Eduardo Catroga sai da EDP e abre caminho para Lacerda Machado

Eduardo Catroga, atual chairman do grupo elétrico, não deverá manter-se na administração da EDP. O antigo ministro das Finanças termina o mandato no final do ano e já soma quatro mandatos na EDP.

O mandato de Eduardo Catroga como chairman da EDP termina no final deste mês e já é certo que o antigo ministro está de saída, de acordo com o jornal ECO.

Esta saída terá por base a transposição de uma diretiva comunitária em 2015, que obriga a um presidente independente dos acionistas em empresas com um modelo de governação dualista – com um conselho geral e um conselho de administração executiva.

Ao acumular já quatro mandatos seguidos na EDP (dois dos quais como presidente), Catroga perdeu o estatuto de independente e não poderá continuar como chairman.

Apesar de ser quase certo que o antigo ministro das Finanças não continua como chairman da elétrica, há quem admita que possa manter-se como membro, em representação dos chineses da China Three Gorges.

De acordo com o mesmo jornal, Catroga terá, no entanto, pedido um parecer a uma sociedade de advogados para confirmar se teria mesmo de abandonar a administração ou se haveria condições para ficar.

Com a sua saída do caro, o sucessor está ainda por escolher, mas há pelo menos um fator de atração: os 550 mil euros brutos em salário fixo que Catroga ganhou em 2016, segundo o relatório e contas da EDP.

Segundo várias fontes, estes são os dois candidatos fortes ao lugar: Luís Amado, ex-ministro e atual vice-presidente do Conselho Geral e de Supervisão, e Diogo Lacerda Machado, advogado, antigo membro deste Conselho Geral da EDP, também conhecido por ser o melhor amigo do primeiro-ministro António Costa.

Dentro da elétrica, os que defendem a promoção de Luís Amado – e que, por sua vez, também apoiam a renovação do mandato de António Mexia como presidente executivo – querem uma linha de continuidade na gestão da EDP e justificam a escolha do ex-ministro socialista por ser o número 2 do conselho geral e de supervisão.

Por outro lado, quem defende a nomeação de Lacerda Machado quer a abertura de um novo ciclo, com a mudança de chairman e também do CEO. Além disso, o advogado conhece por dentro a EDP, já foi membro do conselho geral durante dois mandatos anteriores ao atual, e é muito próximo dos chineses e do próprio governo.

Por outro lado, a continuidade de António Mexia continua a ser uma incógnita. Os acionistas chineses têm defendido publicamente o gestor, afirmando que estão “satisfeitos” com o seu trabalho, mas não se comprometeram ainda com a sua permanência.

Mexia ainda não se manifestou sobre a sua vontade de ficar ou sair do grupo – um cenário que também não tem sido consensual dentro do grupo de energia e de fontes próximas dos acionistas.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Este bandido ajudou o cobardes mafiosos do governo anterior a “oferecer” uma empresa publica que dava lucro ao país, a uns chinocas, que até agora só tem vindo cá buscar o lucro!..
    Mais um traidor que foi recompensado com um tacho milionário pelo golpe que ajudou a dar na EDP, quando já nos custa mais de 9000€ por mês (a mais alta subvenção vitalícia, pelo excelente serviço que prestou ao país enquanto politico no tempo do Cavaco)!!
    Estes parasitas custam ao país e ao portugueses muitos sacrifícios, suor e sangue e ainda tem a lata de gozar com o povo e de dizer que “se houve alguém beneficiado com a venda da EDP, foi o estado”!…
    O que é que merece um “animal” destes?!

RESPONDER

Entrevista a Carlos Cueva, autor de estudo inédito sobre os jogos à porta fechada

Carlos Cueva, 34 anos e professor na Universidade de Alicante há seis anos. Estudou em Inglaterra, onde completou um doutoramento em Economia. O ensino e a investigação ocupam o seu tempo. É especialista em investigação …

Ministro da Saúde do Brasil infetado com covid-19

Eduardo Pazuello, ministro da Saúde brasileiro, está infetado. Também esta quarta-feira, o governante foi admoestado por Jair Bolsonaro, que negou haver intenção do Brasil comprar 46 milhões de doses de vacina chinesa. O ministro da Saúde …

PSD vai votar contra o OE2021. PS acusa Rio de abandonar defesa do "interesse nacional"

O secretário-geral adjunto socialista disse esta quarta-feira que não surpreende o voto contra do PSD à proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), considerando, no entanto, que Rui Rio “deixou cair” o valor do …

As vacas preferem interagir cara a cara com as pessoas. Ficam mais relaxadas

Um novo estudo descobriu que as vacas preferem interagir com os seres humanos cara a cara e que ficam os animais ficam mais relaxados com este tipo de interação do que quando ouvem uma voz …

Marcelo promulga diploma que reduz debates europeus para dois por semestre

O Presidente da República promulgou o diploma aprovado por PS e PSD que reduz os debates europeus no parlamento para dois por semestre, depois de ter vetado uma primeira versão que previa apenas um por …

Poderia o gato de Schrödinger existir na vida real? A Ciência pode responder em breve

Poderia o gato de Schrödinger existir na vida real? Uma equipa de investigadores propõe uma experiência que pode resolver essa questão espinhosa de uma vez por todas. Já alguma vez esteve em mais de um sítio …

As montanhas geladas de Plutão são fruto de um processo único (e inverso ao da Terra)

As montanhas descobertas em Plutão durante o "flyby" da nave New Horizons pelo planeta anão em 2015 estão cobertas por um manto de metano gelado, criando depósitos brilhantes impressionantemente parecidos aos das cadeias de montanhas …

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …