Era para ser a “Hollywood europeia” no Algarve, mas acabou em burla de 4,6 milhões

SXC

Começou por ser um mega-projecto com a participação do actor Joaquim de Almeida, mas a “Cidade do Cinema” de Portimão terminou numa imensa burla de 4,6 milhões de euros, alegadamente desviados da Câmara de Portimão.

O caso é revelado pela revista Sábado, que realça que o projecto da “Cidade do Cinema” nunca passou disso mesmo, dos planos e dos estudos, mas que teve um elevado custo para os cofres da autarquia de Portimão.

A publicação atesta que o projecto redundou num “esquema mirabolante de burla que provocou mais de quatro milhões de euros de prejuízo” à Câmara.

No processo que decorre no Tribunal Central de Instrução Criminal, vai ainda decidir-se se vários antigos responsáveis da autarquia de Portimão serão acusados pelo desvio de 4,6 milhões de euros dos cofres públicos.

Esse dinheiro tinha por fim financiar a “Cidade do Cinema”, um projecto nascido numa associação sem fins lucrativos, a Algarve Film Commission, com a participação do actor Joaquim de Almeida.

A autarquia, através da empresa municipal Portimão Turis (entretanto, integrada na Portimão Urbis), assumiu o projecto, mas este nunca saiu do papel.

Para o Ministério Público, o homem no centro desta alegada burla é o ex-vice-presidente da Câmara, Luís Carito, que detinha os pelouros da Economia, das Finanças e do Turismo, além de presidir também ao Conselho de Administração da Portimão Turis e à comissão Executiva da Portimão Urbis.

Carito, que é médico e socialista, terá engolido um papel que foi encontrado nas buscas na sua casa e que teria “informação relevante” para o processo, relata a Sábado.

Hollywood à portuguesa no Algarve

A ideia da “Cidade do Cinema” era criar uma espécie de Hollywood à portuguesa no Algarve, com condições para receber cineastas portugueses e estrangeiros para aí realizarem os seus filmes.

Em 2009, quando o projecto foi anunciado, chegou a especular-se que o próximo filme do mais famoso espião do mundo, o 007, seria realizado nesta “Hollywood europeia”.

O projecto intitulado “Picture Portugal” chegou a ser apresentado durante o Festival de Cannes de 2009 com a presença de Joaquim de Almeida e a intervenção de Luís Carito.

Falava-se de um investimento de três mil milhões de euros para a criação de onze estúdios de cinema e de sete mil postos de trabalho e que deveria começar a funcionar em 2011. Ninguém adiantou de onde viria o dinheiro, mas especulou-se sobre um apoio da Universal Studios e da CBS Paramount, grandes estúdios de cinema norte-americanos.

Luís Carito dizia, na altura, que o projecto seria financiado com investimento privado português e estrangeiro, com a Câmara de Portimão a surgir “como sócio minoritário” no projecto. Mas, na verdade, quem desembolsou a totalidade do dinheiro gasto no projecto que nunca viu a luz do dia foi a autarquia.

ZAP //

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

      • O Vitor ao incluir “somos” referiu-se ao português como um todo e não a partes isoladas nem à ética e consequente moral de cada um de nós como individuais, amigo. De facto, para um país tão pequeno, com uma minoria de habitantes (na sua maioria idosos), existe demasiada corrupção; e isto já não parece tanto ser uma escolha, mas cultura natural e inata para a vigarice, e, a consequente leviandade na punição acaricia um carácter “genético” difícil de controlar. Mas refere-se a um todo, ao português como nação e não ao “português” sujeito como eu e você, os quais temos todas as condições, conforme a nossa vontade e necessidade, de ser correctos.

  1. Não posso dizer que foi uma ciganada porque
    1 – Pode ser considerado comentário racista
    2 – Os ciganos não engolem papéis
    3 – Ciganos são gente séria comparada com esta

    Resumindo e concluindo:
    Foi mais uma prática socialista

  2. Isto é uma tristeza. Portugal é um lugar espectacular mas péssimamente frequentado. Eu que sou profissional de audiovisual e cinema há 18 anos e que até iniciei um mestrado em Portugal, desde sempre percebi que em Portugal o meio do cinema (como de resto todo o meio artístico) é só pavões, medíocres e egos inchados. Até temos alguns bons valores mas, como temos um mercado minúsculo que ainda por cima detesta o seu produto nacional, depois são sete mil cães a um osso… Uma cambada de subsidio-dependentes a ver quem rouba mais. Num meio já tão medíocre, o verdadeiro talento ainda está na falcatrua e na trafulhice.

    O Audiovisual é uma máfia em Portugal… Além de que não valem um peido furado, mas depois não há puto nenhum com uma DSLR na mão que não se auto-entitule “produtor-realizador” ou “filmmaker”. Acontece que o Tuga tem uma mentalidade que não se coaduna com trabalhar a sério nesta área. São todos muita bons!.. Uns egomaníacos sem um pingo de humildade, mas resultados… Está à vista. É só ouvir falar dos fantásticos cineastas portugueses por esse mundo fora! São um talento mundial, realmente!..

    Enfim… Continuem a manchar o prestígio internacional do meio do cinema em Portugal desta maneira, que fazem bem!.. Bem fiz eu em me vir embora, estudar e trabalhar para um país onde se trabalha a sério na área, mas com seriedade, respeito e humildade. Os pavões ficaram pra trás a fazer destas, lol…

  3. Alguém preso? No nosso país só prende o pequeno, o grande rouba à descarada e ainda pede indminização! O “papa papéis” como o chamamos aqui é médico e está a trabalhar como tal no hospital… nesta terra não se prende ninguém “dessa gente”. Só se trama o pobre!

RESPONDER

Governo vira-se para Rio para mudar a Lei e garantir o novo aeroporto

O Governo está a preparar uma alteração à Lei para evitar que o projecto do novo aeroporto do Montijo seja chumbado. Uma medida que passará, necessariamente, pela necessidade de um entendimento entre PS e PSD …

"Entretenimento saudável". Santa Casa desvaloriza estudo sobre raspadinhas

O Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa desvalorizou a investigação da Universidade do Minho que aponta para o vício das raspadinhas. Esta sexta-feira, um artigo científico publicado na The Lancet alertou para …

"Diga-lhe para ligar ao FBI". Autocarro com a cara do príncipe André circula em Londres

Um autocarro escolar, com a cara do príncipe André, andou a circular por Londres, esta sexta-feira, numa campanha da advogada Gloria Allred para pressionar o filho da Rainha a falar com o FBI. Esta sexta-feira, um autocarro …

Suspeito de terrorismo ouvido em tribunal (com o juiz a recusar ver os seus vídeos por não ter Internet)

O arguido Rómulo Costa, um dos oito portugueses acusados por financiamento ao terrorismo e recrutamento, adesão e apoio ao Estado Islâmico, foi interrogado, esta sexta-feira, na fase de instrução do processo que vai decorrer no …

FC Porto recorre do castigo de um jogo à porta fechada

O FC Porto vai recorrer do castigo de um jogo à porta fechada, aplicado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por ofensa a um agente desportivo. "O FC Porto vai recorrer …

Moita Flores investigado por corrupção. Antigo PJ fala em "coincidência" com empréstimo aos filhos

Francisco Moita Flores, antigo inspector da Polícia Judiciária e ex-presidente da Câmara de Santarém, está a ser investigado por suspeitas de corrupção. Há transferências de dinheiro de uma construtora para empresas a que esteve ligado …

SOS Animal vai constituir-se assistente no processo contra João Moura

A SOS Animal anunciou, esta sexta-feira, que se vai constituir assistente no processo criminal contra o cavaleiro tauromáquico detido, na quarta-feira, por suspeitas de maus-tratos a cães em Monforte, no distrito de Portalegre. Em comunicado, a SOS …

SMS de Rangel revelam teia de corrupção na Relação de Lisboa. Juiz Vaz das Neves tem empresa contra a lei

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, Luís Vaz das Neves, que foi constituído arguido na Operação Lex, tem uma empresa que se dedica à arbitragem extrajudicial de conflitos, o que constitui uma violação …

Presidente da PwC esteve em Lisboa para controlar danos do Luanda Leaks

O presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC) esteve em Lisboa, há duas semanas, para controlar os danos provocados pelo caso Luanda Leaks. Bob Moritz, presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC), esteve em Lisboa, há duas semanas, para perceber até …

CM Lisboa vai negociar avenças em parques para moradores da envolvente da Baixa

O presidente da Câmara de Lisboa afirmou, esta sexta-feira, que a autarquia irá tentar acordar com os operadores dos parques de estacionamento da envolvente da Zona de Emissões Reduzidas da Baixa-Chiado a criação de "avenças …