Emirates acredita que o futuro da aviação está nos aviões sem janelas

Aviões sem janelas? Sim, esse pode ser o futuro da aviação, segundo o presidente da companhia aérea Emirates, que vai apostar em janelas virtuais.

A nova suíte de primeira classe do Boeing 777-300ER da Emirates tem janelas virtuais. A companhia aérea afirma esta novidade abre as portas à remoção de todas as janelas de aviões futuros, tornando-os muito mais leves, rápidos e económicos.

Em entrevista à BBC, Tim Clark, presidente da companhia, disse acreditar que as outras companhias estão perto de dar o mesmo passo que a Emirates. De acordo com a empresa, este avião começou a funcionar no passado dia 1 de dezembro, quando voou para Genebra e até Bruxelas.

Embora o avião não tenha janelas, dentro do aparelho elas existem. A ideia é permitir ao passageiro ver o que quiser através dessas janelas virtuais. Os ecrãs transmitem em tempo real o que acontece no exterior do avião, através do recurso a câmaras de fibra ótica que projetam imagens de fora para dentro da aeronave.

“A qualidade das imagens é muito boa, melhor do que a vista natural“, refere o responsável da companhia aérea.

Contudo, Clark quer ir ainda mais longe. No futuro, o plano passa por desenhar aviões sem janelas. “A cabine seria mais leve, o avião podia voar mais rápido e mais alto e consumir menos combustível”, explicou.

Mas se para alguns esta ideia é atrativa, para outros pode ser completamente arrasadora. Graham Braithwaite, especialista em segurança de aviação, sublinhou à BBC que as janelas do avião são um importante elemento para os procedimentos de segurança de qualquer voo, levantando assim a primeira questão relacionada com a ideia inovadora da Emirates.

“Ser capaz de visualizar o exterior de dentro da aeronave é muito importante numa situação de emergência, especialmente quando se trata de uma evacuação. Os comissários de bordo tem um procedimento de segurança que requer a confirmação de que, por exemplo, não existe um incêndio no exterior antes de abrir uma porta e começar uma evacuação”, explicou.

Além disso, frisou, o principal obstáculo de um avião sem janelas poderá ser a própria perceção dos viajantes, já que voar pode ser um pouco “claustrofóbico” e a viagem pode “causar ansiedade” em alguns passageiros.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Como eles já estão habituados a obrigar as mulheres andarem de cara tapada imaginam ser muito positivo irem todos fechados dentro de um avião como sardinha enlatada!.

  2. Só é pena que grande parte da notícia seja baseada em factos errados… No caso do avião que voa desde dezembro, as únicas cabines sem janelas são as de executiva localizadas nos corredores centrais, que como é lógico, por ser no corredor não têm janelas. Essas recebem ‘janelas’ virtuais para criar o mesmo ambiente das outras. As outras tanto que têm janelas que até binóculos incluem para os passageiros verem melhor para fora. Ou será que os binóculos são para os passageiros verem os pixels do ecrã da janela virtual?

RESPONDER

Chega quer expulsar autor de moção pela remoção de ovários a mulheres

A direção do Chega vai propor a “suspensão imediata” do militante Rui Roque que defendia a extração dos ovários numa moção de estratégia que foi rejeitada em congresso, informou esta segunda-feira o partido. Mais de uma …

Precários à espera de apoio extraordinário estão a receber multas do fisco

A Associação de Combate à Precariedade denunciou que a Autoridade Tributária (AT) está a aplicar multas de 75 euros a trabalhadores precários que ficaram sem rendimento e estão a recorrer ao novo apoio extraordinário a …

Portugal regista mais seis óbitos e 688 novos casos

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais seis mortos relacionados com a covid-19 e 688 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o último boletim divulgado epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

Novo lay-off é para "aguentar o emprego e as empresas" (mas agrava cortes dos trabalhadores)

O novo regime de lay-off anunciado pelo Governo, para apoiar as empresas com "perdas mais significativas", nomeadamente na área do turismo, visa "aguentar o emprego e as empresas", segundo o ministro da Economia, Siza Vieira, …

Jornal "The Guardian" sugere que Portugal é um país racista e compara Ventura a Bolsonaro

O jornal britânico "The Guardian" noticiou, esta segunda-feira, alguns dos mais recentes acontecimentos racistas que têm ocorrido no país, afirmando no seu título que "Portugal regista um aumento da violência racista com ascensão da extrema …

Jornal Washington Post declara apoio a Biden e quer afastar "o pior presidente dos tempos modernos"

O jornal de referência Washington Post declarou esta segunda-feira o seu apoio ao candidato democrata à presidência dos EUA, Joe Biden, para derrotar o republicano Donald Trump, que considera “o pior Presidente dos tempos modernos”. No …

Portugal não recorrerá aos empréstimos do fundo de recuperação da UE

O primeiro-ministro António Costa salientou esta terça-feira que Portugal "recorrerá integralmente" aos cerca de 15,3 mil milhões de euros em subvenções que poderá receber do fundo de recuperação europeu, mas adiantou que não utilizará a …

Isabel dos Santos impugna nacionalização da Efacec

A empresária angolana Isabel dos Santos avançou com uma ação para impugnar a nacionalização da Efacec, decisão que foi anunciada pelo ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, no início de julho. Numa nota enviada às …

Brexit. Na nona e última ronda, Von der Leyen está convencida de que acordo é possível

A União Europeia (UE) e o Reino Unido voltam esta terça-feira às negociações, na nona e última ronda para sair do impasse em questões como as pescas e concorrência e chegar a um acordo de …

Fundo de Resolução deve ser analisado com rigor, diz BCP. Presidente do banco defende moratórias

O presidente da Comissão Executiva do Millennium BCP, Miguel Maya, disse na segunda-feira que o tema do financiamento do Fundo de Resolução deve ser analisado com o "máximo cuidado e rigor", afirmando não ter nenhuma …