O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença.

O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e os mais esquisitos no que toca à alimentação podem ser os mais visados, sugere uma notícia da Metro. Mas é com isso que as pessoas se devem preocupar? Como na maioria das coisas, não é tão claro quanto parece.

O escorbuto surge quando não se ingere vitamina C suficiente na dieta. Os sintomas incluem sentir-se mais cansado do que o habitual, gengivas inchadas ou sangrentas e magoar-se facilmente. No entanto, é preciso entre um a três meses com pouquíssima vitamina C para chegar a esse ponto.

A vitamina C está presente em tantos alimentos que é realmente muito difícil obter escorbuto. Naturalmente, a maioria das pessoas sabe que laranjas, limas, limões e kiwis contêm muita vitamina C, mas batatas novas, brócolos e pimentos também são boas fontes desta vitamina. Ainda assim, não é impossível apanhar escorbuto, como mostram os números oficiais do NHS — o serviço nacional de saúde britânico.

Em 2007/08, 61 pessoas hospitalizadas em Inglaterra tinham escorbuto. Este número saltou para 128 em 2016/17 — mais do que o dobro dos casos.

Mas, contextualizando, em 2016/17, houve 16 milhões de pessoas internadas no total. Isto significa que 0,0008% dos internamentos hospitalares envolveram escorbuto. É um aumento, mas num panorama alargado, não é uma calamidade nacional.

O verdadeiro problema

O escorbuto é apenas a consequência de uma dieta inadequada. As taxas de desnutrição mostram um aumento muito mais intenso. Em 2007/08, houve 2.702 casos de desnutrição em internamentos hospitalares. Em 2016/17, esse número mais do que triplicou para 9.006.

A desnutrição não afeta apenas as pessoas com baixo peso — você pode estar com excesso do peso ou obeso e desnutrido ao mesmo tempo. Pode estar a comer muita comida, mas não estar a receber nutrientes suficientes. Ou pode estar a comer a quantidade certa de comida em termos de calorias, mas o tipo errado de comida em termos de nutrientes.

Comer muito de um nutriente específico também pode ser um problema, pois você pode acabar por consumir níveis tóxicos de vitaminas e minerais. Todas estas coisas podem levar à desnutrição.

As taxas de desnutrição também diferem por idade. O apetite diminui à medida que você envelhece, por isso pode ser comum em pessoas mais velhas. A maioria das pessoas referidas no artigo da Metro é da geração dos millennials, mas olhando para os números oficiais, não há muita diferença nas taxas de escorbuto entre as várias faixas etárias. Portanto, ser millennial não aumenta a probabilidade de apanhar escorbuto.

De todas as causas, a desigualdade é a que realmente nos devemos focar. No ano passado, foi relatado que 14 milhões de pessoas no Reino Unido vivem na pobreza. Isso é mais do que um quinto da população. O mesmo relatório afirma que a pobreza infantil aumentou mais de meio milhão nos últimos cinco anos. Esta é uma grande parte da população que pode não ser capaz de pagar uma dieta saudável.

Não deveríamos estar a lidar com desnutrição ou escorbuto em 2019, mas estamos. O que podemos mudar é como reagimos a ela. Como o artigo da Metro diz, é preciso ter mais compreensão e menos julgamento sobre o que as pessoas estão a comer. Mas também precisamos de reconhecer e abordar as desigualdades sociais responsáveis por estas “doenças vitorianas”. Até que façamos, o escorbuto continuará a existir.

PARTILHAR

RESPONDER

Exibições de Trincão questionadas em Espanha. Koeman sai em defesa do jogador

A imprensa desportiva espanhola tem questionado as exibições do internacional português Francisco Trincão, que no verão passado deixou o FC Braga e rumou ao FC Barcelona num negócio de 31 milhões de euros. Os jornais …

Reduzir poluição do ar pode evitar mais de 50 mil mortes anuais

Reduzir a poluição do ar para os níveis recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) poderia evitar mais de 50 mil mortes por ano, segundo um estudo publicado esta quarta-feira, que recomenda uma ação rápida. A …

Cunhado do rei de Espanha passa a regime de semiliberdade

A justiça espanhola concedeu esta quarta-feira o regime de semiliberdade ao cunhado do rei de Espanha, Inaki Urdangarin, que cumpre uma pena de prisão pelo seu envolvimento no caso de corrupção Nóos. Na prisão desde 18 …

"A Constituição não é uma vaca sagrada". Albuquerque reitera que as Presidenciais deviam ter sido adiadas

O chefe do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque, reafirmou que as eleições presidenciais deviam ter sido adiadas, face ao estado de emergência no país. "A Constituição tem de ser instrumental, tem de estar ao serviço da …

Rio pede a António Costa para encerrar escolas já na quinta-feira

O presidente do PSD, Rui Rio, pediu esta quarta-feira ao primeiro-ministro, António Costa, que encerre as escolas, já a partir desta quinta-feira, como forma de conter a epidemia de covid-19. “Faço-lhe um apelo público para que …

PGR alega papel clarificador e transparente de diretiva sobre poderes hierárquicos no MP

A Procuradora-geral da República (PGR) garantiu esta terça-feira no parlamento que a recente diretiva sobre subordinação hierárquica teve unicamente um "propósito clarificador e de transparência" sobre aquilo que já era o relacionamento entre os escalões …

"A democracia prevaleceu". Joe Biden apela à união na tomada de posse como 46º Presidente dos Estados Unidos

O democrata Joe Biden tomou esta quarta-feira posse como 46.º Presidente dos Estados Unidos, após ter feito o juramento de funções perante o presidente do Supremo Tribunal, John Roberts, nas escadas do Capitólio, em Washington. Joe …

Presidente da Suíça no topo dos salários. Marcelo no fim da lista

Uma lista elaborada com dados da IG - consultora britânica de mercados financeiros - revelou que quanto mais rico o país, em regra, mais alto é o ordenado do chefe de Estado, com o Presidente …

Novo estudo reitera eficácia da vacina da Pfizer contra variante britânica do coronavírus

Um novo estudo da empresa alemã BioNTech sugere que a vacina desenvolvida por esta e pela farmacêutica norte-americana Pfizer contra a covid-19 é também eficaz na variante do coronavírus que surgiu no Reino Unido. O estudo, …

Governo reúne-se com especialistas ainda esta quarta-feira

O Governo vai reunir-se ainda nesta quarta-feira com epidemiologistas. A informação foi inicialmente avançada pela TSF, sendo posteriormente confirmada pelo primeiro-ministro, António Costa, em Bruxelas. O encontro será presidido pela ministra da Saúde, Marta Temido, …