Governo declara emergência energética e fixa serviços mínimos

Miguel A. Lopes / Lusa

O Governo irá fixar os serviços mínimos durante a greve, anunciou o ministro do Trabalho e da Segurança Social, Vieira da Silva, na conferência de imprensa desta quarta-feira.

Esta quarta-feira, numa reunião no Ministério do Trabalho e Segurança Social, o Governo anunciou que irá decretar serviços mínimos entre 50% e 100% a partir da meia-noite do dia 12 de agosto. As medidas surgem face ao pré-anúncio de greve dos motoristas de matérias perigosas.

“Não tendo sido possível alcançar um acordo entre os empregadores e os sindicatos compete ao governo cabe ao governo declarar os serviços mínimos”, disse Vieira da Silva. “Fomos até ao limite dos nossos esforços“, acrescentou.

Segundo o jornal Público, ficou definido um serviço mínimo de 50% no abastecimento de postos de combustíveis não pertencentes à rede de emergência, ou seja, os postos de combustível normais, e no abastecimento de empresas de transportes de mercadorias. Empresas de transportes de passageiros, alimentos e animais, e de instituições de assistência social ficou definido 75%.

Ficou ainda assegurada a totalidade de abastecimento a instalações militares, hospitais, centros de saúde, forças de segurança e proteção civil. O despacho conjunto foi assinado pelos ministérios da Economia, Infraestruturas, Trabalho, Ambiente, Agricultura e Saúde.

O Governo designou ainda 374 postos, 320 dos quais para o público em geral, pertencentes à rede estratégica de postos de abastecimento (REPA). Será feito um reforço especial a regiões de colheitas agrícolas e no Algarve, tendo em conta a grande quantidade de portugueses que para lá viajam durante esta altura do ano. O abastecimento está limitado a 15 litros por viatura.

“O Governo fará tudo ao seu alcance para que os serviços mínimos sejam cumpridos, porque é essa a expectativa dos portugueses”, garantiu Vieira da Silva.

Quem também falou na conferência de imprensa foi o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, que declarou o estado de emergência energética.

“Estamos em condições de decretar, preventivamente, estado de emergência energética, que tem dois objetivos: permite a constituição da Rede Estratégica de Postos de Abastecimento (REPA) e garantir a prontidão dos serviços de segurança”, anunciou o ministro.

“Em complemento com a REPA, [o Governo] estabeleceu um sistema logístico em que conseguimos garantir que a partir dos centros de distribuição do país somos capazes de levar combustível a estes postos da REPA”, acrescentou.

“Vivemos numa ditadura”

O vice-presidente do Sindicato Nacional de Motoristas e Matérias Perigosas, Pedro Pardal Henriques, não se mostrou satisfeito com os serviços mínimos adotados pelo Governo. “Hoje deveria ser feriado nacional, porque aquilo que os senhores ministros acabaram por fazer foi retirar todos os direitos dos trabalhadores”, atirou o advogado. “Não vivemos numa democracia, vivemos numa ditadura do ‘tudo posso'”, acrescentou.

Com a definição de alguns serviços mínimos a 100%, Pardal Henriques alega que o Governo está do lado da Antram. “Estas pessoas têm de servir exatamente como se não estivessem em greve”, disse, citado pelo Observador.

Pedro Pardal Henriques falou ainda num “atentado à democracia”, não entendendo como é que o Governo declarou estado de emergência sem a greve ter começado. O vice-presidente do SNMMP disse ainda que é possível cumprir os serviços mínimos fixados, “desde que não se faça greve”.

 

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Esta greve é que é um atentado contra a democracia. O sr. Pardal não sabe que o fim da democracia do Chile de Allende começou com uma greve do setor dos transportes (fomentada pela CIA). Qualquer país, por mais democrático que seja, tomaria medidas drásticas para evitar as consequências de uma greve deste género que, na verdade, equivale a um bloqueio económico.

  2. Sobre este assunto só tenho a dizer que por mim o Bruno Ferrnandes vai sair… se tiver gasoil para voar para Inglaterra. Mais nada…

RESPONDER

Ninguém foi indiciado pela morte de Breonna Taylor. Dois polícias baleados durante protestos

Um painel de jurados do Kentucky indiciou esta quarta-feira apenas um polícia por disparar contra apartamentos na vizinhança, mas não avançou com acusações contra nenhum polícia na morte da jovem negra Breonna Taylor. Imediatamente após o …

Multas de transportes públicos não são cobradas há três anos (e já chegam aos 17,6 milhões de euros)

As multas nos transportes públicos não estão a ser cobradas desde setembro de 2017 e já chegam a mais de 17,68 milhões de euros. As primeiras multas desde que foi alterado o regime de sanções, …

Football Leaks. PGR e FPF só souberam de ataques informáticos pela PJ

A Procuradoria Geral da República (PGR) e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) só souberam que tinham sido alvo de ataques informáticos através da Polícia Judiciária (PJ), revelou esta quinta-feira o inspetor José Amador no …

Governo prolonga prazo das moratórias até setembro de 2021. Portugal em contingência até 14 de outubro

O Conselho de Ministros decidiu prorrogar, esta quinta-feira, a vigência da situação de contingência em Portugal continental até às 23h59 de 14 de outubro. As moratórias de crédito foram prolongadas até 30 de setembro de …

Trump diz que diretrizes mais rigorosas para aprovação de vacina são “jogada política”

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, esta quarta-feira, que a Casa Branca “pode ou não” aprovar novas directrizes da Food and Drug Administration. As novas diretrizes para aprovação de vacina contra a covid-19 exigem …

Maduro insta ONU a criar fundo que garanta alimentos e medicamentos

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs que a Organização das Nações Unidas (ONU) crie um fundo rotativo de compras públicas para garantir o acesso a alimentos e a produtos de saúde, financiado com recursos …

Mais três mortes e 691 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 691 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da Direção-Geral de Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da …

2 em 1. Ryanair está a oferecer um voo na compra de outro (e é só hoje)

Já estava com saudades de viajar e conhecer novos países? A Ryanair não quer que lhe falte nada. A companhia aérea low cost lança uma promoção “inédita” e garante uma oferta 2 em 1. As …

Autarca de Almada diz que declarações sobre Bairro Amarelo foram descontextualizadas

A presidente da Câmara de Almada disse esta quarta-feira que as suas afirmações sobre o Bairro Amarelo surgiram em resposta a uma pergunta feita pelo Bloco de Esquerda (BE), considerando que foram descontextualizadas devido …

Vendas tardam em recuperar. Empresas pouco preparadas para mudanças

Um estudo do Banco de Portugal (BdP), publicado na quarta-feira, revelou que as empresas enfrentam um "cenário de recuperação muito gradual" do volume de negócios para níveis anteriores à pandemia e poucas estão preparadas para …