Economista canadiano acusado de manipular a dívida pública vai processar Portugal

(dr) Peter Boone

Peter Boone, doutorado em Harvard foi consultor de vários governos britânicos.

Peter Boone, doutorado em Harvard foi consultor de vários governos britânicos.

O economista Peter Boone, que foi acusado pelo Ministério Público (MP) português de ter manipulado títulos da dívida portuguesa, admite processar o Estado por “investigação grosseiramente incompetente e negligente”, segundo uma nota enviada à Lusa pela sua defesa.

O economista canadiano Peter Boone prepara-se para processar o Estado Português por investigação grosseiramente incompetente e negligente conduzida pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) e pelo Ministério Público”.

A intenção foi adiantada em nota à Lusa, poucos dias depois de ter transitado em julgado a decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que confirma a decisão de não-pronúncia da acusação, decidida na primeira instância.

O economista, que em 2014 foi acusado pelo MP do crime de manipulação de mercados em 2010 e de ter conseguido ganhos de cerca de 820 mil euros com venda a descoberto de títulos de dívida portuguesa em 2010, admitiu também instaurar ações aos autores dos relatórios da CMVM relacionados com a investigação.

É uma tragédia para Portugal que reguladores e procuradores do Ministério Público considerem apropriado usar as instituições do Estado para fabricar casos contra os críticos, em vez de focarem os seus esforços em prevenir o custo das crises financeiras que emergem sob os seus olhos”, considerou Peter Boone.

O doutorado em Harvard, que sempre viu na acusação do MP um ataque à liberdade de expressão, considerou que “o veredicto do Tribunal da Relação torna claro que o MP tentou, de forma ilegal, alargar o crime de manipulação de dívida além do seu âmbito legal, de forma a torná-lo uma ferramenta mais eficiente para silenciar críticos”.

Para a defesa do economista canadiano, Portugal fica agora na “indesejável posição de o Tribunal Europeu lhe vir a apontar mais violações do direito à liberdade de expressão do que a qualquer outra nação europeia”.

Peter Boone, do Centro de Desempenho Económico da London School of Economics, e Simon Johnson, antigo economista do FMI, publicaram em 2010, no blogue Economix, do New York Times, um artigo defendendo que o país corria o risco de bancarrota e incumprimento, intitulando que Portugal seria “o próximo problema global”.

Os autores apontavam os problemas da dívida pública portuguesa e defendiam que o país iria seguir o caminho da Grécia, pedindo um regaste internacional.

Poucos dias após a publicação, a CMVM deu início a uma investigação ao artigo de opinião, mandando ainda uma carta de solicitação de assistência internacional à Autoridade dos Serviços Financeiros do Reino Unido, para obter mais informações.

Na altura, o regulador do mercado português concluiu que era “exagerado e parcial” considerar que Portugal seria o próximo a necessitar de assistência financeira e, mais tarde, acusou Peter Boone de “tentar manipular o mercado“.

Isto porque, após a publicação do artigo, a taxa de juro das obrigações portuguesas a 10 anos iniciou uma subida vertiginosa, passando de 4,395% para um máximo de 6,285%: um desempenho originado pela queda do preço das obrigações, com a qual Boone terá alcançado uma mais-valia de 819 mil euros graças a uma posição curta, segundo o MP, que acaba por acusar o economista de crime de manipulação de mercado em 2015.

Para o MP, o arguido tinha interesse na desvalorização da dívida portuguesa e na subida das taxas de juro, uma vez que só a respetiva desvalorização permitia recuperar a dívida com mais-valias e potenciar os seus ganhos.

Além disso, segundo o MP, , nos artigos que escrevia o economista não fazia referência explícita a possíveis conflitos de interesse, como o facto de estar ligado à Salute Capital Management, que prestava serviços de aconselhamento de investimento em dívida pública portuguesa ao ‘hedge-fund’ Moore.

Ora, em outubro de 2016, o Tribunal de Instrução Criminal decidiu-se pela não-pronúncia de Peter Boone, retirando as acusações, sendo que o Ministério Público recorreu desta decisão um mês mais tarde.

Mais recentemente, em 21 de junho, o Tribunal da Relação confirmou a decisão da primeira instância e, em 12 de julho, a decisão do Tribunal da Relação de Lisboa transitou em julgado, segundo informação da defesa do economista.

// Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

    • Um “artista” que avisou da crise iminente e que os governantes da altura não só não pareciam saber, mas até negaram. Quando se faz dos governantes e inocentes e de quem nos avisou, de vilão, está tudo dito! O falso ” patriotismo” é paralelo ao fanático clubismo Português, infelizmente.

  1. Mais uma do Teixeira dos santos e seus apaniguados. Diz este Senhor que gastou uma pequena fortuna a defender-se. Agora deve querer uma grande fortuna e é bem feito. Paga zé contribuinte e não bufes!

  2. Tribunal da Relação de Lisboa a 21/06/2017. Processo 4798/12.5TDLSB.L1
    RECORRENTE: Peter David Boone (e não: “Ministério Público”)
    Decisão: NEGADO PROVIMENTO (!).
    Afinal, como é ?!

  3. Não gosto deste tipo de “artistas”. Normalmente manipulam os mercados a seu favor…
    Mas o Governo Português também se tem “posto a jeito” destes indivíduos/instituições abusarem e estragarem a nossa credibilidade nos mercados.
    No final, é mais culpa dos nosso governantes do que destes “artistas”…

  4. Estes indivíduos vivem de especulação financeira. Atiram palavras da boca pra fora e como os meios de comunicação lhes dão cobertura, a coisa alastra-se e as acções e obrigações sofrem variações anormais. Agora ainda quer processar o Estado Português e ir apanhar mais dinheiro do que aquele que ganhou por ter arrotado falsidades. Reparem que ele deve ser de má rês, olhem o nariz dele, está empenado para dentro, alguém que ele tentava “manipular” que não gostou e lhe deu troco.

RESPONDER

Novo governo transformou a Áustria no "cinzeiro da Europa"

Muitos países ocidentais - entre os quais Portugal - já baniram o tabaco dos bares e restaurantes. Mas a Áustria nega-se a seguir essa tendência. De acordo com uma lei aprovada em 2015, a Áustria deveria …

Físicos criaram uma nova forma de luz

Cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts e da Universidade de Harvard demonstraram que é possível que dois feixes de luz se encontrem e se fundam num único fluxo luminoso. Se tentarmos cruzar a luz de …

ALMA observa um donut giratório de gás e poeira em redor de um buraco negro supermassivo

Observações de alta resolução com o ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array) captaram um toro de gás rotativo e empoeirado em torno de um buraco negro supermassivo ativo. A existência destas estruturas giratórias em forma de donut …

Porto vs Rio Ave | Dragão devolve chapa 5

Vitória esclarecedora do FC Porto na recepção ao Rio Ave. A equipa “azul-e-branca” venceu por 5-0, num jogo em que marcou muito cedo e foi construindo o resultado com eficácia ofensiva e alguma fortuna nos …

Algoritmo descobriu qual a cidade mais verde do mundo

Como podemos saber quis as cidades mais verdes do mundo? Somar os parques e praças? Mapear as zonas arborizadas? E contar o número de árvores plantadas? Uma pesquisa recente do Sensable City Lab, do MIT - Instituto …

Instrumentos cirúrgicos podem espalhar a proteína do Alzheimer

Novas proteínas sugerem que uma das proteínas responsável pelo desenvolvimento da doença poderia ser transmitida a pacientes saudáveis através de materiais cirúrgicos. Um grupo de cientistas descobriu uma nova prova de que a proteína beta-amiloide, implicada …

Três pessoas detidas por fraude bilionária em banco da Índia

Duas pessoas ligadas ao PNB, Banco Nacional do Punjab, e um responsável do grupo financeiro do empresário joalheiro Nirav Modi foram detidos este sábado, acusados de uma fraude de cerca de 1,5 mil milhões de …

Comentários racistas sobre Meghan Markle fazem cair líder de partido

O líder do partido eurocético britânico UKIP, Henry Bolton, foi demitido após uma votação em que os afiliados demonstraram falta de apoio no seguimento de comentários racistas da sua ex-companheira sobre a futura mulher do …

Montenegro abandona o Parlamento e admite disputar liderança do PSD no futuro

O ex-líder parlamentar do PSD Luís Montenegro anunciou que vai deixar o parlamento a 5 de abril, 16 anos depois de ter tomado posse, e prometeu ao partido que poderá no futuro disputar a liderança. "Conhecem …

Os inimigos dos aztecas construíram uma cidade com tantos edifícios como Manhattan

Uma equipa de cientistas realizou uma análise minuciosa de uma antiga cidade, no oeste do México, construída por um povo inimigo dos aztecas: os purepechas. A cidade recebeu o nome de Angamuco e, de acordo com …