A Alphabet ia gerar energia com papagaios eólicos. Mas desistiu

A Alphabet, empresa-mãe da Google, tinha comprado o projeto de papagaios eólicos Makani em 2013, mas anunciou recentemente que vai desistir.

O objetivo do projeto era desenvolver um sistema de turbinas eólicas fixas numa asa metálica que, tal como um papagaio de papel, ficavam ancoradas a uma estação terrestre. No caso particular da Makani, essa estação seria uma boia em alto mar, eliminando assim a necessidade de construir estruturas permanentes e mais caras.

O projeto fez parte do X, o laboratório de incubação do Google, durante seis anos. Os papagaios realizaram o primeiro voo piloto na costa da Noruega, em agosto do ano passado.

Agora, a Alphabet desistiu do projeto, sendo esta a primeira desistência da empresa desde que os fundadores Larry Page e Sergey Bin se afastaram da liderança da empresa em dezembro.

O anúncio da desistência surge também semanas depois de o atual presidente executivo da Alphabet e da Google, Sundar Pichai, dizer à Fortune que queria “mais disciplina” no setor de “outras apostas” do Google. “Acho que com as ‘outras apostas’ estamos claramente numa fase em que, embora mantenhamos uma visão a longo prazo, queremos combinar isso com a disciplina de garantir que as apostas estão a correr bem.”

“Apesar do progresso técnico forte, o caminho para a comercialização é mais demorado e mais arriscado do que o esperado e, por isso, o tempo da Makani na Alphabet está a chegar ao fim”, justificou o presidente executivo da Makani, Fort Felker, em comunicado, citado pelo Tech Crunch.

“Apesar de ser tentador dizer que todas as ideias relacionadas com o clima merecem investimento, manter os olhos claros e direcionar recursos para as oportunidades em que achamos que podemos ter um maior impacto não são apenas bons negócios; é essencial quando se trata de um problema tão urgente quanto a crise climática”, acrescentou Teller.

No entanto, o fim do apoio da Alphabet não dita, para já, o fim da Makani. Este projeto é fruto do sonho de um grupo de praticantes de kitesurf de obter mais energia a partir do vento. Desta forma, a empresa espera continuar a receber o apoio da multinacional Shell, um dos atuais parceiros do projeto.

Os papagaios eólicos da Makani voam a cerca de 300 metros da superfície da água, ancorados por boias, com o objetivo de criar uma forma de obter energia eólica em zonas onde a profundidade do oceano é elevada, mas o vento é mais forte.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …