EDP recusa encerrar a central termoelétrica mais poluente do país

EDP

Central Termoelétrica de Sines

Central Termoelétrica de Sines

O administrador da EDP, Rui Teixeira, recusa-se a encerrar a Central Termoelétrica de Sines, que é apontada pela empresa ambientalista Zero como a maior unidade poluidora em Portugal.

A Associação Sistema Terrestre Sustentável – Zero elaborou um ranking das empresas e setores com mais emissões de gases com efeito de estufa, baseando-se nos relatórios oficiais do Comércio Europeu de Licenças de Emissão (CELE).

Os dois primeiros lugares do ranking das empresas mais poluentes são ocupados por centrais termoelétricas a carvão – de Sines (da EDP) e do Pego (da Tejo Energia) – que juntas representam quase um quinto das emissões de dióxido de carbono equivalente de Portugal.

“Nas empresas, segundo dados de 2015, em primeiro lugar está a central de Sines, claramente destacada, com mais de 13% das emissões totais de Portugal, seguida da central do Pego, duas centrais a carvão que têm um peso muito grande nas emissões de dióxido de carbono”, revela o presidente da Zero, Francisco Ferreira.

O presidente da associação disse, em declarações à Antena 1, que “é inevitável que as centrais fechem mais cedo ou mais tarde, e portanto aqui a questão é saber quando é que estas empresas o vão fazer”.

No entanto, o administrador da EDP, Rui Teixeira, afirmou à TSF que a Central Termoelétrica de Sines é a mais eficiente do país, dando a entender que não irá encerrá-la.

Os ambientalistas continuam a defender que as centrais poluentes deviam ser substituídas por centrais de ciclo combinado, a gás natural, que poluem muito menos.

Francisco Ferreira destaca que “a queima de carvão é muito ineficiente e por cada quilowatt hora de eletricidade produzida emitem cerca de 900 gramas de dióxido de carbono equivalente”, enquanto uma unidade de ciclo combinado a gás natural emite apenas 360 gramas.

Para o presidente da Zero, a central de Sines da EDP é antiga e está ambientalmente ultrapassada.

Setor rodoviário é o mais poluente

Na tabela divulgada, a associação revela que, “infelizmente sem surpresas”, o transporte rodoviário é o maior responsável por emissões de gases de efeito de estufa (23,5%), seguido pela produção de energia elétrica – a diferença entre os dois setores é de apenas de um ponto percentual.

Segundo adiantou Francisco Ferreira à TSF, estes números revelam a enorme dependência que Portugal tem em relação ao transporte individual ou coletivo de passageiros, mas também de mercadorias, além de uma grande predominância dos combustíveis fósseis mais poluentes”.

A indústria cimenteira, os aterros, e a produção de gado também estão entre os setores mais poluentes.

“Temos um setor relevante que é o da indústria cimenteira que, pela natureza do seu processo, emite consideráveis quantidades de gases com efeito de estufa, em particular o dióxido de carbono, seguindo-se os aterros onde o poluente principal é o metano“, destacou o presidente da Zero.

A associação ambientalista divulga o ranking antes da entrada em vigor do Acordo de Paris, na sexta-feira, depois de cumprida a exigência da ratificação de, pelo menos, 55 países responsáveis que representem 55% das emissões de gases mundiais com efeito de estufa.

BZR, ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Segundo estas organizações ambientalistas a central de Sines é a mais poluente do país devido às emissões de… dióxido de carbono. Fenomenal!

    Alguém deveria dizer a estas organizações ou associações que o dióxido de carbono não é um poluente, o monóxido de carbono é mas não o CO2.

    Alguém deveria dizer-lhes também que o CO2 é essencial para a vida na Terra e sem o qual nós nem sequer existiríamos.

    Parece que estas pessoas convenientemente se esquecem que as plantas absorvem CO2 como alimento. Aliás, está cientificamente provado e exaustivamente comprovado por muitos agricultores que o usam nas suas estufas que quanto maior for a concentração de CO2 na atmosfera mais as plantas se desenvolvem. Crescem mais depressa e propagam-se também mais depressa com o curioso efeito a nível mundial (imaginem só) de ajudar a combater o desmatamento descontrolado que ainda ocorre em muitos países.

    O CO2 contribui efectivamente para o aumento da cobertura vegetal a nível mundial e, não menos importante, contribui também (como deveria ser óbvio) para o aumento da produção agrícola. Contribui de facto para o aumento da produção de alimentos em todas as explorações agrícolas de todo o mundo ajudando a combater a má nutrição e falta de alimentos de qualidade que ainda persiste em muitas zonas por esse mundo fora.

    É, assim, de uma enorme irresponsabilidade tentar combater a produção de CO2 quando tantos benefícios nos trás. A real consequência trazida pelo actual combate ao CO2 resume-se à diminuição da competitividade das empresas atrasando o progresso dos países.

    Fariam muito melhor se se preocupassem com os reais poluentes, com as muitas substâncias que tanto mal nos fazem à saúde e que a todo o momento somos obrigados a inspirar com o ar que respiramos ou a comer junto com a comida que ingerimos. Isto sim, seria uma atitude digna, responsável e mesmo louvável para este tipo de organizações que andam agora e desde há muito preocupadas com problemas do faz de conta.

    Já agora, alguém sabe porquê que a EDP não fecha estas centrais?
    Porque as agora tão aclamadas energias renováveis são também energias intermitentes e estas centrais termoeléctricas que funcionam em regime de prontidão são ainda fundamentais como apoio para as múltiplas ocasiões de quebra de produção a partir de centrais eólicas e fotovoltaicas.

    Estas “novas” energias renováveis, por mais que nos digam que são o único futuro possível e que até já produzem em excesso, são na verdade e infelizmente inconstantes e seriam uma autêntica dor de cabeça para todos nós (produtores, distribuidores e consumidores) se não existissem centrais termoeléctricas de apoio a funcionar em regime de prontidão.

RESPONDER

Ucrânia insiste na entrega das caixas negras do avião abatido pelo Irão

Kiev vai insistir para que Teerão lhe entregue as caixas negras do avião abatido pelo Irão em negociações, esta segunda-feira, com um ministro iraniano em visita à Ucrânia. O ministro dos Transportes iraniano, Mohammad Eslami, chegou …

Mota Soares. CDS tem de dialogar preferencialmente com o PSD

Pedro Mota Soares acredita que é do melhor interesse do CDS estabelecer diálogo com o PSD. Além disso, considera que o partido não deve permitir que seja eleito um Chefe de Estado mais à esquerda.  O …

Sporting chega a acordo para contratação de Sporar

O Sporting chegou a acordo com os eslovacos do Slovan Bratislava para a contratação do avançado esloveno Andraz Sporar, disse à Lusa fonte oficial dos leões. Andraz Sporar, de 25 anos, vai assinar um contrato até …

Aumentos da Função Pública acima dos 0,3% deverão ser nominais

Os aumentos que estão a ser estudados pelo Governo deverão ser nominais e contemplar as duas categorias remuneratórias mais baixas: os assistentes operacionais e os assistentes técnicos. Na semana passada, a ministra da Modernização do Estado e …

PSD de Loures pede demissão de Marta Temido por causa da não renovação de PPP

O PSD de Loures pediu, este domingo, a demissão da ministra da Saúde, num comunicado em que manifesta "profunda preocupação" com a não renovação da parceria público-privada (PPP) no Hospital Beatriz Ângelo. Para a concelhia do …

Ex-bombeiro e ex-militar entre os detidos pela morte de Giovani

Um ex-bombeiro e um ex-militar estão entre os cinco suspeitos que se encontram em prisão preventiva, acusados da morte do cabo-verdiano Luís Giovani Rodrigues. São todos naturais de Bragança, têm entre 22 e 35 anos …

Dois mil bilionários têm mais riqueza do que 60% do resto do mundo

Os 2.153 bilionários do mundo tinham em 2019 mais riqueza do que 4,6 mil milhões de pessoas, 60% da população mundial, alerta esta segunda-feira a Oxfam, segundo a qual a desigualdade económica e de género …

Liverpool vence Manchester United e vê o título cada vez mais perto

O Liverpool continua imparável na rota do título de campeão que lhe foge há três décadas, depois de ter vencido por 2-0 na receção ao Manchester United, este domingo, em jogo da 23.ª jornada da …

Novo mapa das freguesias na gaveta do Governo há dois anos

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, voltou a garantir, na passada sexta-feira, que o Governo quer reverter a fusão de algumas das 1168 freguesias que se extinguiram em 2013. …

Juventus reforça liderança em Itália com bis de Ronaldo

Dois golos de Cristiano Ronaldo deram a vitória à Juventus, este domingo, na receção ao Parma (2-1), na 20.ª jornada da Liga italiana, com os campeões em título a reforçarem a liderança no campeonato. Frente à …