/

EDP alvo de ataque informático. Hackers terão reclamado 10 milhões de resgate

5

Miguel A. Lopes / Lusa

António Mexia, presidente da EDP

A EDP foi esta segunda-feira alvo de um ataque informático, que está a “condicionar o normal funcionamento de parte dos serviços e operações”, mas a empresa garante que não teve qualquer impacto no fornecimento de energia.

De acordo com um comunicado, a EDP dá conta de que “foi alvo de um ataque informático à sua rede corporativa”, que está a “condicionar o normal funcionamento de uma parte dos seus serviços e operações”.

Contudo, a empresa garante que não há registos de “qualquer impacto na continuidade do fornecimento de energia” e que os “serviços críticos de supervisão e controlo da rede elétrica de distribuição” estão a funcionar normalmente, “embora com algumas adaptações decorrentes de algumas limitações”.

A nota sublinha que foram “aplicadas medidas de prevenção e proteção dos sistemas que suportam as operações da empresa”, com o objetivo de “conter os efeitos” deste ataque informático.

A origem e a “anatomia deste incidente” ainda estão a ser analisados, prossegue o EDP, realçando que a atuação do grupo “perante este ataque está a ser articulada com as entidades competentes”.

A notícia foi avançada na noite de segunda-feira pelo Observador, que dava conta de que este ataque estava a afetar “os sistemas de atendimento ao cliente”.

O Jornal de Notícias também referia que os responsáveis pelo ataque “reclamam um resgate de 10 milhões de euros”. O pedido de resgate terá sido publicado na chamada “dark net” – uma parte da Internet que é inacessível à maioria dos utilizadores e onde o anonimato é garantido.

Segundo o mesmo jornal, os indivíduos reclamam 1.580 bitcoins, uma moeda virtual em que cada unidade vale 6.250 euros – no total, 9,8 milhões de euros. Os piratas deram ainda 20 dias e 17 horas para que a elétrica nacional proceda ao pagamento do resgate.

Segundo o JN, os piratas alegaram ter conseguido sacar 10 terabytes de informação sensível e ameaçam torná-la pública ou vendê-la a concorrentes diretos da empresa.

Porém, questionada pela agência Lusa sobre este assunto, fonte oficial da EDP disse que a empresa desconhece quaisquer informações sobre um alegado resgate.

  ZAP // Lusa

 

5 Comments

    • És um cromo… Então não nos vai sair ao bolso a todos na mesma? Havias de ficar sem electricidade em casa para ver o que custa não ter os sistemas ou pessoas a funcionar.

      • Eu sou um cromo, e tu um idiota sem capacidade de análise e dificuldades cognitivas e de compreensão. Por acaso escrevi algo que te fizesse pensar que concordo com a sabotagem dos sistemas ao ponto de prejudicar as pessoas? Se fosses inteligente, terias reparado que, apenas me refiro ao facto de tudo se resumir a uma tentativa de sacar 10 milhões à EDP, para compensar os muitos milhoes que roubam às pessoas. Faturações em duplicado, leituras de contadores absurdas e irreais, negociatas milionárias, salários principescos aos inúteis dos administradores, etc etc.

  1. Eu mudei da EDP para a Iberdrola na mesma casa, e fui de faturas de 70-80€ mês para uma media de pouco mais de 50€, EDP nunca mais, dar dinheiro a chineses…

    • Caro Dany, dará sempre.
      Se estudar o sistema elétrico nacional, verificará que “apenas” mudou de comercializador e que a entidade concessionária de distribuição, que leva uma boa parte da tarifa, se mantém (EDP).
      E conhece a composição acionista da Iberdrola?
      Cumprimentos

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.