Cientistas alertam para epidemia incurável que pode alastrar na Terra em breve

Um fungo resistente aos medicamentos pode em breve vir a provocar uma epidemia devastadora para os humanos, animais e plantas.

A informação é de um estudo realizado pelos cientistas do Imperial College London e da Universidade de Exeter, no Reino Unido, e publicado na revista científica Science esta sexta-feira.

Segundo os cientistas, em breve os fungos podem se transformar em algo semelhante às “superbactérias” resistentes aos antibióticos e ganhar “imunidade” aos agentes antifúngicos que são usados de maneira intensa na medicina e agricultura, descreve o portal Science.

Os autores do estudo sublinham que o perigo é menosprezado, mas em breve a situação pode se agravar.

Os agentes antifúngicos matam apenas os fungos mais fracos, mas os mais fortes sobrevivem e evoluem, tornando-se resistentes aos agentes antifúngicos. Os cientistas apelam ao desenvolvimento de medicamentos que possam fazer frente a esta ameaça.

Além disso, os cientistas sublinham que as infeções fúngicas causam mais mortes do que o cancro da mama ou do que a malária. Segundo os investigadores, a mortalidade por doenças provocadas por fungos pode ser comparada com a tuberculose ou com a SIDA.

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. Estes “cientistas” pensam que as pessoas que não possuem conhecimentos académicos superiores (em qualquer área da ciência), são uma cambada de estúpidos, analfabetos, fáceis de assimilarem as doutrinas que proclamam e manobrarem as inteligências de cada um a seu bel-prazer. Ora, não pertencendo à seita que em tudo vê desgraças, pergunto-me – na minha santa ignorância científica -, como é que eles sabem a devastação que esta epidemia pode provocar se não conhecem esses fungos, embora tenham bases científicas sobre os que actualmente existem?
    Bom… quem fabrica/produz qualquer coisa que pode provocar epidemias, sabe o nível de devastação resultante dessa aplicação! E existe quem saiba que laboratórios criam vírus que servem para MATAR, quando associados a certo tipo de armas…
    Não pensem é que as pessoas são estúpidas por natureza e vocês, “cientistas”, têm um cérebro extra-terrestre que funciona por energia atómica…
    E já fabricaram também o antídoto para esses super-fungos que criaram em laboratório? Porque senão, morrem como os que os forem atingidos pela epidemia e depois lá se vão os cabeças de abóbora para o galheiro e não podem produzir mais super-fungos…

    • O artigo científico em questão tem as respostas às suas questões. No entanto é mais fácil escrever parvoíces da teoria da conspiração do que ler um artigo científico. Além de dar algum trabalho, ler um artigo científico requer que uma pessoa não seja estúpida e analfabeta, como bem refere. Mais, ler um artigo científico requer por vezes alguns conhecimentos académicos superiores da área específica (pois ninguém é especialista em todas as áreas). Se calhar o seu problema é esse. Quando não sabemos o suficiente sobre um assunto, o melhor é não mandarmos bitaites.
      Cumprimentos.

    • Ó Xico… como é que te hei de explicar isto?… bem, já sei… não tens uma pilinha? Então brinca com ela e não te metas nisto que exige um pouco mais de elevação intelectual.

    • Ainda não li o artigo cientifico, mas….e não vou dizer que é fácil, mas é possível prever, com alguma analise estatística, a “capacidade” mortífera de um virus, uma bactéria, ou um fungo. Sr Francisco, já comeu míscaros? Ou seja já comeu fungos? E por acaso sabe, que até do conhecimento comum, que alguns são “venenosos”, não sabe? Então imagine, e aqui é apenas da imaginação, que um fungo mais pequeno “quase invisivel” pudesse circular nas plantas, ate comestiveis… O que seria né? Para mim o que escrevi é uma hipotese normal, coisas da natureza, mas para si, presumo que é gasolina para mais uma teoria…

  2. “mais fortes sobrevivem e ? evoluem, tornando-se resistentes aos agentes antifúngicos.”
    Quem assim escreve só demonstra ignorância em biologia.
    Quanto aos Fungos, a evolução indesejada pelos humanos apenas a Estes se deve. Agora aguentem as consequência, sem remédio.

  3. Trumpes pqeninos foi otma kkk #masfalãdosério meu, axo q to c ese supfungo aê. Qero largà td p ser cobaia. My vida n vale la esas coisa n, + prefiro prestà ao- p iso. Comé q faço p eses “caras” me dà atençao? #naguentomais

  4. Boa tarde.Eu não sou mais nem menos do que alguém,apenas vou partilhar algo que uma professora do meu curso,na cadeira de Microbiologia Alimentar,transmitiu numa aula. Foi algo como :”Muitos produtos de limpeza vêm com o rótulo “elimina até 80% das bactérias”.Não os utilizem.Seja para lavar a loiça,superfícies ou o chão,evitem utilizá-los.A Microbiologia leva muito tempo e muitos estudo até encontrar a microflora mais habitual na loiça,superfícies e chão dos locais mais comuns (como a nossa casa,cantinas,etc),e, até encontrarem um antibacteriano eficaz nesses 80%,ainda mais tempo.E então,o povo desata a utilizar.o que acontece?Estamos a desestabilizar um equilíbrio que existia, entre as próprias colónias e estirpes bacterianas previamente existentes,quer no equilíbrio bactéria/fungo que havia.Equilíbrio?Sim:alimento,lei do mais apto para as normais condições no meio ambiente e mais factores.Se eliminamos 80% do pé para a mão da população bacteriana desses locais,outros,outrora naturalmente controlados,irão multiplicar-se, e, não temos garantias que seremos naturalmente imunes aos mesmos (bactéria e fungos) ou se os novos serão mais ou menos patológicos do que os que acabámos de matar. Fiem-se no que é natural,para os quais temos as nossas naturais defesas,usem sabão normal, sem antibacteriano e sem “anti” seja o que for, por favor”.Mais:onde eu moro,quando compro ovos,é rara a caixa que não traz um ou outro sujo…..com fezes d galinha….e a casca não é estanque,e sei que é raro o ovo em Portugal que não contenha,ainda que ínfima,uma quantidade de “Salnonella”,só que a quantidade é tão pequena e é tal o nosso contacto com a mesma, que o nosso tracto intestinal defende o nosso corpo,pois já a conhece e na quantidade que é,dá cabo dela naturalemte.Daí,os belgas e outros estrangeiros,quando vêm de férias a Portugal,a primeira coisa que lhes é dito nas agências de viagem é “na~comam ovos em Portugal”, pois os produtos são quase esterilizados ou mesmo esterilizados,e,depois,é ver queijo com sabor a amora,morango,etc…..ao serem esterilizados,ficam com um horroroso e têm de lhes ser adicionados elementos por nós fabricados e não naturais para lhes dar sabor…..os “E”zinhos….e daí por fora, com os refrigerantes “zero açúcar” serem mais prejudiciais do que os normais e etc e tal…….obrigado….e, saúde para todos

Um dos maiores predadores do Cretáceo era um "monstro" do rio

A descoberta de um enorme conjunto de registros dentários mostra que um dos maiores predadores do Cretáceo era habitante do rio - e não um caçador terrestre. Uma equipa de investigadores da Universidade de Portsmouth, no Reino …

Benfica oficializa venda de Rúben Dias e compra de Otamendi

O Benfica comunicou, este domingo, à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) a transferência do defesa-central para o Manchester City. Em comunicado, o Benfica informou "ter chegado a acordo com o Manchester City para a …

Marcelo responde ao embaixador dos EUA. "Quem decide são os representantes escolhidos pelos portugueses"

O Presidente da República respondeu, este domingo, ao embaixador dos Estados Unidos em Lisboa, afirmando que, "em Portugal, quem decide acerca dos seus destinos são os representantes escolhidos pelos portugueses". A agência Lusa questionou Marcelo Rebelo …

Bloco desconhece "avanços" no novo apoio social (e sugere que Rio seja dispensado das negociações)

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) disse este domingo que o Governo ainda não se comprometeu com a criação do novo apoio social proposto pelos bloquistas, no âmbito das negociações do Orçamento do Estado …

O tempo pode parecer mais lento do que realmente é. A culpa é dos neurónios cansados

Quando os neurónios do nosso cérebro começam a ficar muito cansados, diminuem a atividade e, como consequência, percebemos o tempo de forma distorcida. O cansaço de um grupo de neurónios especialmente sensíveis à noção de tempo …

Investigação do New York Times revela que Trump não pagou impostos em 10 dos últimos 15 anos

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pagou apenas 750 dólares (645 euros) em impostos federais em 2016, ano em que foi eleito, e outro tanto em 2017, segundo uma investigação divulgada este domingo pelo …

Arménia e Azerbaijão "à beira de uma guerra". Confrontos fazem pelo menos 39 mortos

Os combates deste domingo entre o Azerbaijão e as forças separatistas apoiadas pela Arménia, em Nagorno-Karabakh, fizeram pelo menos 39 mortos, incluindo sete civis, de acordo com informações de ambas as partes. Pelo menos mais 15 …

Paulo Bento substitui Santana Lopes à frente da Aliança

O antigo vereador da câmara de Torres Vedras Paulo Bento substitui este domingo Pedro Santana Lopes como presidente do partido Aliança após a eleição no congresso que terminou naquela cidade do distrito de Lisboa. Paulo Bento, …

Modelo matemático de Alan Turing explica os misteriosos "círculos de fada" da Namíbia

Os impressionantes padrões de vegetação dos "círculos de fada" australianos surgem de acordo com a teoria de 1952 enunciada pelo célebre matemático britânico Alan Turing. Em 1952, quando o matemático britânico Alan Turing publicou o seu …

Cientistas descobrem novo tipo de supercondutor

Uma equipa de cientistas identificou, pela primeira vez, um supercondutor de onda G. A investigação marca um grande desenvolvimento nesta área da Física. Investigadores da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, encontraram um novo tipo de …