“Ébola dos coelhos”. Vírus está a matar milhares de coelhos nos Estados Unidos e México

Milhares de coelhos selvagens e domésticos de vários estados dos Estados Unidos e do México morreram depois de contrair a doença hemorrágica viral de coelho tipo 2 (RHDV2), escreve a imprensa internacional.

“Alguém viu [os coelhos] a sofrer com espasmos e a gritar. Tentamos fazer reanimação cardio-pulmunar (RCP), mas os coelhos morreram numa questão de minutos. Convulsionaram, gritaram horrivelmente e morreram”, descreveu ao portal The Cut
a veterinária Lorelei D’Avolio, do Centro de Medicina Aviária New York Exotic.

O vírus, cujo período de incubação dura cerca de três dias, quase não causa sintomas, reduzindo apenas o apetite e a energia dos animais, conta o portal Russia Today.

No entanto, durante este período de tempo, o vírus ataca as células hepáticas do infetado, causando hepatite. Além disso, o vírus prejudica outros órgãos, como é o caso do coração e pulmões, causando consequentemente um sangrento interno.

Como resultado deste quadro, 90% dos coelhos infetados acabam por morrer, segundo o Departamento de Agricultura do estado da Califórnia. Os restantes tornam-se “bombas biológicas” ,uma vez que são capazes de transmitir o vírus durante dois meses.

“Chamamos-lhe o ‘ébola dos colehos'”, descreve ao Business Insider a veterinária Amanda Jones, de Killeen, Texas, frisando, contudo, que este vírus que está a dizimar milhares de coelhos nos EUA e México “não está relacionado de nenhuma forma” com o ébola.

Detetado em França em 2020

Tal como o RHDV tipo 1, detetado pela primeira vez na China em 1984, o RHDV2 é um vírus de RNA não revestido com cerca de 30 nanômetros de diâmetro.

Foi detetado pela primeira vez em França em 2010.

De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, o RHDV2 é transmitido pelas vias oral, nasal e parenteral (o último termo inclui qualquer via, exceto a via digestiva). Prefere a alcalinidade e pode sobreviver em meios com pH entre 3 e 12.

Os cientistas já confirmaram que pode permanecer durante 90 dias no corpo de um animal selvagem. Ao contrário do RHDV1, este vírus “é muito mais persistente”, diz D’Avolio. “É muito mais infeccioso que a covid-19 (…) É resistente a temperaturas extremas e pode ser transmitido por insetos e cadáveres. Pode espalhar-se através da água e dos sapatos”.

Quanto à origem do RHDV2, alguns cientistas assumem que este vírus evoluiu do RHDV1, havendo outros que acreditam que em causa estão dois vírus de origem independente.

O vírus não é perigoso para o Homem nem para outros animais, exceto os coelhos e os seus “familiares” mais próximos, como é o caso das lebres.

Existem duas vacinas contra o RHDV2, uma de origem espanhola e a outra francesa, mas como a infeção é classificada como uma “doença estrangeira” nos Estados Unidos, a aquisição destes medicamentos é dificultada por causa dos procedimentos burocráticos.

Espera-se que uma vacina americana esteja pronta até o final de 2020.

 

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Irão acusa Israel de ataque a central nuclear e promete "vingança"

O Irão acusou Israel de responsabilidade num ataque que atingiu, este domingo, a instalação de enriquecimento de urânio de Natanz, deixando entender que se registaram danos nas centrifugadoras, e prometendo "vingança". "Com esta ação, o regime …

Abel Ferreira expulso e Palmeiras perde Supertaça para o Flamengo

O Flamengo bateu o Palmeiras nos penáltis, este domingo, depois de um empate 2-2 no tempo regulamentar, na final da Supertaça do Brasil, na qual o treinador português acabou expulso por protestos. O médio Raphael Veiga, …

Centeno quer que BdP possa vender bancos sem aval da Autoridade da Concorrência. Regulador está contra

As novas regras da banca preveem que o Banco de Portugal (BdP) possa alienar total ou parcialmente um banco a outra instituição sem ter de esperar pela decisão da Autoridade da Concorrência. Porém, o regulador …

Ruben Amorim falou do "campeonato cheio de artistas", mas fintou arbitragem após novo empate

O Sporting empatou o segundo jogo consecutivo e Ruben Amorim acabou expulso já depois do apito final no jogo com o Famalicão (1-1). Fintando o tema da arbitragem, o treinador dos leões falou de um …

"Só amamos as batalhas difíceis." Sócrates culpa silêncio da esquerda pela ascensão da extrema-direita

"Passei sete anos a defender-me da mentira da fortuna escondida e no final ouço, pela primeira vez, que há indícios de um crime que já prescreveu." José Sócrates escreveu um artigo de opinião, no jornal …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: O Alpinista Descendente

Maior animação no topo da tabela. Um líder em queda, o dragão europeu, uma águia mais artística. Números e frases da semana, visto da Linha de Fundo. Fama sem proveito Sporting CP (Pedro Gonçalves 25') 1 …

Mourinho soma mais uma derrota. Ingleses desiludidos com o seu futebol

O Tottenham atrasou-se, este domingo, na luta pelo acesso à Liga dos Campeões, com uma derrota caseira por 3-1 perante o Manchester United. Em Londres, na 31.ª jornada da Premier League, o Tottenham até esteve em …

TAP alarga ainda mais medidas voluntárias. Podem sair mais 600 pessoas

Elevado interesse de muitos funcionários levou a companhia aérea a criar uma fase intermédia, que começou no domingo e dura até sexta-feira, que pode levar à saída de mais 600 pessoas. A TAP anunciou que vai …

AC Milan define preço a pagar por Rafael Leão

Face ao interesse de clubes como Everton e Juventus, o AC Milan definiu a fasquia das futuras propostas por Rafael Leão: no mínimo, 50 milhões de euros. A cumprir a sua segunda temporada ao serviço do …

Empresas esqueceram-se de levantar 72 milhões do fundo de compensação

Empresas deixaram 72 milhões de euros por reclamar relativos a dinheiro descontado para o Fundo de Compensação do Trabalho (FCT), mas ainda o podem fazer. Desde 2013, as novas contratações exigem que seja descontado 1% do …