Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

Khaled DESOUKI / AFP

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação mais importantes do mundo.

A primeira fase do projeto desenvolve-se na zona dos Pequenos Lagos, que será ampliada em dez quilómetros para chegar aos 82 quilómetros de longitude.

A intervenção de alargamento e aprofundamento do Canal do Suez tinha sido aprovada na passada terça-feira pelo presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sissi, e rapidamente chegou ao terreno.

A agência Efe cita o almirante Osama Rabie, chefe da autoridade que controla o canal, para referir que o início da intervenção tem lugar cumprindo “as diretivas do presidente [egípcio] Abdelfatah al Sisi para começar de imediato” a ampliação e “fixar uma agenda para a completar o quanto antes”.

O responsável assegurou que o projeto é uma continuação dos “esforços para desenvolver a via de navegação que se iniciou com a abertura do novo Canal do Suez”, que é crucial para o comércio internacional, assinalando que o projeto terá “várias fases”.

A intervenção incide em mais de 50 quilómetros da parte sul do Canal, onde o Ever Given, um porta-contentores de mais de 200.000 toneladas, com pavilhão panamiano e explorado pelo armador de Taiwan Evergreen Marine Corporation, encalhou a 23 de março deste ano.

A primeira fase, que se iniciou este sábado, concentra-se na zona dos Pequenos Lagos, que se ampliará em dez quilómetros para chegar aos 82 quilómetros de longitude na parte do novo canal, inaugurada em 2015, de acordo com o comunicado oficial divulgado.

“A importância do projeto de ampliação em curso é elevar a eficiência do canal e reduzir o tempo de trânsito dos barcos, além de aumentar o fator de segurança de navegação na região meridional [sul] do canal”, de acordo com Rabie.

Na segunda fase, continuarão as obras para ampliar em mais 30 quilómetros a zona sul. Segundo o Rabie, a perspetiva é que a execução do projeto se prolongue por 24 meses, mas admite que possa ser mais curto já que são essas as orientações do presidente.

O porta-contentores Ever Given, de propriedade japonesa e bandeira do Panamá, encalhou no canal do Suez a 23 de março, tendo voltado a navegar seis dias depois, mas ainda se encontra no Grande Lago do canal devido a uma disputa económica entre os proprietários e a Autoridade do Canal, que pede uma compensação de 755 milhões de euros pelos danos e prejuízos causados.

O bloqueio de seis dias interrompeu parte do comércio mundial, obrigando alguns barcos a percorrer a rota alternativa pelo extremo sul de África, ao passo que mais de 400 embarcações ficaram em espera perto do canal, tanto a norte como a sul.

  // Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Morreu Armanda Passos, uma “referência maior da pintura contemporânea nacional”

Armanda Passos faleceu aos 77 anos na passada madrugada. Ferro Rodrigues lamenta a perda de uma "referência maior da pintura contemporânea" portuguesa. A pintora Armanda Passos morreu hoje, aos 77 anos, confirmou a Universidade do Porto, …

Os números que levam o Bayern a dizer: "O Benfica tem medo de nós"

Alemães destacam sete dados, antes da deslocação a Lisboa. Formação do Benfica destacada pelo Bayern. O Bayern Munique, na antevisão ao jogo com o Benfica na terceira jornada da Liga dos Campeões, publicou um artigo com …

Covid-19: Letónia vai adotar confinamento de quase um mês por aumento de infeções

A Letónia inicia, na quinta-feira, um confinamento de quase um mês, que incluirá recolher obrigatório, devido ao agravamento do número de infeções por covid-19 no país, onde a taxa de vacinação é das mais baixas …

É oficial. Rui Rio recandidata-se à liderança do PSD e vai a votos contra Rangel

Rui Rio vai assim enfrentar Paulo Rangel nas directas marcadas para 4 de Dezembro e tentar segurar a liderança do PSD. Depois de muita especulação, Rui Rio confirmou hoje que vai avançar com a recandidatura à …

Mais 832 casos e seis mortes por covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal conta mais mais 1010 recuperados. A maioria dos novos casos são em Lisboa e Vale do Tejo e no Norte. Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais seis mortes e 832 casos de infecção pelo …

Costa admite voltar a baixar imposto sobre os combustíveis devido ao aumento da receita do IVA

O aumento extraordinário da receita de IVA decorrente da subida do preço dos combustíveis será devolvido semanalmente através de uma redução do imposto sobre os produtos petrolíferos (ISP), afirmou esta terça-feira o primeiro-ministro. Em resposta a …

Extinto incêndio no Hospital CUF Descobertas em Lisboa e sem necessidade de evacuar edifício

O incêndio que deflagrou hoje, pelas 12:20, no Hospital CUF Descobertas, no Parque das Nações, em Lisboa, foi extinto pelas 12:50, e não houve necessidade de evacuar o edifício, disse à Lusa fonte do Regimento …

Infarmed alerta para dois sites de venda ilegal de medicamentos

A Autoridade Nacional do Medicamento afirma que não é possível assegurar a qualidade, eficácia, segurança e autenticidade dos fármacos adquiridos em dois websites ilegais de venda de medicamentos. O Infarmed alertou esta terça-feira para a existência …

Julian Reichelt, ex-diretor do jornal alemão Bild

Diretor do jornal alemão Bild despedido por "conduta inapropriada"

Julian Reichelt, diretor do jornal alemão Bild, foi demitido com efeito imediato por “conduta inapropriada”, anunciou a empresa de comunicação social Axel Springer, detentora do jornal mais vendido da Alemanha. O diretor do jornal alemão Bild, …

“Não acho que o CDS esteja a viver uma crise interna”, diz Francisco Rodrigues dos Santos

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, defendeu esta segunda-feira que a situação interna que o partido atravessa, com congresso eletivo marcado para o final de dezembro, "não é uma crise, é a democracia …