Escassez de chuva pode deixar Portugal como o norte de África

A falta de chuva no território português — causada pelo agravamento das alterações climáticas — pode deixar o país comparável, em termos climatéricos, ao norte do continente africano.

O alerta foi lançado por João Santos, investigador da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, que destaca que a escassez de água pode ser um dos maiores problemas a combater em Portugal no próximo século. A falta de chuva no território português pode deixar o país em condições semelhantes ao norte do continente africano.

Há medidas urgentes que se impõem, seja ao nível da gestão da água, seja ao nível das práticas agrícolas, sob pena de o país ficar em condições comparáveis ao Norte de África”, disse João Santos, citado pelo JN.

Segundo o especialista, a quantidade de água tem diminuído drasticamente em Portugal e são vários os rios, ribeiras e lagos que secaram nas últimas décadas. A situação tem-se agravado e “este ano está a ser particularmente grave“. João Santos explica que a chuva durante a primavera foi muito abaixo da média e que “não é expectável que chova muito mais no verão”.

Assim sendo, os reservatórios de água estarão em escassez até à altura do outono. Quem sai lesado desta situação é o setor agrícola, que depende da precipitação para manter as suas colheitas ativas.

O professor da UTAD, especialista em Ciências Geofísicas, conta que a situação pode tomar contornos mais graves, devido à falta de precipitação, uma vez que só o aumento de temperaturas não seria o suficiente para afetar a agricultura. Essa situação, por sua vez, abriria a oportunidade de ter culturas alternativas, que não eram possíveis em condições climatéricas anteriores.

Com o clima a tornar-se mais quente e seco, as condições são cada vez mais semelhantes ao norte de África. E caso não sejam tomadas medidas urgentes, esta pode ser uma “ameaça muito séria“. Tendo em conta uma possível situação crítica, é necessário reajustar a gestão hídrica do país, controlando os consumos públicos de água — que João Santos considera serem “exagerados”.

“Portugal não é um país com grande futuro em termos de produção hidroelétrica, devendo apostar-se mais na fotovoltaica“, defendeu, citado pelo JN. O especialista alertou ainda para a necessidade de repensar o desperdício de água, de forma a minimizar os efeitos de uma mudança drástica de clima.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Talvez me ande a escapar alguma coisa. Com todas estas perspectivas climáticas anda-se a falar do aumento da área de regadio? Mas com que água?

RESPONDER

Vibrações provocadas por "estrelamotos" permitem precisar a idade da Via Láctea

Os tremores estelares registados pelo telescópio espacial Kepler, da NASA, ajudaram a responder a um antigo enigma sobre a idade do "disco espesso" da Via Láctea. Uma equipa de cientistas, liderada por investigadores do Centro de …

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …