Entre baixas e férias, auxiliar médico só trabalhou 18 meses em 15 anos

Nos últimos 15 anos, um auxiliar médico espanhol trabalhou apenas durante 18 meses. O Conselho Provincial de Alicante não o considera apto para trabalhar, mas a Segurança Social negou-lhe três vezes a incapacidade laboral permanente.

Um auxiliar médico de um hospital psiquiátrico de Alicante, em Espanha, acumulou 4.453 dias de baixa entre 2001 e 2016. Ou seja, o funcionário esteve ausente 12 anos e dois meses, de um total de 15 anos.

A história é avançada pelo El País, que explica que o Conselho Provincial de Alicante não o considera apto para executar as suas funções. No entanto, a Segurança Social negou-lhe a incapacidade laboral permanente por três vezes.

O auxiliar de enfermagem sofre de uma doença que é confidencial, tal como a sua identidade, ambas protegidas pela Lei de Proteção de Dados espanhola.

No entanto, embora possa parecer que esta situação é absurda, ela é, na verdade, completamente legal. Ao El País, Alejandro Morant, deputado Provincial de Alicente pelo PP, explica que os médicos passaram-lhe baixas, que em sete ocasiões tiveram um ano de duração e outras três arrastaram-se até um ano e meio.

Isto fez com que as baixas se juntassem às férias, numa coordenação legal que o fez ficar afastado durante 12 anos e dois meses. “Chegou a ser aberto um processo disciplinar ao funcionário mas este acabou sempre por vencer”, conta o deputado.

Em uma das vezes, a baixa que apresentou foi rejeitada pela Segurança Social. No entanto, este conseguiu ainda desta vez escapar, alegando que não foi trabalhar por não ter sido notificado corretamente – defesa que foi considerada válida.

O funcionário público teve alta, mas não está a trabalhar. Tem, apenas, que se apresentar no departamento de saúde do trabalho em Alicante, meia hora por semana, para ser visto por um médico. Entretanto, continua a receber 1.500 euros por mês.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Várias escolas de Tóquio pedem "certificados de cabelo real" aos alunos

As escolas japonesas são conhecidas pela sua rigidez relativamente à aparência dos seus alunos, tanto que os estudantes que não seguem o padrão de "cabelo liso e preto" têm de apresentar provas. Dados divulgados, esta semana, …

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …

Mais 41 mortes e 718 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais 41 mortes e 718 novos novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 718 …

Navalny chega a colónia penal a leste de Moscovo

O principal opositor do Kremlin chegou, este domingo, a uma zona a cerca de 200 quilómetros a leste de Moscovo para ser transferido para uma colónia penal onde vai cumprir a sua pena, informou um …

Já chegou o voo de repatriamento com 300 passageiros vindos do Brasil

O voo de repatriamento vindo do Brasil chegou, este domingo de manhã, ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, com cerca de 300 passageiros. De acordo com a RTP, o voo de repatriamento vindo de São Paulo, …

Costa imune ao descontrolo da pandemia. Popularidade de Marcelo dispara

A sondagem TSF/JN/DN regista uma avaliação positiva do primeiro-ministro e do Presidente da República, com este a atingir um novo pico de popularidade. Os líderes do PSD e do Chega surgem empatados como principais figuras da …

Mais seis mortos nos protestos em Myanmar. Embaixador na ONU afastado

Seis manifestantes foram mortos em Myanmar, este domingo, por forças de segurança que dispersavam com violência as manifestações pró-democracia. Três manifestantes foram mortos em Dawei (no sul do país), enquanto dois adolescentes, de 18 anos, morreram …

Siza Vieira anuncia que Programa Apoiar vai ser reforçado e alargado

O programa Apoiar, destinado a empresas afetadas pela pandemia da covid-19, vai ser reforçado e alargado a novas situações, anunciou o ministro da Economia, indicando que as medidas vão ser anunciadas na próxima semana. "Queremos reforçar …

Embaixadora deixa Venezuela na terça-feira. UE chama embaixador em Cuba

A embaixadora da União Europeia na Venezuela vai sair do país na terça-feira, informou à agência Lusa fonte diplomática europeia, sem adiantar mais detalhes. Na última quarta-feira, a Venezuela decidiu expulsar Isabel Brilhante Pedrosa, em retaliação …