Enorme sarcófago negro tinha 3 múmias (e nenhuma maldição)

(dr) Ministério de Antiguidades do Egito

O enorme sarcófago negro encontrado em Alexandria foi finalmente aberto e o mistério foi desvendado. Nem maldição nem restos mortais de Alexandre, o Grande. Na verdade, o túmulo tinha 3 múmias e água de esgoto.

O misterioso e enorme túmulo foi descoberto no início do mês e, desde então, multiplicaram-se especulações sobre o que estaria lá dentro.

O sarcófago de 30 toneladas foi datado pouco depois da morte de Alexandre, o Grande, que conquistou a área em 332 a.C., e, por isso, alguns investigadores acreditavam que pudesse conter os restos mortais do rei da Macedónia. Outros, menos céticos, acreditavam que a abertura do túmulo selado há mais de 2 mil anos podia trazer uma maldição mortal.

Na verdade, o túmulo “escondia” três múmias envolvidas em água suja do esgoto. O líquido deve ter-se infiltrado, acelerando o processo de decomposição dos corpos. Segundo o Ministério de Antiguidades do Egito, estes corpos podem pertencer a soldados.

“Encontrámos os ossos de três pessoas. Infelizmente as múmias não estavam nas melhores condições, apenas restam os ossos”, afirmou Mostafa Waziri, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, citado pela BBC.

STR / EPA

Crânios das três múmias encontradas em estado de decomposição

Waziri descansou ainda todos aqueles que acreditam que ao mexer num túmulo são amaldiçoados. “Abrimos o sarcófago e, graças a Deus, o mundo não caiu nas trevas. Fui o primeiro a colocar toda a minha cabeça dentro do sarcófago e aqui estou eu diante de vocês. Estou bem”, assegurou.

A análise aos restos mortais ainda está a decorrer, mas os resultados iniciais revelaram que um dos corpos encontrados sofreu um golpe de uma flecha. O sarcófago não tem qualquer frase gravada, o que dificulta a identificação das múmias encontradas.

Além disso, os especialistas explicaram que não é certo que artefactos encontrados no do sarcófago ou vestígios – caso existam – tenham sido enterrados juntamente com os esqueletos. Podem ter sido, por exemplo, arrastados com as águas dos esgotos. Quando a descoberta do túmulo foi anunciada, foi também encontrada junto ao túmulo uma cabeça de alabastro de um homem.

Novos mistérios

A abertura do túmulo não respondeu a todas as perguntas. Pelo contrário, há agora inúmeras questões para fazer. Todos queremos saber quem são estas pessoas, por que motivo foram enterrados num túmulo tão grande – o maior até agora encontrado -, quem os matou e como é que a água se conseguiu infiltrar.

Após a morte de Alexandre, o Grande, o Egito foi governado durante séculos por uma linha de faraós descendentes de um dos generais de Alexandre. Uma vez que, o último faraó da dinastia, a rainha Cleópatra VII, acabou por se matar em 30 a.C. e o Império Romano tomou o Egito.

Estes faraós estiveram envolvidos em inúmeras guerras e conflitos e, por isso, é possível que os três esqueletos encontrados no sarcófago tenham sido mortos em batalha. A idade exata das múmias ainda não é clara.

Também não se sabe por que motivo os esqueletos foram sepultados num túmulo tão imponente. No entanto, explica Waziri, no antigo Egito, não era incomum que um sarcófago fosse reutilizado. Nestas situações, os corpos dos seus antigos ocupantes eram removidos e os novos eram colocados lá dentro. Se isso aconteceu com este sarcófago, ainda ninguém sabe.

Os restos mortais encontrados vão agora ser analisados de forma a tentar responder a todas estas perguntas. Posteriormente, vão ser transferidos para o Museu Nacional de Alexandria.

ZAP // BBC / Live Science

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. “Uma vez que, o último faraó da dinastia, a rainha Cleópatra VII, acabou por se matar em 30 a.C. e o Império Romano tomou o EgiPto.”

    –> esta frase não liga com a anterior … ! Falta aqui qualquer coisa … !

  2. (ou, com o “pseudo-acordo” ortográfico; “Dinastia Tolomaica !” eh eh )

    Agora mais a sério:
    Coloquem então este parágrafo no texto principal !

    Mas … sem querer ser chato … continua a faltar texto de ligação com o parágrafo anterior !!!

    Mas sim, já se percebeu que Ptolomeu, general de Alexandro Magno, fundou a brilhante dinastia Ptolomaica que durou cerca de 300 anos e terminou com Cleópatra VII;

    e que o sarcófago poderia ter sido utilizado em qualquer altura desse longo intervalo de tempo!

    Seria interessante era saber se fizeram ou irão fazer a datação das ossadas por rádio-carbono!

RESPONDER

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …

Irão corta acesso à Internet após protestos contra a subida do preço da gasolina

O Irão cortou o acesso à internet no sábado, após os protestos contra o aumento do preço da gasolina, que provocaram fortes confrontos entre manifestantes e forças de segurança. O Irão cortou o acesso à internet …

A maior parte das Testemunhas de Jeová não apresenta queixa em caso de abuso sexual. Mas uma nova lei pode alterar essa realidade

Em casos de abuso sexual dentro organização religiosa Testemunhas de Jeová, a maior parte das vítimas não acusa os agressores por receio de serem excluídas, revelou um artigo da Vice. Agora, uma nova lei norte-americana, …

Hong Kong. Agente atingido por flecha e operação policial reforçada com canhão de água

Um polícia foi atingido numa perna por uma flecha lançada por manifestantes antigovernamentais e pró-democracia, informaram as forças de segurança, que reforçaram a operação no local com um canhão de água. Um polícia foi atingido …

Príncipe André nega ter abusado sexualmente de jovem de 17 anos

O príncipe André, filho de Isabel I, é acusado de ter abusado sexualmente de Virginia Giuffre, uma jovem que na altura tinha 17 anos. O caso remonta ao dia 10 de março de 2001 e, este …

FC Porto tira pão da boca ao Sporting ao desviar central brasileiro

Os 'dragões' podem estar perto de chegar a acordo para a transferência de Gustavo Henrique. O central do Santos estava em negociações com o Sporting, mas uma forte investida do FC Porto, pode ter mudado …