“Escolha sempre o lado seguro”. Embaixador de Israel escreve a Joacine

A deputada Joacine Katar Moreira continua no “olho do furacão”, sendo, desta feita, visada pelo Embaixador de Israel em Portugal, Raphael Gamzou, que lhe escreveu uma carta aberta onde a aconselha a escolher “sempre o lado mais seguro”. “Condene – sempre – Israel”, sublinha ironicamente.

Depois de a deputada do Livre se ter abstido numa votação do PCP que visou condenar uma “nova agressão israelita a Gaza”, situação que despoletou um mal-estar interno no seu partido, é a vez de o Embaixador de Israel em Portugal, apontar o dedo a Joacine Katar Moreira.

Numa carta aberta divulgada pelo Público, Raphael Gamzou diz que pretende “dar um conselho valioso” à deputada, “ainda que não solicitado” para “cada vez que houver uma condenação a Israel”.

Always choose to be on the safe side [Escolha sempre estar do lado seguro], ou seja, condene – sempre – Israel”, frisa em tom irónio Raphael Gamzou.

O diplomata começa por notar que está “ciente de que a última coisa de que [Joacine] precisa neste momento é de demonstrações públicas de empatia por parte do Embaixador de Israel”, mas vinca que não pode evitar tecer estas considerações numa altura em que há um “coro de críticas dos seus correligionários e de outras personalidades de uma esquerda solidária, igualitária e anti-colonial – baluartes insuspeitos de valores como a tolerância e a liberdade de expressão”.

“Já devia saber, Joacine, que estes valores não são aplicáveis quando se trata de Israel”, frisa o Embaixador prevendo que “o ritual automático de condenação a Israel se vá repetir, todas as sextas-feiras, na Assembleia da República”.

“E porque não lhe convém aborrecer os seus colegas do Livre. É-lhe infinitamente mais conveniente pertencer à maioria. No geral, é mais confortável deter certezas insofismáveis, não contextualizar, não pensar, não hesitar, do que ir, de quando em vez, contra-corrente. Sentiu-o na pele, Joacine”, escreve ainda o Embaixador.

Falando dos “partidos da esquerda radical, infelizmente coadjuvados pelo partido no poder (excepção feita a alguns deputados intelectualmente independentes)”, o Embaixador repara que Israel é usado “como moeda de troca para alimentar uma maioria confortável nos acordos que dela precisam”.

“No que respeita ao trabalho parlamentar, é sempre mais fácil apontar o dedo a Israel”, vinca Raphael Gamzou, lembrando que em 2018, foram mais os deputados que condenaram Israel do que aqueles que condenaram Nicolas Maduro, “o grande progressista que levou o seu povo à fome e à miséria (nomeadamente largos milhares com raízes em Portugal)”, escreve.

Falando das dificuldades nas negociações de paz ao longo dos anos e lamentando que os palestinianos não reconhecem “o direito do povo judeu à auto-determinação” que querem ver reconhecida para si mesmos, o Embaixador elogia algumas das considerações feitas por Joacine para justificar a sua abstenção, mas denota também críticas pelo facto de ela ter referido os “bloqueios económicos” de Israel na Faixa de Gaza.

Se não fosse sensível à sua presente situação no Livre, convidá-la-ia a ir a Israel, ao terminal de Kerem Shalom, para assistir à passagem diária de 500 a 600 camiões israelitas carregados de alimentos, medicamentos e outro bens destinados à população de Gaza”, escreve o Embaixador, lembrando ainda que “centenas de palestinianos” vão, diariamente, receber “tratamento nos hospitais israelitas”.

Raphael Gamzou nota ainda que “o actual chefe militar da organização terrorista Hamas”, Yahya Sinwar, que sofria de “um tumor cerebral”, “foi curado num hospital em Israel enquanto esteve preso”.

Finalmente, o Embaixador acaba a “louvar” Joacine pela iniciativa que apresentou no Parlamento relativa a Aristides de Sousa Mendes e que visa conceder honras de Panteão Nacional ao diplomata que, durante a II Guerra Mundial, ajudou dezenas de judeus a escapar às garras dos nazis. “Nada mais Justo”, conclui Raphael Gamzou.

ZAP //

PARTILHAR

32 COMENTÁRIOS

  1. Sei que sou pai de uma menina e se fosse obrigado a escolher preferia que a mesma crescesse em Israel do que num país árabe. Felizmente a minha filha não terá problemas de género e poderá ser o que ela pretender.

  2. Gostei da carta! O sr. embaixador de Israel usa uma ironia de tal modo corrosiva que devia fazer pensar não a Joacine, porque a tipa não deve sequer pensar, mas sobretudo o indiano e a sua coorte, para que vissem que o apoio mais ou menos dissimulado aos terroristas do Hamas, são uma ofensa ao bom senso e à tradicional boa vontade do Povo Português para com o Povo Judeu, tão mal tratado ao longo dos tempos. Lembram-se do crime cometido pelo rei D. Manuel, com a expulsão dos judeus? Que só vieram a engrandecer a Holanda?

    • Andas com essas ideias todas baralhardas!…
      O problema não é o “povo judeu” mas sim os judeus ortodoxos radicais que não respeitam nada nem ninguém – nem sequer os outros judeus!!

  3. Caro, Vitor Silva, não têm nada que desculpar essa pessoa só está para o contra e trata mal quem não é da sua opinião. sem conheçer as pessoas, como tal dêem desprezo e vamos continuar cada um com suas opiniões, hoje já tive a minha.

    • Antes de comentares, devias tentar “conheçer” melhor a Língua Portuguesa!
      .
      Ninguém te impede de teres a tua opinião – por mais estúpida que seja – mas, se a colocas num site público, tens que aguentar as críticas (ou elogios, (se for caso disso)) mas, no teu caso, devem ser raros ou existentes!
      E sobre a notícia; nada?

  4. Se cada um deixasse de pensar em tradições obsoletas de raça, nacionalismos, religiões e outros guetos, e vivesse a sua vida livremente respeitando e sendo respeitado, o mundo seria um melhor local para se viver…..

  5. O Sr. Embaixador de Israel é apenas um diplomatazeco que ao serviço dos superiores interesses dos seus imperiais patrões procura ser gracioso mas, mas como todos os “mangas de alpaca” de graça tem muito pouco e se fosse verdadeiramente diplomata calava-se!!!
    De qualquer modo, a figura que a Sra Joacine fez, é triste, muito triste e lamentável, ser deputado, é mais do que ser eleito e não deveria ser para quem quer, somente para quem pode…

    • Joacine foi corretíssima. O Hamas ataca constantemente Israel (tipo lança a pedra e foge) e Israel responde às provocações. Resultado: Joacine só poderia abster-se. Foi coerente. Não foi na conversa do seu partido farrapilha. Aliás ela nem pertencerá ao partido. O Livre aproveitou-se dela para caçar o voto das comunidades de cor.

      • Eu acho que é pior do que isso e que ela nem sequer sabe o que anda lá a fazer!…
        Até porque ela disse que votou contra ela própria… vá-se lá perceber!!

  6. Sr Embaixador, preocupe-se com às trafulhices do seu patrão lá na sua terra e deixe-me dizer-lhe que fica mal a um diplomata, imiscuir-se nos assuntos internos do país anfitrião, mas pela atitude/escrita que demonstrou/escreveu, de diplomata nada tem, não passa de um burocratazeco armado em gracioso‍♂️‍♂️‍♂️
    Homenzinho você é pequenino, a deputada de que fala não o será menos e isso é problema nosso não seu, consegue perceber???

  7. Obrigado Sr. Piranha…(porque será que não usam o vosso nome, ainda têm medo da PIDE?)
    Realmente quando uma notícia me desperta a atenção, eu vou ver os comentários e bastas vezes deparo com os comentários agressivos e demoníacos deste senhor/senhora “eu” e me deixam indisposto, vai desde a sua agressividade a quem é crente à hipotética agressão ao seu semelhante (por vezes acredito que se tivesse possibilidade este homem/mulher era capaz de agredir pessoas a quem se dirige), daí o meu cansaço e desespero ao ver que as suas intervenções continuam a não ser controladas, pois uma das condições para andar por aqui é não agredir ou utilizar termos menos próprios para se dirigir ao seu semelhante… Bem, provavelmente não deveria ter dito tanta coisa, mas desculpem mais uma vez, pode ser que tenha contribuído para esta pessoa ter um bocadinho mais de bom senso. Bem hajam

    • “Comentários demoníacos”?
      Quando/onde?
      “Agredir”?!
      Por dizer a alguém que está com as “ideias baralhadas”?
      Bem…
      Estas desculpado, mas andas muito sensível e devias tentar tratar isso, porque claramente não aguentas sequer ler algo inofensivo na internet…
      E nem sequer comentas-te nada relativo à notícia – que é uma das condições de uso deste espaço!

      • Apesar da divergência de opiniões e alguns desvios do assunto em si, julgo que as respostas a outrém deverão ser dirigidas a “Senhor ” e não “Você” ou “Tu”, como vem acontecendo … !
        Um pouco de boa educação, e apesar de comentários mais agressivos, não tem nada de mal, nem é nada de mais … !

  8. Apesar da divergência de opiniões e alguns desvios do assunto em si, julgo que as respostas a outrém deverão ser dirigidas a “Senhor ” e não “Você” ou “Tu”, como vem acontecendo … !
    Um pouco de boa educação, e apesar de comentários mais agressivos, não tem nada de mal, nem é nada de mais … !

Responder a João Cancelar resposta

UE em rota de colisão com a Polónia. Em causa estão os crimes de ódio

A relação entre a União Europeia e a Polónia está cada vez mais comprometida. As duas partes têm chocado no que toca à discussão dos crimes de ódio. No seu primeiro discurso sobre o estado de …

Leixões nega ter colocado adeptos na bancada a ver um jogo

Episódio aconteceu numa partida de voleibol em Gondomar. Presidente garante que jovens pertencem aos órgãos sociais do clube, Federação não confirma a identidade à entrada. A Supertaça de voleibol começou, no Grupo B, com o duelo …

Ventura quer ser Sá Carneiro do século XXI e ter juventude partidária

O presidente do Chega vai apresentar-se este fim de semana em Évora para a II Convenção Nacional do partido populista de direita como “o principal continuador em Portugal” de Sá Carneiro, o falecido líder fundador …

Alemanha tem provas materiais de que Maddie está morta

As autoridades alemãs têm provas materiais de que Madeleine McCann está morta, garante o porta-voz da Procuradoria de Braunschweig, Hans Christian Wolters, à RTP. Apenas está por provar o envolvimento de Christian Brueckner no homicídio …

BE quer que direito das grávidas a acompanhante seja respeitado

O Bloco de Esquerda (BE) quer que as normas da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre gravidez e parto no âmbito da covid-19 sejam revistas para que o direito das mulheres grávidas a estarem acompanhadas seja …

Proposta do PCP para passar Novo Banco para esfera pública foi chumbada

A recomendação ao Governo proposta pelo PCP para reverter da venda do Novo Banco, transferindo-o para a esfera pública, foi hoje chumbada no parlamento com os votos contra de PS, PSD, CDS-PP, PAN, Iniciativa Liberal …

Trump ataca voto por correspondência. Resultados podem não ser "determinados de forma precisa"

O Presidente dos EUA, Donald Trump, reforçou na quinta-feira no Twitter os ataques ao voto por correspondência nas eleições de novembro, ao que a rede social reagiu ligando duas das suas mensagens a informação verificada …

Quatro candidatos disputarão sucessão de Santana no Aliança

O novo líder do Aliança, que sucederá ao fundador do partido, Pedro Santana Lopes, vai ser escolhido entre quatro candidatos no próximo congresso nacional, agendado para 26 e 27 de setembro em Torres Vedras. Segundo noticiou esta …

Recomendação do PS para tarifa social de Internet sem oposição (mas partidos querem mais)

A recomendação do PS ao Governo para que crie uma tarifa social de acesso à Internet não mereceu esta quinta-feira oposição de nenhuma bancada, mas foram vários os partidos que defenderam a necessidade de “ir …

Ex-deputado PS acusado de uso abusivo de viaturas da Câmara de Barcelos

O Ministério Público acusou de peculato e abuso de poderes o ex-deputado socialista Domingos Pereira, pela alegada utilização de viaturas do município de Barcelos para deslocações de e para a Assembleia da República. Segundo nota publicada …