Escutas tramam Hermínio Loureiro suspeito de “dar” 23 milhões em ajustes directos

herminioloureiroHermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis e ex-presidente da Liga de Clubes, foi ouvido durante mais de 8 horas, no âmbito do processo de corrupção que terá sido despoletado por escutas telefónicas.

O actual vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, um dos detidos na operação “Ajuste Secreto”, foi um dos últimos dos suspeitos a ser ouvido pela Polícia Judiciária (PJ) e ainda não conhece as medidas de coacção que lhe serão aplicadas.

Hermínio Loureiro continua assim, detido no Porto, depois de um interrogatório de mais de oito horas. E deverá mesmo ficar todo o fim-de-semana detido, uma vez que a juíza só deverá decretar-lhe as medidas de coacção na segunda-feira.

O Expresso adianta, na sua edição deste sábado, que o ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis é suspeito no âmbito de 23 milhões de euros de ajustes directos.

Quatro empresários detidos no âmbito do processo terão obtido cerca de 1,6 milhões de euros em ajustes directos, ao longo dos sete anos de Hermínio Loureiro na autarquia de Oliveira de Azeméis, segundo o semanário.

O jornal também avança que o ex-presidente do Conselho de Administração da Assembleia da República, João Sá, é um dos principais suspeitos do caso.

As acusações contra Hermínio Loureiro e os demais detidos baseiam-se fortemente em escutas telefónicas, conforme adianta o Correio da Manhã.

Nestas conversas via telefone, a Polícia Judiciária terá detectado indícios de ilegalidades em concursos públicos e em ajustes directos de obras.

Buscas na Câmara de Vila Verde

Entretanto, a Polícia Judiciária efectuou buscas na Câmara de Vila Verde no âmbito do mesmo processo, revelou à Lusa fonte da Procuradoria-Geral da República (PGR).

A PGR não revela mais dados sobre o caso e o presidente da Câmara de Vila Verde, António Vilela, eleito pelo PSD, ainda não se pronunciou sobre o caso.

ZAP //

 

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Foi este senhor, enquanto presidente da Área Metropolitana do Porto, que escolheu o actual presidente do Coliseu do Porto, e o desastre está à vista… parece que andaram todos na mesma escola.
    Os ajustes directos, são para os… amigos, conhecidos e “familiares?”

  2. Hermínio loureiro
    Dias Loureiro
    Valentim Loureiro
    em comum: apelido / vigarice / PSD
    A mãe ou o pai serão os mesmos?

  3. Antes de meterem todos do PSD e os do norte num só saco não se esqueçam de meter também socialistas
    lisboetas e sulistas também.
    Não se esqueçam do Sócrates !

  4. Entramos em guerra com o Sul e pelos vistos com alguém que gosta de ter o dedo em riste !
    Não estou a defender laranjas, nem cravos nem foices e martelos. Para mim são todos iguais.
    Podia pegar numa série de nomes do PS, BE e PCP e colocar aqui que tiveram exatamente situações de fuga ao fisco e outras manobras.
    Não fossem alguns comunistas “pobrezinhos” sem tecto nem beira a dar o exemplo aos outros.
    No fim deste mandato “engenhoca” vamos ver quantos mais adicionamos ao cesto.
    Nem todos os Pedros são para aqui chamados porque não gostaria de dizer já que fala do Norte posso afirmar de que o Sr SUL não deve saber que mais de 70% da do PIB é produzido no norte e centro.
    Do sul, o que esperar ? hum !!! nada! no sul não se passa nada a não ser os chineses a comprar aquilo tudo e para se passar umas férias lá e deixar lá o dinheiro do norte.
    Se a estupidez pagasse imposto em Portugal pagávamos a divida em 2 anos.
    O assunto está encerrado de forma a não suscitar hostilidades em pessoas mais sensíveis.

Responder a Carla Cancelar resposta

Deixar Bilbau não dá bom resultado (lembra-se da grande equipa de Bielsa?)

Javi Martínez tenta contrariar a tendência dos seus antigos companheiros de equipa no famoso Atlético de Bilbau, que só aceita no seu plantel futebolistas nascidos no País Basco ou com ascendência familiar basca. Javi Martínez, herói …

Tatuagens racistas, saias curtas, cabelos e bigodes estranhos proibidos na PSP

Os polícias que tenham tatuagens com símbolos, palavras ou desenhos de natureza partidária, extremista, racista ou que incentivem à violência têm seis meses para as remover, de acordo com novas normas da PSP que também …

Republicação das caricaturas de Maomé foi o motivo do ataque junto ao Charlie Hebdo

A republicação das caricaturas de Maomé terá estado na origem do ataque junto ao edifício da antiga redação do jornal satírico Charlie Hebdo, confessou o principal suspeito. Quatro pessoas foram esta sexta-feira feridas, duas das quais …

Segunda vaga pode matar menos (mesmo com novos casos a disparar)

Os especialistas acreditam que a segunda vaga de covid-19 em Portugal vai ser menos letal, embora o número de novos casos diários possa vir a ser "muito elevado". Isto porque temos a lição mais bem …

BCP disponível para fusão com o Montepio

Na eventualidade de ser necessária uma intervenção, o Millennium BCP mostrou-se disponível para uma fusão com o Banco Montepio. Esta hipótese foi apresentada pela instituição bancária numa reunião com o ministro das Finanças, João Leão. O …

Otamendi mais 55 milhões. O negócio que pode levar Rúben Dias para o City

Rúben Dias está muito próximo de reforçar o Manchester City. O clube inglês oferece 55 milhões de euros mais Nicolás Otamendi em troca. A oficialização do acordo deve estar para breve. O Manchester City está muito …

Líbano: Após um mês no cargo, primeiro-ministro demite-se perante impasse político

O primeiro-ministro designado do Líbano, Mustapha Adib, demitiu-se este sábado do cargo numa altura de impasse político sobre a formação de Governo, um mês depois de ter sido nomeado e da violenta explosão no porto …

Governo joga últimos trunfos à esquerda (mas "na 25.ª hora pode ser PSD a salvá-lo" e esse é outro problema)

A duas semanas do fim do prazo para entregar o Orçamento de Estado para 2021 (OE2021), o Governo ainda não tem garantias de aprovação do documento. E enquanto Marcelo pressiona o PSD para "salvar" o …

-

Governo aponta para regresso progressivo de público aos estádios

O regresso de público aos estádios de futebol continua proibido, devido à pandemia de Covid-19, com o secretário de Estado da Juventude e Desporto a admitir esta sexta-feira a possibilidade de um retorno faseado quando …

Há escolas sem intervalos ao ar livre devido à covid-19

Há escolas que estão a proibir os alunos de passarem os intervalos ao ar livre por receio de contágio do novo coronavírus. O pediatra Hugo Rodrigues considera que "é um perfeito disparate". Como tal, os estudantes …