Empresa de segurança envolvida na morte de Ihor mantém contratos com SEF

Não só a Prestibel manteve todos os contratos que tinha com o SEF, como os viu renovados. A empresa era responsável pela segurança no centro de detenção do aeroporto de Lisboa onde Ihor morreu.

Ouvido em tribunal, Paulo Marcelo, um dos funcionários da empresa de segurança privada Prestibel, contratada pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) para fazer a vigilância, admitiu que com o seu colega Manuel Correia manietara o cidadão ucraniano Ihor Homeniuk com fita adesiva, um ato ilegal.

Apesar disso, Paulo Marcelo não sofreu qualquer tipo de sanção disciplinar da Prestibel e continua a trabalhar para a empresa, mas agora num hospital público em Lisboa.

Paralelamente, a empresa de segurança tem quase 200 contratos com diversas entidades do Estado celebrados desde o início do ano passado e continua a fazer a segurança de todas as instalações do SEF, escreve o Diário de Notícias. Não só a Prestibel manteve todos os contratos que tinha com o SEF, como os viu renovados.

Em agosto e setembro de 2020, a Prestibel voltou a celebrar contratos de “aquisição de serviços de vigilância humana nas instalações do SEF”, um dos quais o centro de detenção do aeroporto de Lisboa, onde Ihor morreu. Em janeiro deste ano, a nova direção do SEF celebrou outro contrato, por ajuste direto, que parece ser relativo a todo o universo das respetivas instalações.

Questionado pelo DN, o SEF não respondeu quantos contratos tinha com a Prestibel nem a quanto orçam, que critério presidiu à contratação e se existe formação específica de vigilantes.

No entanto, garantiu estar a “preparar o lançamento de um concurso internacional para a prestação de serviços de vigilância nas instalações onde estes forem considerados necessários”.

“A equipa de segurança destacada no EECIT (…) foi substituída na sua quase totalidade, sendo que apenas dois dos elementos da equipa anterior, e que não estavam ao serviço entre os dias 10 e 12 de março de 2020 [aquando da morte de Ihor Homeniuk], continuam a exercer funções”, esclareceu o SEF via email.

O relatório da Inspeção Geral da Administração Interna (IGAI) sobre a morte de Ihor salienta o perigo de transferir para a esfera privada a guarda de cidadãos estrangeiros e frisa a “ausência de perfil definido e de formação específica dos vigilantes”.

“A situação [de externalização para a esfera privada da guarda efetiva de cidadãos estrangeiros] revelou-se crítica nos autos, pois permitiu a total ausência de supervisão e controlo da atividade exercida pelos vigilantes que, de forma consciente e deliberada, manietaram o cidadão ucraniano com fita adesiva, desobedeceram às indicações transmitidas pelos inspetores do SEF, e se negaram a prestar qualquer tipo de assistência e auxílio ao cidadão, com o fundamento de que não teriam autoridade para o fazer sabendo de antemão que este não se podia valer a si próprio nem estaria em condições de pedir auxílio”, lê-se no relatório citado pelo DN.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Guardiola iguala recorde de Mourinho na Liga dos Campeões

Pep Guardiola igualou o recorde de presenças nas meias-finais da Liga dos Campeões. O espanhol tem agora as mesmas oito presenças de José Mourinho. Há muito tempo que Pep Guardiola enfrentava dificuldades nos quartos de final …

Responsável pela acusação da Operação Marquês fica fora da lista de promoções do MP

O procurador Rosário Teixeira, responsável pela acusação da Operação Marquês, não figura entre os candidatos da lista de promoções do Ministério Público — e já recorreu da decisão. O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) aprovou …

Investigação a ligações entre PJ e Doyen só ouviu 2 testemunhas antes de ser arquivada

A investigação a alegadas ligações entre um inspetor da PJ e representantes da Doyen, foi arquivada após apenas terem sido ouvidas duas testemunhas. A denúncia sobre estas alegadas ligações chegou da então eurodeputada Ana Gomes. Foi …

Depois de Benfica e Sporting, Beto também interessa ao FC Porto

Depois do interesse de Benfica e Sporting, o FC Porto também está atento a Beto, o avançado do Portimonense que tem dado cartas esta temporada. Se pensava que esta ia ser uma corrida de dois cavalos …

Depois de uma emergência a contragosto, decidem-se as medidas para a 3.ª fase do desconfinamento

Esta quinta-feira, o Conselho de Ministro decide se o desconfinamento avança na próxima segunda-feira. Em causa está o avanço da terceira fase como previsto, a estagnação dos concelhos de maior risco na segunda fase ou …

"O culpado sou eu". Abel Ferreira perde Supertaça sul-americana nos penáltis

O Palmeiras, de Abel Ferreira, falhou na quarta-feira a conquista da Supertaça sul-americana de futebol, ao perder com o Defensa y Justicia no desempate por grandes penalidades (3-4), depois do desaire por 2-1 nos 120 …

Podem ter sido encontradas as pegadas de Neandertal mais antigas da Europa

Há cerca de 100 mil anos, uma grande família de Neandertais caminhou ao longo de uma praia naquilo que hoje é o sul de Espanha. Tal como qualquer criança que se preze, os mais novos …

Biden e Merkel pedem a retirada de militares russos (mas já há navios dos EUA a caminho)

Um dia depois de a Rússia anunciar que estava a realizar "exercícios militares" perto da fronteira ucraniana, a Ucrânia indicou também estar a proceder a manobras militares. Joe Biden e Angela Merkel apelaram esta quarta-feira …

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Nota artística: FC Porto com baliza tão longe...no Irão

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/chelsea-0-1-fc-porto-o-musical Tu, que estás aí desse lado, admite: nunca tinhas ouvido estes acordes: Eu apresento: é o hino oficial da Liga dos Campeões, a competição mais mediática de clubes no futebol. E é nessa competição que continuava …

Sócrates acusa juiz de ir "além do seu poder" e PS de "profunda canalhice"

O ex-primeiro-ministro afirmou que o juiz de instrução "não tem o direito" de o indiciar "de crimes novos" e acusou o "mandante" de Fernando Medina na liderança do PS de "profunda canalhice". Foi a primeira entrevista …