualquer justificação racional.

    Parabens!

    • hector balboa, falta saber se destes 95% quais os efeitos colaterais a curto, medio e longo prazo de ter tido o coronavirus no organismo a causar estragos no agora virtualmente imperceptíveis.Tipo fertilidade, sistema cardio-respiratório, rins, figado, cérebro, etc…
      Você já parece saber de tudo e ter certezas de tudo, e com antemão de vários anos e décadas.

      Parabens !

  2. Assim é a vida numa “democracia” gerida pelo PSOE e o Podemos (a esquerda do costume). Em nome da democracia não querem decretar obrigatória a vacina. Mas como são totalitários e catalogar a opinião de cada um para criar ficheiros estilo PIDE ou KGB, toca a registar e DIFUNDIR tal registo.
    Como previa Orwell (um comunista que percebeu tudo antecipadamente) criam um “Grande Irmão” que mantem todos sob vigilância e pune quem tem opinião PRÓPRIA. E viva a democracia das esquerdas, que camuflada vai obrigando a fazer e a pensar o que para eles é “correcto”. Em Espanha esta postura já deu mal no passado, exactamente com os mesmos protagonistas.

  3. A toma da vacina não é obrigatória mas quem se recusar vai integrar uma lista (negra) que será distribuída pela Europa, vá-se lá saber com que fins…
    Se isto não é uma obrigatoriedade encapotada não sei o que será.
    E ainda chamam a isto opção democrática.
    Como disse Saramago, o grande problema do nosso sistema democrático é que permite fazer coisas nada democráticas democraticamente.

  4. Registar quem não ser vacinado e partilhar a lista viola todas as leis Europeias relacionadas com bases de dados. Espanha pode fazê-lo se os cidadãos aceitarem.

    Eu não vou tomar nenhuma vacina experimental quando tenho muitas alergias e a probabilidade de reações alérgicas às vacinas estão provadas existirem e serem muito graves em muitos casos. Além de que a melhor vacina ser apenas eficaz em cerca de 90% da população total (e 95% de grupos específicos) – a performance da vacina é menor do que a percentagem mundial até agora infetada com o vírus (supondo que a grande maioria terá sido exposta ao vírus dado que a grande maioria das pessoas expostas por quantidade de tempo limitada não são infectadas).

  5. Há qualquer coisa que não bate certo com esta pandemia e com as respetivas vacinas. Porque é que num pais se multam as pessoas que se recusam a tomar a vacina e noutro os que se recuam são enviados para uma lista “tipo negra” e distribuídos pelos países todos? O que há com e toma dessa vacina? O que esconde essa vacina? Ou o que escondem os países sobre a verdade do vírus? Agora já não há liberdade de escolha do cidadão? Que eu saiba a Espanha não vive uma ditadura e Israel também não parece que viva em ditadura… ou será tudo uma grande mentira que durante anos nos fizeram acreditar nas democracias que nunca existiram?

RESPONDER

As mudanças climáticas estão a contribuir para a alteração do sabor do café

Há muito tempo que se tem conhecimento que as mudanças climáticas têm tido um impacto negativo no ambiente e na população, o que não se sabia é que este fenómeno também está a afetar o …

Químicos encontrados na comida e no ar ameaçam a fertilidade dos homens

Em apenas algumas gerações, a contagem de espermatozoides humanos pode diminuir para níveis abaixo daqueles considerados adequados para a fertilidade. Esta é a afirmação alarmante feita no novo livro da epidemiologista Shanna Swan, "Countdown", que reúne …

"Nomadland" é aposta na reabertura das salas de cinema

As salas de cinema reabrem já na segunda-feira e a grande aposta é Nomadland – Sobreviver na América, da realizadora Chloé Zhao. O premiado filme Nomadland – Sobreviver na América, da realizadora Chloé Zhao, é a …

Invasão ao Capitólio recriada através de vídeos divulgados nas redes sociais

A VICE recriou a invasão ao capitólio, no dia 6 de janeiro de 2021, através de vídeos divulgados pelos manifestantes nas redes sociais. Os resultados das eleições presidenciais norte-americanas não convenceram toda a gente. Uma parcela …

França cria delito de "ecocídio" para punir poluição ambiental

A lei resulta de uma recomendação da Convenção de Cidadãos pelo Clima e visa penalizar casos de poluição ambiental com crime específico. A câmara baixa francesa aprovou, este sábado, a criação do delito de “ecocídio” para …

Estação de metro abandonada em NY é o set de filmagens secreto mais bem guardado de Hollywood

A Bowery Station, uma estação de metro em Nova Iorque, permaneceu abandonada durante cerca de 20 anos, mas desfruta agora de uma nova vida. Tudo começou em 2016, quando Sam Hutchins, um veterano da indústria cinematográfica, procurava …

Nacional 0-1 FC Porto | Dragão cansado não facilita

O FC Porto foi à Madeira vencer o Nacional por 1-0. Quem pensou que seria jogo de goleada para os “azuis-e-brancos” enganou-se por completo. Os insulares deram luta, só permitiram um golo, por parte de Mehdi …

João Leão aposta num OE de "expansão" (e mantém a fé num acordo à esquerda)

O ministro das Finanças, João Leão, acredita que o sétimo Orçamento do Estado será aprovado com os partidos à sua esquerda. Ao semanário Expresso, João leão explicou que os próximos Orçamentos do Estado não serão de …

Português investigou histórias por detrás das dedicatórias de Beethoven

A dedicatória do compositor Beethoven da famosa "Sonata ao Luar" a uma alegada musa foi, afinal, uma forma sarcástica de se vingar pela forma como se sentiu desrespeitado, descobriu o musicólogo e pianista português Artur …

Nos canais de Utrecht, os peixes têm uma "campainha" para passar pela barreira

Quando os peixes desovam pelos canais de Utrecht, nos Países Baixos, costumam ser bloqueados pela eclusa Weerdsluis. Agora, a cidade lançou a primeira campainha para peixes do mundo. De acordo com o Dutch Review, o sistema …