Escassez de chuva pode deixar Portugal como o norte de África

A falta de chuva no território português — causada pelo agravamento das alterações climáticas — pode deixar o país comparável, em termos climatéricos, ao norte do continente africano.

O alerta foi lançado por João Santos, investigador da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, que destaca que a escassez de água pode ser um dos maiores problemas a combater em Portugal no próximo século. A falta de chuva no território português pode deixar o país em condições semelhantes ao norte do continente africano.

Há medidas urgentes que se impõem, seja ao nível da gestão da água, seja ao nível das práticas agrícolas, sob pena de o país ficar em condições comparáveis ao Norte de África”, disse João Santos, citado pelo JN.

Segundo o especialista, a quantidade de água tem diminuído drasticamente em Portugal e são vários os rios, ribeiras e lagos que secaram nas últimas décadas. A situação tem-se agravado e “este ano está a ser particularmente grave“. João Santos explica que a chuva durante a primavera foi muito abaixo da média e que “não é expectável que chova muito mais no verão”.

Assim sendo, os reservatórios de água estarão em escassez até à altura do outono. Quem sai lesado desta situação é o setor agrícola, que depende da precipitação para manter as suas colheitas ativas.

O professor da UTAD, especialista em Ciências Geofísicas, conta que a situação pode tomar contornos mais graves, devido à falta de precipitação, uma vez que só o aumento de temperaturas não seria o suficiente para afetar a agricultura. Essa situação, por sua vez, abriria a oportunidade de ter culturas alternativas, que não eram possíveis em condições climatéricas anteriores.

Com o clima a tornar-se mais quente e seco, as condições são cada vez mais semelhantes ao norte de África. E caso não sejam tomadas medidas urgentes, esta pode ser uma “ameaça muito séria“. Tendo em conta uma possível situação crítica, é necessário reajustar a gestão hídrica do país, controlando os consumos públicos de água — que João Santos considera serem “exagerados”.

“Portugal não é um país com grande futuro em termos de produção hidroelétrica, devendo apostar-se mais na fotovoltaica“, defendeu, citado pelo JN. O especialista alertou ainda para a necessidade de repensar o desperdício de água, de forma a minimizar os efeitos de uma mudança drástica de clima.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Talvez me ande a escapar alguma coisa. Com todas estas perspectivas climáticas anda-se a falar do aumento da área de regadio? Mas com que água?

RESPONDER

Bill Gates é o homem mais admirado do mundo. Ronaldo também está na lista

O cofundador da Microsoft já não é o homem mais rico do mundo, mas continua a ser o mais admirado. Cristiano Ronaldo é o 7.º. Na semana passada, Bill Gates perdeu o lugar que ocupava há …

Volvo vai chamar à oficina mais de 500 mil carros até ao fim do ano

O problema detetado no motor dos carros poderá afetar os automóveis a diesel de quatro cilindros, construídos entre 2014 e 2019, nas marcas V40, o V60, V70, S80 e XC60. A Volvo retirou cerca de 70 …

A baunilha é mais cara do que a prata (e há já quem mate pelo "ouro verde")

A baunilha, que era vendida em 2015 por cerca de 90 euros o quilograma, disparou no ano passado para 535 euros, ultrapassando assim o valor da prata. Esta subida que quase sextuplicou o valor da …

"Nova Expo". 300 milhões para requalificar zona ribeirinha entre Pedrouços e Cruz Quebrada

O projeto que vai requalificar a zona ribeirinha entre Pedrouços e Cruz Quebrada conta com um investimento de 300 milhões de euros. À zona ocidental de Lisboa já lhe chamam de "nova Expo". A zona ribeirinha …

Descoberta imensidão de tesouros arqueológicos ao largo da Galiza. São mais de 1.600 objetos

Trabalhos de arqueologia subaquática ao largo das costas galegas permitiram descobrir nas últimas três décadas um total de 1600 objetos arqueológicos. As peças afundaram-se ao longo dos séculos durante inúmeros naufrágios e ali se foram acumulando. …

27 anos depois, Clã anunciam saída de dois elementos

Mais de um quarto do século após a sua formação, a banda do Porto vê dois dos seus elementos fundadores partirem. Os Clã anunciaram a saída de dois dos seus elementos através de um comunicado publicado …

Reduzir o uso de ar condicionado pode ajudar a salvar vidas

Há muitas pessoas a precisar da ajuda preciosa do ar condicionado para sobreviver a temperaturas cada vez mais altas. Contudo, aquele que pensamos ser o nosso maior aliado pode ser, na verdade, o nosso pior …

Porto vai ter policiamento gratificado em "zonas particularmente sensíveis"

Rui Moreira diz que nos últimos 20 anos não houve investimento na polícia e afirma que o espaço público "não pode ser apropriado por gangues". O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, anunciou esta segunda-feira …

Altos níveis de ferro associados a um menor risco de doença cardíaca

Diferentes níveis de ferro podem ter efeitos dispares na nossa saúde. Uma equipa de cientistas descobriu uma associação entre altos níveis de ferro e um menor risco de doença cardíaca. A tarefa não foi propriamente fácil …

Quénia. Ministro das Finanças preso por suborno e fraude

O Ministro das Finanças do Quénia, Henry Rotich, e vários funcionários do seu ministério foram presos esta segunda-feira por suborno e fraude num projeto de construção de duas barragens que envolve milhões de dólares. Em declarações …