Escassez de chuva pode deixar Portugal como o norte de África

A falta de chuva no território português — causada pelo agravamento das alterações climáticas — pode deixar o país comparável, em termos climatéricos, ao norte do continente africano.

O alerta foi lançado por João Santos, investigador da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, que destaca que a escassez de água pode ser um dos maiores problemas a combater em Portugal no próximo século. A falta de chuva no território português pode deixar o país em condições semelhantes ao norte do continente africano.

Há medidas urgentes que se impõem, seja ao nível da gestão da água, seja ao nível das práticas agrícolas, sob pena de o país ficar em condições comparáveis ao Norte de África”, disse João Santos, citado pelo JN.

Segundo o especialista, a quantidade de água tem diminuído drasticamente em Portugal e são vários os rios, ribeiras e lagos que secaram nas últimas décadas. A situação tem-se agravado e “este ano está a ser particularmente grave“. João Santos explica que a chuva durante a primavera foi muito abaixo da média e que “não é expectável que chova muito mais no verão”.

Assim sendo, os reservatórios de água estarão em escassez até à altura do outono. Quem sai lesado desta situação é o setor agrícola, que depende da precipitação para manter as suas colheitas ativas.

O professor da UTAD, especialista em Ciências Geofísicas, conta que a situação pode tomar contornos mais graves, devido à falta de precipitação, uma vez que só o aumento de temperaturas não seria o suficiente para afetar a agricultura. Essa situação, por sua vez, abriria a oportunidade de ter culturas alternativas, que não eram possíveis em condições climatéricas anteriores.

Com o clima a tornar-se mais quente e seco, as condições são cada vez mais semelhantes ao norte de África. E caso não sejam tomadas medidas urgentes, esta pode ser uma “ameaça muito séria“. Tendo em conta uma possível situação crítica, é necessário reajustar a gestão hídrica do país, controlando os consumos públicos de água — que João Santos considera serem “exagerados”.

“Portugal não é um país com grande futuro em termos de produção hidroelétrica, devendo apostar-se mais na fotovoltaica“, defendeu, citado pelo JN. O especialista alertou ainda para a necessidade de repensar o desperdício de água, de forma a minimizar os efeitos de uma mudança drástica de clima.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Talvez me ande a escapar alguma coisa. Com todas estas perspectivas climáticas anda-se a falar do aumento da área de regadio? Mas com que água?

RESPONDER

"O mundo está no momento mais perigoso da história humana", diz Noam Chomsky

O professor norte-americano Noam Chomsky, conhecido como o pai da linguística moderna, advertiu que o mundo está no momento mais perigoso da história da humanidade devido à crise climática, à ameaça de guerra nuclear e …

Portugal com 849 novas infecções por covid-19. Há 20.722 casos activos

Portugal registou 849 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, mantendo-se a tendência de subida verificada nos dias anteriores. Mas o número de pacientes recuperados também não era tão alto desde Julho. O boletim da …

A Grândola Vila Morena abafou "a maior marcha alguma vez vista" do Chega

Com a Praça do Giraldo, em Évora, dividida por barreiras anti-motim, os participantes da concentração "Pela Liberdade" receberam os apoiantes do Chega de André Ventura ao som de "Grândola Vila Morena" e empunhando cravos vermelhos …

Pandemia assola Irão. EUA com mais 888 mortos. 19 países europeus bateram recorde de casos

Naquele que é o número mais elevado de casos diários desde abril, a Alemanha registou 2.297 novos contágios, 19 países europeus já ultrapassaram o recorde de casos do pico da pandemia. O Irão ultrapassou as …

Rangel "é um turista do carago". SMS atestam que Vieira usou Benfica em "benefício pessoal"

Luís Filipe Vieira é um dos acusados da Operação Lex, com o Ministério Público (MP) a alegar que o presidente do Benfica utilizou o clube em "benefício pessoal" para obter uma cunha do juiz Rui Rangel. O …

Farmácias em risco de não ter vacinas da gripe para tantos pedidos

As farmácias privadas receiam não ter doses suficientes de vacina contra a gripe para dar resposta a todos os pedidos. As encomendas da vacina já sãocinco vezes mais do que as registadas em 2019. A preocupação …

É responsabilidade a mais. Médicos não querem integrar Brigadas Rápidas dos lares

Está a ser difícil contratar médicos para as Brigadas de Intervenção Rápida dos lares que foram anunciadas pelo Governo. Mesmo a receberem acima da tabela de pagamentos, os médicos receiam a falta de condições e …

Restrições a turistas suavizadas. Finlândia tenta salvar a Lapónia (e a época de inverno)

A Finlândia, que vê o turismo estrangeiro em perigo na Lapónia, permite a partir de hoje a entrada de turistas de cerca de vinte países sem terem de fazer quarentena. As medidas surgem numa altura em …

"Foi uma vergonha". PS em choque com saída de Jamila e com o poder de Temido

A saída de Jamila Madeira do cargo de secretária de Estado Adjunta e da Saúde, a pedido da ministra Marta Temido, deixou alguns socialistas "arrepiados" e há um desconforto interno com a situação. É mais …

Mãe de bebé deixado no Cacém entregou-se no hospital e foi constituída arguida

A mãe do bebé deixado na terça-feira junto ao Centro Social Baptista, no Cacém, Sintra, entregou-se hoje no Hospital Amadora-Sintra e, depois de ter sido transportada para a esquadra, foi constituída arguida, disse à Lusa …