Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

Khaled DESOUKI / AFP

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação mais importantes do mundo.

A primeira fase do projeto desenvolve-se na zona dos Pequenos Lagos, que será ampliada em dez quilómetros para chegar aos 82 quilómetros de longitude.

A intervenção de alargamento e aprofundamento do Canal do Suez tinha sido aprovada na passada terça-feira pelo presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sissi, e rapidamente chegou ao terreno.

A agência Efe cita o almirante Osama Rabie, chefe da autoridade que controla o canal, para referir que o início da intervenção tem lugar cumprindo “as diretivas do presidente [egípcio] Abdelfatah al Sisi para começar de imediato” a ampliação e “fixar uma agenda para a completar o quanto antes”.

O responsável assegurou que o projeto é uma continuação dos “esforços para desenvolver a via de navegação que se iniciou com a abertura do novo Canal do Suez”, que é crucial para o comércio internacional, assinalando que o projeto terá “várias fases”.

A intervenção incide em mais de 50 quilómetros da parte sul do Canal, onde o Ever Given, um porta-contentores de mais de 200.000 toneladas, com pavilhão panamiano e explorado pelo armador de Taiwan Evergreen Marine Corporation, encalhou a 23 de março deste ano.

A primeira fase, que se iniciou este sábado, concentra-se na zona dos Pequenos Lagos, que se ampliará em dez quilómetros para chegar aos 82 quilómetros de longitude na parte do novo canal, inaugurada em 2015, de acordo com o comunicado oficial divulgado.

“A importância do projeto de ampliação em curso é elevar a eficiência do canal e reduzir o tempo de trânsito dos barcos, além de aumentar o fator de segurança de navegação na região meridional [sul] do canal”, de acordo com Rabie.

Na segunda fase, continuarão as obras para ampliar em mais 30 quilómetros a zona sul. Segundo o Rabie, a perspetiva é que a execução do projeto se prolongue por 24 meses, mas admite que possa ser mais curto já que são essas as orientações do presidente.

O porta-contentores Ever Given, de propriedade japonesa e bandeira do Panamá, encalhou no canal do Suez a 23 de março, tendo voltado a navegar seis dias depois, mas ainda se encontra no Grande Lago do canal devido a uma disputa económica entre os proprietários e a Autoridade do Canal, que pede uma compensação de 755 milhões de euros pelos danos e prejuízos causados.

O bloqueio de seis dias interrompeu parte do comércio mundial, obrigando alguns barcos a percorrer a rota alternativa pelo extremo sul de África, ao passo que mais de 400 embarcações ficaram em espera perto do canal, tanto a norte como a sul.

// Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Covid-19. Variante indiana causa doença mais grave, dizem médicos chineses

A Delta está a causar doença mais grave e mais rapidamente do que durante a primeira vaga, informaram médicos na zona de Guangzhou, no sudeste da China, onde surgiu um surto recente provocado por esta …

Do café aos brinquedos. Preço do transporte de mercadorias vai atingir a nossa carteira mais cedo do que se pensava

Os preços exorbitantes do transporte de mercadorias pelo mundo poderão atingir a sua carteira mais cedo do que pensa. Mais de 80% de todo o comércio de mercadorias é transportado pela via marítima, mas o alto …

Tal é a qualidade de Portugal, que o treinador da Hungria "podia ser motorista ou roupeiro"

O selecionador da Hungria, o italiano Marco Rossi, afirmou hoje que "até podia ser o motorista ou rapaz dos equipamentos" da seleção portuguesa, tal é a qualidade dos jogadores lusos que vão disputar o Euro2020. “Estamos …

Destroços de avião descobertos no fundo de um lago nos EUA podem pôr fim a um mistério de 56 anos

Trabalhadores que testam equipamentos de investigação subaquática dizem ter encontrado os destroços de um pequeno avião nas profundezas do lago Folsom, na Califórnia. A confirmar-se, podem ter resolvido um mistério com 56 anos. As imagens de …

Norte-americanos envolvidos na fuga de Carlos Ghosn declaram-se culpados

Os dois norte-americanos acusados de ajudarem o ex-presidente da Nissan Carlos Ghosn a fugir do Japão quando aguardava julgamento em liberdade sob fiança declararam-se esta segunda-feira culpados perante a justiça japonesa. De acordo com fontes da …

Enfermeira tentou provar que as vacinas tornam as pessoas magnéticas (mas não correu como previsto)

Na semana passada, a enfermeira negacionista de Ohio Joanna Overholt tentou, durante uma sessão legislativa, provar que as vacinas contra a covid-19 tornam as pessoas magnéticas. Mas não foi bem sucedida. O teste do íman resulta …

Foda e Kostadinov: as recordações à volta do Áustria-Macedónia do Norte

O selecionador da Áustria e um dos jogadores da Macedónia do Norte trouxeram memórias dos anos 90. O jogo entre Áustria e Macedónia do Norte, que terminou com vitória austríaca por 3-1, não estava propriamente na …

Paquistão. Quem não se vacinar pode ficar sem acesso ao telemóvel

O governo regional de Punjab, no Paquistão, decidiu que os cidadãos que não se vacinarem contra a covid-19 "ao fim de um certo tempo" podem ver o cartão SIM do seu telemóvel bloqueado. "Estamos a fazer …

Seleção Nacional testa negativo na véspera da estreia no Europeu

Depois do susto de João Cancelo, que testou positivo ao novo coronavírus, a seleção nacional respira de alívio na véspera da estreia no Europeu, depois de ter testado negativo à covid-19. Esta segunda-feira de manhã, a …

Associação quer que os testes em eventos culturais sejam gratuitos

A Associação Espetáculo - Agentes e Produtores Portugueses defendeu que os testes de diagnóstico à covid-19 devem ser gratuitos em eventos culturais. A Associação Espetáculo – Agentes e Produtores Portugueses defendeu, este domingo, que os testes …