Encontrada “pirâmide” grega no Mar Egeu (mas não é uma pirâmide)

(dr) Michael Boyd

Foi encontrada uma “pirâmide” com 4.600 anos, supostamente descoberta numa ilha grega no mar Egeu. Mas, afinal, não é uma pirâmide.

O que as notícias têm reportado como uma pirâmide não é como outra Grande Pirâmide de Gizé, mas sim uma pequena ilha, de acordo com o que os arqueólogos que estão a fazer as escavações contaram ao Live Science.

Apesar de não ser uma pirâmide, resultou em muitas descobertas interessantes. Chamada Dhaskalio, esta pequena ilha está localizada a cerca de 90 metros a oeste da ilha de Keros. Quando o Dhaskalio se estava a formar há 4.600 anos, o nível do mar estava mais baixo e a ilha fazia parte do Keros.

Dhaskalio tem a forma natural de uma pirâmide. Além disso, os povos antigos tinham construído uma série de muros na ilha, fazendo com que parecesse um pouco como uma pirâmide de degraus.

“A ilha é naturalmente em forma de pirâmide, mas não se deve referir à ilha como uma pirâmide – uma pirâmide é uma construção completamente artificial”, disse Michael Boyd, investigador sénior do Instituto McDonald de Pesquisa Arqueológica da Universidade de Cambridge e co-diretor de escavações no local.

Em Dhaskalio, Boyd e os colegas descobriram uma série de edifícios, escadas, paredes e um sistema de drenagem – evidência de assentamentos urbanos sofisticados. Muitas das estruturas eram feitas de mármore importado de uma ilha chamada Naxos, a cerca de 10 quilómetros de Dhaskalio.

Os arqueólogos também encontraram moldes que foram usados para criar uma variedade de ferramentas de metal, incluindo machados, cinzéis, pontas de lança e adagas. Também encontraram escória de cobre de fundição.

O assentamento em Dhaskalio parece ter sido localizado próximo de um santuário que floresceu ao mesmo tempo. Nas margens de Keros, que estava ligado a Dhaskalio, os arqueólogos encontraram um tesouro de esculturas de mármore partidas, estatuetas e cerâmica. Algumas das esculturas e figuras são representações de pessoas com braços cruzados.

Os arqueólogos acham que estes objetos foram fabricados e intencionalmente partidos noutras ilhas antes de serem transportados para Keros e depositados perto do santuário.

Os arqueólogos ainda estão a tentar compreender esse ritual de quebra de figuras. “Não temos nenhuma evidência de divindades no santuário, por isso é melhor pensar nas práticas rituais a ser dirigidas ao sobrenatural, mais amplamente concebido, bem como à comunidade em geral”, disse Boyd.

O assentamento em Dhaskalio e o santuário próximo parecem ter sido usados durante cerca de 400 anos antes de serem abandonados. Mas quem, exatamente, viveu em Dhaskalio ainda é um mistério.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Turista danifica escultura do século XIX enquanto posa para fotografia (e é apanhado pelas câmaras de vigilância)

A polícia italiana identificou um austríaco de 50 anos que danificou uma estátua do século XIX num museu em Itália, enquanto posava para uma fotografia. O incidente ocorreu no passado dia 31 de junho, segundo …

Covid-19: Brasil supera as 100.000 mortes

O Brasil ultrapassou hoje a barreira das 100.000 mortes associadas à covid-19, quase cinco meses depois da confirmação do primeiro óbito no país, indicam dados oficiais divulgados pelas secretarias regionais de Saúde. Segundo os mais recentes …

As vacas leiteiras têm relações complexas (que se alteram quando mudam de grupo)

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Chile e dos Estados Unidos concluiu que as vacas leiteiras vivem em redes sociais complexas que se alteram quando estes animais são movidos para outros grupos.  Para …

Virgin Galactic quer desenvolver avião comercial supersónico (que promete superar a velocidade do som)

A Virgin Galactic vai aliar-se à Rolls-Royce para criar um avião comercial supersónico, ainda mais rápido do que o mítico Concorde. A empresa de turismo espacial Virgin Galactic anunciou uma parceria com a Rolls-Royce para desenvolver …

PayPal resiste à pandemia. Volume de pagamentos cresce 30% no segundo trimestre

O volume de pagamentos através do PayPal cresceu 30% no segundo trimestre. A empresa parece resistir à pandemia de covid-19, que abalou o setor das viagens, cujos pagamentos estão muitas vezes associados a meios eletrónicos. …

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …