Empresa dispensa portuguesas porque “quer pessoas bem-humoradas”

Os anúncios foram publicados recentemente num conhecido site de emprego. O titular da empresa justifica o facto de dispensar portuguesas porque, no geral, são “pessoas depressivas e “infelizes com a vida”.

“Procuramos pessoas descontraídas e bem-humoradas. A preferência é por BRASILEIRAS ou por nacionalidades igualmente alegres, dispensamos portuguesas“. É esta a frase de um anúncio publicado recentemente num conhecido site de emprego, revela o Público.

Segundo o jornal, o anúncio está ligado à Cloud Choice que, de acordo com o Portal da Justiça, é uma empresa com sede em Cascais que presta “serviços de informática”, nos quais se inclui “os relacionados com o desenvolvimento e manutenção de sistemas próprios ou de terceiros”.

No entanto, de acordo com o anúncio, que servia para recrutar “uma jornalista, como uma redatora, uma modelo, uma especialista em moda, uma apresentadora, uma youtuber, uma humorista”, é uma empresa “voltada para [a] área de saúde, com enfoque na ISG (interrupção segura da gestação)”.

O anúncio de recrutamento revelava ainda que o objetivo é “desenvolver uma equipe para entre outras coisas criar conteúdo para web nas áreas da moda, jogos, comportamento, sexo, consumo, séries de TV, etc., sempre voltados para o universo feminino”, que depois “será apresentado em canais específicos entre eles um canal no YouTube”.

Tal como escreve o diário, o Código do Trabalho determina “igualdade de oportunidades e de tratamento”, o que significa que ninguém pode ser beneficiado ou prejudicado por causa de aspetos como a “ascendência, idade, sexo, orientação sexual, identidade de género, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical”.

Contactado pelo Público, o titular da empresa, Heinrich Pereira, argumentou que pretende desenvolver um canal destinado ao público feminino e, daí, a sua preferência por contratar mulheres. Relativamente ao facto de dispensar portuguesas, o proprietário afirma que, no geral, “são pessoas depressivas, infelizes com a vida”.

Escreve o jornal que, entretanto, já desapareceu dos vários anúncios a frase “dispensamos portuguesas”. Porém, isso não livra a empresa de vir a receber “um ofício a informar sobre a legislação aplicável”, uma intenção já confirmada ao jornal por Joana Rabaça Gíria, que preside a Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE).

ZAP //

PARTILHAR

34 COMENTÁRIOS

  1. Se passarem a remunerar bem os portugueses podem ter a certeza que passam a ser pessoas bem humoradas e felizes com a vida!

    • resta saber é em que é que os portugas gastam o dinheiro. copos e mulheres já dizia o holandês.
      belo humor e felicidade..medido pela conta bancária xx

    • E estás à espera de quê, para mudares essa atitude?!
      .
      Em relaçao ao anuncio, a preferencia por brasileiras já diz tudo sobre a ‘qualidade’ da empresa!!

            • Outra vez?!
              Há um proverbio que se aplica perfeitamente a esta tua insistência: “A maldade está nos olhos de quem a vê”!
              E, não entendo qual é a tua duvida?
              Ainda não percebeste que se o ‘triste’ fosse fazer o recrutamento num bordel, teria logo parte dos critérios preenchidos?!
              Não é xenofobia; é apenas e só a constatação da realidade nua e crua!!
              E eu só teci considerações sobre a empresa e o tal empresário de meia-tigela…

  2. Ninguém pode ser discriminado por motivos de idade? É só ler os anúncios, a pedir jovens até aos 30, são aos montes..pois esta Comissão também podia enviar ofícios aos donos destas empresas! Ou só certas discriminações é que são graves??

  3. Com os salários miseráveis que estes crápulas pagam, como poderá haver trabalhadores bem-humorados? No limite da escandaleira de certeza que, Mexia e Catroga devem passar o tempo a contar anedotas uns aos outros. Também o bom-humor, foi capturado por eles.

  4. Eu tenho bom humor!

    Ainda não repararam?

    Se levar os crápulas, analfas, energúmenos, labregos, idiotas e rançosos todos a sério, ainda morro deprimido. Assim, danado mas sem raiva, prefiro ir mordendo, ladrando e mijanda nas pernas deste e daquele e pelo menos ainda oiço alguns a ganirem com as dores..

    Da forma como nos tratam acho que “cão” até é um epíteto apropriado para qq cidadão Português!

    Uns são mansos e outros nem por isso, a mim dizem-me que sou danado.

  5. Eles devem ter visto o cassete jerónimo na TV e pensam que todos são como ele. Até parece que todos lhe devem e ninguém lhe paga!!!

  6. Sim. As brasileiras são muito mais simpáticas e muito, mas mesmo muito,
    melhor na cama que as portuguesas!!!

  7. Eu acho uma piada à Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE), escandaliza-se pela discriminação nos anúncios de emprego pela nacionalidade, mas não vejo a mesma indignação dessa Comissão, na discriminação nos anúncios de emprego pela idade. Se a igualdade no trabalho é para todos, porque motivo aparecem anúncios a discriminar pessoas com mais de 35 ou 40 anos de idade?

  8. Esta empresa deve ter como sócio o Passos de Massamá. Não era ele que dizia (e promovia com as suas politicas de empobrecimento) que os portugueses eram “piegas”, ou seja, uns choramingas lamurientos e, consequentemente, macambuzios? Está explicado.

    • Eu tive alguma dificuldade em perceber o anuncio, e não percebi nada sobre o que é o trabalho nem o que faz a empresa!!

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …

Irão corta acesso à Internet após protestos contra a subida do preço da gasolina

O Irão cortou o acesso à internet no sábado, após os protestos contra o aumento do preço da gasolina, que provocaram fortes confrontos entre manifestantes e forças de segurança. O Irão cortou o acesso à internet …

A maior parte das Testemunhas de Jeová não apresenta queixa em caso de abuso sexual. Mas uma nova lei pode alterar essa realidade

Em casos de abuso sexual dentro organização religiosa Testemunhas de Jeová, a maior parte das vítimas não acusa os agressores por receio de serem excluídas, revelou um artigo da Vice. Agora, uma nova lei norte-americana, …

Hong Kong. Agente atingido por flecha e operação policial reforçada com canhão de água

Um polícia foi atingido numa perna por uma flecha lançada por manifestantes antigovernamentais e pró-democracia, informaram as forças de segurança, que reforçaram a operação no local com um canhão de água. Um polícia foi atingido …